Reconhecer os tipos de abuso e comportamento abusivo
anterior

“Reconhecer os tipos de abuso e comportamento abusivo”, Prevenção e proteção, 2018.

“Reconhecer os tipos de abuso e comportamento abusivo”, Prevenção e proteção.

Reconhecer os tipos de abuso e comportamento abusivo

Quem trata outras pessoas ou a si mesmo de modo a causar sofrimento ou dano comete o que se chama de abuso. O abuso prejudica a mente, o espírito e muitas vezes também fere o corpo. É algo contrário aos ensinamentos do Salvador e às leis da sociedade. Pessoas de qualquer idade, sexo e formação podem ser vítimas de abuso. Podem ser aqueles que são menos capazes de se proteger, como crianças, pessoas com deficiências ou idosos. O Senhor condena o comportamento abusivo em qualquer de suas formas — física, sexual, verbal ou emocional. Infelizmente o abuso pode acontecer com qualquer um. Entender o que significa abuso pode ajudar a falar sobre o tema, reconhecê-lo, reagir e se recuperar.

Tipos de abuso

O abuso pode ocorrer em qualquer tipo de relacionamento, quer seja com um membro da família, amigo, cônjuge ou namorado.

Sexual — O abuso sexual é qualquer interação que envolva comportamentos com ou sem contato físico na qual uma pessoa é usada para a satisfação sexual de outra sem que ambas estejam de acordo. O abuso sexual infantil é qualquer atividade sexual entre uma criança (de qualquer idade) e um adulto. O abuso sexual infantil também pode incluir a conduta sexual entre uma criança e um jovem, especialmente quando o jovem é mais velho ou está em uma posição de poder, confiança ou controle. Também inclui ver, criar e distribuir pornografia infantil, assim como ver pornografia com uma criança.

Físico — O abuso físico se refere a ferir intencionalmente uma pessoa, como agredir, chutar, bater, morder ou qualquer outra ação que leve à dor física, à lesão ou a marcas visíveis ou contusões.

Negligência — A negligência significa a falha em atender às necessidades básicas de alguém, como não fornecer alimento, abrigo ou cuidados básicos suficientes; tratamento médico ou mental necessário; educação adequada ou alívio emocional. Inclui deixar alguém que precisa de cuidados constantes por longos períodos sem supervisão e amparo adequados.

Emocional e verbal — O abuso emocional e verbal é tratar uma pessoa de modo que agrida seu desenvolvimento emocional e senso de valor. Os exemplos incluem a busca constante de falhas, o menosprezo, a rejeição e a retenção de amor, apoio ou orientação. Inclui também uma criança que presencia a violência doméstica.

Financeiro — O abuso financeiro ocorre quando alguém retém, rouba ou controla o acesso à propriedade ou às finanças de outra pessoa sem permissão. Essa é uma forma de fraude.

Outros comportamentos abusivos

As seguintes condutas são contrárias aos ensinamentos do evangelho. Embora nem todas sejam definidas como abuso, todas elas são comportamentos prejudiciais.

Aliciamento — O aliciamento ocorre quando alguém faz amizade ou tenta criar um apego emocional e ganhar a confiança de outra pessoa com a intenção de abusar sexualmente dela. A vítima pretendida é na maioria das vezes uma criança. Os comportamentos aliciantes podem incluir dar presentes ou favores, pedir para ficar um tempo sozinhos, falar sobre assuntos sexuais, mostrar pornografia ou iniciar contato físico com uma criança. O aliciamento também pode ocorrer por meio da internet e do dispositivo móvel de uma criança.

Disciplina severa — As crianças são auxiliadas e fortalecidas por uma disciplina apropriada e amorosa. No entanto, criticar ou ridicularizar pode abalar a confiança e os sentimentos de autoestima e bem-estar da criança. A disciplina positiva ajudará a criança a distinguir o certo do errado. A disciplina severa que causa lesões físicas é tratada como maus-tratos e deve ser relatada às autoridades legais.

Assédio — O assédio cria um ambiente hostil que pode causar problemas que vão desde a diminuição da participação em atividades normais até pensamentos de suicídio. Pode incluir comentários ou gestos pejorativos, insinuações, violações do espaço pessoal e observação ou comentários sobre partes íntimas do corpo. Também pode incluir o uso de perfis online ou conteúdo para perseguir outra pessoa ou intimidá-la.

Bullying — “O bullying é uma forma de comportamento agressivo em que alguém, intencional e repetidamente, causa dano ou desconforto a outra pessoa. O bullying pode assumir a forma de contato físico, palavras ou ações mais sutis” (“Bullying”, American Psychological Association, apa.org). O bullying virtual, conhecido como cyberbullying, pode incluir o uso de perfis ou conteúdo online para intimidar alguém, como enviar ou postar mensagens rudes, intimidadoras ou ameaçadoras. Também pode incluir prejudicar de forma intencional os relacionamentos ou a posição social de alguém.

Trote — O trote pode ocorrer quando um colega impõe uma tarefa imprópria ou humilhante a outro colega como parte de uma iniciação em um grupo.

Recursos da comunidade e da Igreja

(Alguns dos recursos relacionados a seguir não são criados, mantidos ou controlados por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Embora esses materiais se destinem a servir como recursos adicionais, a Igreja não endossa nenhum conteúdo que não esteja em harmonia com a doutrina e os ensinamentos da Igreja.)

Artigos relacionados