TJS, Mateus 7
anterior próximo

TJS, Mateus 7:1–2. Comparar com Mateus 7:1–2

Não julgueis injustamente.

1 Ora, estas são as palavras que Jesus ensinou aos seus discípulos para que dissessem ao povo.

2 Não julgueis injustamente, para que não sejais julgados; mas julgai com julgamento justo.

TJS, Mateus 7:4–8. Comparar com Mateus 7:3–5

Jesus ensina Seus discípulos a confrontar escribas, fariseus, sacerdotes e levitas por causa da hipocrisia destes.

4 E novamente, direis a eles: Por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu próprio olho?

5 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho; e não consegues ver a trave que está no teu próprio olho?

6 E disse Jesus aos seus discípulos: Contemplais vós os escribas, e os fariseus, e os sacerdotes, e os levitas? Eles ensinam em suas sinagogas, mas não observam a lei, nem os mandamentos; e todos se desviaram do caminho, e estão em pecado.

7 Ide e dizei-lhes: Por que ensinais aos homens a lei e os mandamentos, quando vós mesmos sois os filhos da corrupção?

8 Dizei a eles: Vós, hipócritas! Tira primeiro a trave do teu próprio olho, e então verás claramente para tirar o argueiro do olho do teu irmão.

TJS, Mateus 7:9–11. Comparar com Mateus 7:6

Jesus ensina Seus discípulos a pregar arrependimento e a não dar a conhecer ao mundo os mistérios do reino.

9 Ide pelo mundo, dizendo a todos: Arrependei-vos, pois é chegado a vós o reino dos céus.

10 E os mistérios do reino guardareis para vós mesmos; pois não é próprio dar as coisas santas aos cães; nem lanceis as vossas pérolas aos porcos, para que não as pisem com os pés.

11 Porque o mundo não pode receber aquilo que vós mesmos não podeis suportar; portanto, não dareis as vossas pérolas a eles, para que não se voltem e vos despedacem.

TJS, Mateus 7:12–17. Comparar com Mateus 7:7–8

Jesus ensina a Seus discípulos que o Pai dá revelação a todos os que pedem.

12 Dizei a eles: Pedi a Deus; pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.

13 Porque todo aquele que pede, recebe; e o que busca, encontra; e ao que bate, se abre.

14 Então disseram-lhe os seus discípulos: Eles nos dirão: Somos justos, e não necessitamos que nenhum homem nos ensine. Deus, sabemos nós, ouviu a Moisés e a alguns dos profetas; mas a nós ele não ouvirá.

15 E eles dirão: Temos a lei para a nossa salvação, e isso é suficiente para nós.

16 Então respondeu Jesus, e disse aos seus discípulos: Assim direis a eles:

17 Que homem dentre vós que, tendo um filho, e ele estiver do lado de fora, e disser: Pai, abre a tua casa para que eu possa entrar e cear contigo; não lhe dirá: Entra, filho meu, porque o que é meu é teu, e o que é teu é meu?