Jovens Menu

    A Meta Final

    Kathleen S., Utah, EUA

    Percebi que não importava o rumo que minha vida ou minha carreira tomasse, o mais importante era estar digna de entrar no templo.

    Quando era uma garotinha fui uma bailarina. Levei muito a sério e dediquei uma grande quantidade de tempo e esforço nisso. Quando cheguei na escola secundária, decidi que queria ser bailarina profissional não importando o que custasse para chegar lá.

    Certo dia, meu professor de balé conversou com nossa classe sobre a preparação para a nossa futura carreira. Ele comentou que apenas uma pequena porcentagem das pessoas que praticam a dança se tornam profissionais e que dentre eles, somente um pequeno grupo acaba tendo uma carreira no balé profissional. Ele disse em seguida que quer que a nossa carreira fosse ou não relacionada à dança, deveríamos planejar ser os melhores profissionais que pudéssemos — os melhores médicos, professores, padeiros ou qualquer outra coisa que nos tornássemos.

    Naquela época, minhas aulas de balé aconteciam no andar superior de um prédio com vista para o Vale do Lago Salgado. Enquanto meu professor fazia esse discurso, minha atenção foi atraída para a janela — e depois para o templo de Salt Lake.

    Até aquele momento, meu foco tinha sido me tornar uma bailarina profissional, porque tinha certeza de que o balé me faria feliz. Mas enquanto olhava para o templo, percebi que não importava o rumo que minha vida ou minha carreira tomasse, ser digna de entrar no templo e viver na presença de meu Pai Celestial eram as únicas coisas que iam me encher de alegria duradoura.

    Essa constatação tirou uma imensa carga dos meus ombros. O balé não tinha mais que ser a minha meta final. E sim, ser digna de entrar a presença de Deus. E, ao contrário do balé profissional, não há limite algum em quantos de nós podemos voltar a viver com o Pai Celestial para sempre. Todos temos essa oportunidade por causa da Expiação.

    Veja como você pode se preparar para os convênios do templo.

    Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

     
    1000 caracteres restantes

    Compartilhe sua experiência