Música
Conta as Bênçãos
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

57

Conta as Bênçãos

Brilhante

1. Se da vida as vagas procelosas são,

Se com desalento julgas tudo vão,

Contas as muitas bênçãos, dize-as de uma vez

E verás, surpreso, quanto Deus já fez.

[Chorus]

Conta as bênçãos, conta quantas são,

Recebidas da Divina Mão,

Uma a uma, dize-as de uma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez.

2. Tens acaso mágoas, triste é teu lidar?

É a cruz pesada que tens de levar?

Conta as muitas bênçãos, não duvidarás,

E num canto alegre os dias passarás.

[Chorus]

Conta as bênçãos, conta quantas são,

Recebidas da Divina Mão,

Uma a uma, dize-as de uma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez.

3. Quando vires outro com seu ouro e bens,

Lembra que tesouros prometidos tens;

Nunca os bens da terra poderão comprar

A mansão celeste que vais habitar.

[Chorus]

Conta as bênçãos, conta quantas são,

Recebidas da Divina Mão,

Uma a uma, dize-as de uma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez.

4. Quando defrontares os conflitos teus,

Não te desanimes, mas espera em Deus;

Seu divino auxílio minorando o mal,

Te dará consolo, sempre até o final.

[Chorus]

Conta as bênçãos, conta quantas são,

Recebidas da Divina Mão,

Uma a uma, dize-as de uma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez.

Letra: Johnson Oatman, Jr., 1856–1922

Música: Edwin O. Excell, 1851–1921

Doutrina e Convênios 78:17–19

Alma 34:38