Escrituras
Êxodo 11
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Capítulo 11

Em sua partida, os israelitas são autorizados a pedir joias e ouro a seus vizinhos — O Senhor promete matar o primogênito de todos os lares egípcios — Ele diferencia os egípcios dos israelitas.

1 E o Senhor disse a Moisés: Ainda uma praga trarei sobre Faraó, e sobre o Egito; depois vos deixará ir daqui; e quando vos deixar ir a todos, sem dúvida vos aexpulsará daqui.

2 Fala agora aos ouvidos do povo, que cada homem peça ao seu vizinho, e cada mulher à sua vizinha, aobjetos de prata e objetos de ouro.

3 E o Senhor deu agraça ao povo aos olhos dos egípcios; também o homem Moisés era muito grande na terra do Egito, aos olhos dos servos de Faraó, e aos olhos do povo.

4 Disse mais Moisés: Assim disse o Senhor: À meia-noite eu sairei pelo meio do Egito;

5 E todo primogênito na terra do Egito morrerá, desde o aprimogênito de Faraó, que haveria de assentar-se sobre o seu trono, até o primogênito da serva que está detrás da mó, e todo primogênito dos animais.

6 E haverá grande clamor em toda a terra do Egito, qual nunca houve semelhante e nunca haverá;

7 Mas contra todos os filhos de Israel, desde os homens até os animais, nem mesmo um cão moverá a sua língua, para que saibais que o Senhor fez adiferença entre os egípcios e os israelitas.

8 Então todos estes teus servos descerão a mim, e se inclinarão diante de mim, dizendo: Sai tu, e todo o povo que te segue os passos; e depois eu sairei. E saiu da presença de Faraó ardendo em aira.

9 O Senhor dissera a Moisés: Faraó não vos ouvirá, para que as minhas maravilhas se multipliquem na terra do Egito.

10 E Moisés e Aarão fizeram todas essas maravilhas diante de Faraó, ae o Senhor endureceu o coração de Faraó, que não deixou ir os filhos de Israel da sua terra.