A Condição da Igreja
    Notas de rodapé

    A Condição da Igreja

    Acredito que a Igreja esteja em melhores condições do que jamais esteve em qualquer época de toda a sua história.

    Ao iniciarmos esta grande conferência sentimos a falta dos Élderes David B. Haight e Neal A. Maxwell do Quórum dos Doze Apóstolos. Cada um deles serviu por muito tempo e de maneira altamente eficaz. Lamentamos seu falecimento. Sentimos muitas saudades deles. Estendemos nosso amor a seus entes queridos. Estamos confiantes de que eles prosseguem nesta grande obra do outro lado do véu.

    Reconhecemos devido ao curso natural dos acontecimentos, que existem cargos que precisam ser preenchidos uma vez que as vagas foram criadas.

    Após jejuarmos e orarmos, chamamos o Élder Dieter Friedrich Uchtdorf e o Élder David Allan Bednar para ocupar as vagas existentes no Quórum dos Doze Apóstolos. Apresentamos o nome dos dois a vocês, nesta manhã. Talvez não os conheçam, mas ficarão familiarizados com eles em pouco tempo. Aqueles que, dentre vocês, sentirem que podem apoiá-los neste sagrado chamado, por favor, façam-no erguendo a mão. Existe alguém que se oponha?

    O nome de cada um deles será incluído no apoio de todas as autoridades no decorrer da conferência. Pedimos, agora, que esses irmãos ocupem seu lugar ao púlpito ao lado dos membros dos Doze. Eles discursarão no domingo pela manhã e vocês poderão conhecê-los melhor.

    Ao iniciarmos a conferência eu gostaria de comentar rapidamente sobre a condição da Igreja. Ela continua a crescer. Ela influencia a vida de mais e mais pessoas a cada ano. Ela vem se espalhando e se ampliando por sobre a Terra.

    Para nos adaptarmos a esse crescimento precisamos, devido à necessidade, continuar a construir casas de adoração. Estamos agora trabalhando em 451 capelas de vários tamanhos, que se encontram em diferentes fases de construção, em muitas partes da Terra. Esse formidável plano de construção é fenomenal. Não sei de nada que se iguale a ele. Nossas edificações são lindas. Elas contribuem para a beleza de qualquer comunidade onde são erguidas. Elas são bem conservadas. Temos uma longa experiência na construção de casas de adoração e, devido a essa ampla experiência, estamos construindo edifícios de melhor qualidade, como nunca se viu antes na Igreja. Eles combinam beleza e grande funcionalidade. Se parecem ser muito semelhantes é porque foi essa a intenção. Ao seguirmos modelos experimentados e postos à prova economizamos milhões de dólares, ao mesmo tempo que atendemos às necessidades de nosso povo.

    Continuamos a construir templos. Recentemente tivemos a abertura de terra de um novo templo em Sacramento, na Califórnia, o sétimo naquele estado, que é o segundo estado em número de membros nos Estados Unidos.

    Os templos da área de Salt Lake City acham-se extremamente ocupados e, às vezes, sobrecarregados. Por essa razão, decidimos construir um novo templo no Vale do Lago Salgado. O local da construção será anunciado em breve. Talvez pareça que estamos favorecendo esta área indevidamente. Mas a freqüência ao templo é tanta que precisamos acomodar as pessoas que desejam freqüentá-lo. E se as tendências atuais de crescimento prosseguirem, provavelmente ainda precisaremos de outro.

    Estamos também felizes por anunciar que construiremos outro templo em Idaho, onde temos o terceiro maior número de membros nos Estados Unidos. Planos prosseguem para a construção de um em Rexburg. Planejamos, agora, construir um outro na Cidade de Twin Falls. Esse templo servirá milhares de nossos membros que vivem entre Idaho Falls e Boise.

    Há templos em construção em Aba, na Nigéria; em Helsinque, na Finlândia; Newport Beach e Sacramento, na Califórnia; e San Antonio, no Texas. Estamos reconstruindo o templo que foi destruído por um incêndio em Samoa.

    Quando os templos que foram anunciados até o momento tiverem sido dedicados, teremos 130 templos em funcionamento. Outros serão construídos à medida que a Igreja prossegue em seu crescimento.

    Estamos agora trabalhando em um empreendimento de grande porte em Salt Lake City. É imperativo que preservemos as imediações da Praça do Templo. Isso exige um projeto de construção muito grande. Os fundos do dízimo não serão usados nessa construção. A renda obtida nos negócios da Igreja, aluguéis de propriedades, contribuições particulares e outras fontes semelhantes tornam isso possível.

    Precisamos realizar uma ampla reforma no Tabernáculo de Salt Lake para que fique à prova de terremotos. Essa maravilhosa edificação vem sendo utilizada há 137 anos, completados este mês. Chegou a hora de fazermos alguma coisa para preservá-lo. Ele é uma das notáveis obras-primas da arquitetura encontradas no mundo, e um edifício de imensa importância histórica. Seus atributos históricos serão cuidadosamente preservados, enquanto que sua utilidade, conforto e segurança serão ampliados. Somos gratos por ter este Centro de Con-ferências onde podemos nos congregar para reuniões como esta. Agora eu me pergunto: “O que faríamos sem ele?”

    Fico satisfeito por informar que o Fundo Perpétuo de Educação continua a crescer da mesma forma que o número daqueles que se beneficiam desse empreendimento maravilhoso.

    Estamos fortalecendo nosso programa missionário. Estamos nos esforçando para proporcionar um grau maior de espiritualidade ao trabalho de nosso vasto grupo de missionários.

    Nosso programa educacional continua a crescer, estendendo sua influência até onde quer que a Igreja se estabeleça.

    O Livro de Mórmon foi recentemente incluído entre as 20 obras literárias mais influentes já publicadas na América. Estamos agora nos associando a uma casa editora comercial, para ampliar a distribuição deste livro sagrado, deste segundo testamento do Senhor Jesus Cristo.

    E assim, irmãos e irmãs, devo prosseguir. É bastante dizer que acredito que a Igreja esteja em melhores condições do que jamais esteve em qualquer época de toda a sua história. Tenho estado presente, agora, em quase 95 anos dessa história e vi grande parte dela em primeira mão. Sinto-me satisfeito por que a fé é maior, a dimensão de serviços prestados ampliou-se e há maior integridade entre nossos jovens. Há maior vitalidade em todos os aspectos da obra do que já vimos antes. Rendamos glória a esta era maravilhosa da obra do Senhor. Não sejamos orgulhosos nem arrogantes. Sejamos humildemente gratos. E que cada um de nós se decida, de coração, a contribuir para a beleza desta obra grandiosa do Todo-Poderoso, que ela brilhe por toda a Terra como um manancial de força e bondade a ser seguido pelo mundo, é a minha humilde oração, em nome de Jesus Cristo. Amém.