Roupas sagradas do templo

Roupas sagradas do templo
play-open

Desde os tempos antigos, homens e mulheres adotaram a música sacra, diferentes formas de oração, vestimentas religiosas cheias de simbolismo, gestos e rituais para expressar seus sentimentos mais profundos de devoção a Deus.

A variedade dessas formas de expressão é tão ampla e diversificada quanto a família humana. Contudo, todas têm o mesmo objetivo final: conectar o fiel com o objeto de sua devoção de modo mais pessoal para aproximar-se de Deus.

Para os não membros de uma religião em particular, os rituais e as roupas podem parecer estranhos. Mas para os participantes, podem despertar os mais profundos sentimentos da alma, motivá-los a fazer o bem e até mesmo definir o curso de uma vida inteira de serviço.

A vestimenta da freira. A batina do padre. A manta de oração judaica. O chapéu do muçulmano. O manto de açafrão do monge budista. Todos fazem parte de uma rica tapeçaria de devoção humana a Deus.

Nem todas essas vestimentas religiosas são expostas ao público. Algumas são visíveis somente em lugares de adoração. Os mantos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecidos como as vestes do Santo Sacerdócio, são usados somente no interior dos templos da Igreja de Jesus Cristo e são reservados para os mais altos sacramentos da fé. O branco simboliza pureza. Não há nenhuma insígnia ou posição social. O mais alto apóstolo e o membro mais novo são indistinguíveis quando vestidos da mesma forma. Os homens e as mulheres usam roupas semelhantes. As vestes simples combinam o simbolismo religioso com os ecos da antiguidade contidos nos escritos antigos do livro de Êxodo.

Em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, vestimentas externas não são usadas nos serviços comuns de adoração.

No entanto, muitos fiéis santos dos últimos dias usam uma roupa íntima que tem um significado profundamente religioso. É similar em modelo às roupas de baixo modestas, é composta por duas peças e é geralmente chamada de “garment do templo”.

Algumas pessoas incorretamente referem-se aos garments do templo como “roupas íntimas mágicas”. Estas palavras são não apenas incorretas, mas também ofensivas aos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Não há nada de mágico ou místico nos garments do templo, e os membros da Igreja pedem o mesmo grau de respeito e sensibilidade que seriam concedidos a qualquer outra fé por pessoas de boa vontade.

Os garments do templo são roupas usadas por membros adultos da Igreja que fizeram promessas sagradas de fidelidade aos mandamentos de Deus e ao evangelho de Jesus Cristo nos templos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Para os membros da Igreja, a roupa modesta do templo, usada por baixo da roupa normal, juntamente com as vestimentas simbólicas, usadas durante a adoração no templo, representam o aspecto sagrado e pessoal de seu relacionamento com Deus e seu compromisso de viver uma vida boa e honrada.