Isaías 34
    Notas de rodapé
    Theme

    Capítulo 34

    A Segunda Vinda será um dia de vingança e juízo — A indignação do Senhor estará sobre todas as nações — Sua espada descerá sobre o mundo.

    1 Chegai-vos, nações, para ouvir, e vós, povos, escutai; ouça a terra, e a sua plenitude, o mundo, e tudo quanto produz.

    2 Porque a indignação do Senhor está sobre todas as nações, e o seu furor sobre todo o seu exército; ele as destruiu totalmente, entregou-as à matança.

    3 E os seus mortos serão arremessados, e dos seus corpos subirá o seu fedor, e os montes se derreterão com o seu sangue.

    4 E todo o exército dos céus se desfará, e os céus se enrolarão como um alivro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide, e como cai o figo da figueira.

    5 Porque a minha espada se embriagou nos céus; eis que sobre aEdom descerá, e sobre o povo do meu banátema, para juízo.

    6 A espada do Senhor está cheia de sangue, está engordurada da gordura de sangue de cordeiros e de bodes, da gordura dos rins de carneiros; porque o Senhor tem asacrifício em bBozra, e grande matança na terra de Edom.

    7 E os touros selvagens descerão com eles, e os bezerros, com os touros; e a sua terra beberá sangue até se fartar, e o seu pó engrossará de gordura.

    8 Porque será o dia da avingança do Senhor, ano de retribuições pela porfia de Sião.

    9 E os aseus ribeiros se tornarão em piche, e o seu pó, em enxofre, e a sua terra, em piche ardente.

    10 Nem de noite nem de dia se apagará; para sempre a sua fumaça subirá; de geração em geração será assolada; de eternidade em eternidade ninguém passará por ela.

    11 Mas o pelicano e a coruja a possuirão, e o corujão e o corvo habitarão nela; porque estenderá sobre ela cordel de confusão e prumo de vaidade.

    12 Os seus nobres (que nela já não há) ao reino chamarão, porém todos os seus príncipes não serão coisa nenhuma.

    13 E nos seus palácios crescerão espinhos, urtigas e cardos nas suas fortalezas; e será uma habitação de chacais, e sala para os filhos do avestruz.

    14 E as feras do deserto se encontrarão com as hienas; e o bode selvagem clamará ao seu companheiro; e os animais noturnos ali pousarão, e acharão lugar de repouso para si.

    15 Ali se aninhará a coruja e porá os seus ovos, e os chocará, e recolherá os filhotes debaixo da sua sombra; também ali os abutres se juntarão uns com os outros.

    16 Buscai no livro do Senhor, e lede; nenhuma dessas coisas falhará, nem uma nem outra faltará, porque a minha própria boca o aordenou, e o seu espírito mesmo as juntará.

    17 Porque ele mesmo lançou as sortes por eles, e a sua mão lha repartiu com o cordel; para sempre a possuirão, de geração em geração habitarão nela.