Introdução
Notas de rodapé
Tema

Introdução

Busts of the prophets

Na Galeria de Bustos dos Profetas, situada no Centro de Conferências em Salt Lake City, Utah, encontram-se esculturas representando os profetas desta dispensação, constituindo um digno lembrete de que continuamos a receber revelação divina.

O Presidente James E. Faust (1920–2007), da Primeira Presidência, explicou o papel dos profetas e por que é necessário que eles recebam revelação:

“Os profetas, videntes e reveladores tiveram e ainda têm a responsabilidade e o privilégio de receber e declarar a palavra de Deus ao mundo. (…)

Esses homens são oráculos proféticos que, durante séculos, têm estado em sintonia com a ‘estação transmissora celestial’, com a responsabilidade de transmitir a palavra do Senhor às outras pessoas. (…)

Esta Igreja precisa de orientação constante do seu líder supremo, o Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Isso foi muito bem ensinado pelo Presidente George Q. Cannon quando servia na Primeira Presidência: ‘Temos a Bíblia, o Livro de Mórmon e o livro de Doutrina e Convênios, mas todos esses livros, sem os oráculos vivos e um fluxo constante de revelação do Senhor, não levariam ninguém ao Reino Celestial de Deus’ (Gospel Truth: Discourses and Writings of President George Q. Cannon [Verdades do Evangelho: Discursos e Escritos do Presidente George Q. Cannon], 2 vols., sel. Jerreld L. Newquist, 1974, vol. 1, p. 323). (…)

Foi necessário revelação para estabelecer esta Igreja. E foi por meio de revelação que ela progrediu de seu início humilde até o presente. As revelações fluem como água viva. A revelação contínua vai levá-la até os últimos dias antes da Segunda Vinda do Senhor. No entanto, como disse o Presidente [J. Reuben] Clark, não precisamos de mais profetas. Precisamos de mais pessoas que tenham ‘ouvidos para ouvir’ (Conference Report, outubro de 1948, p. 82)” (James E. Faust, “Revelação Contínua”, A Liahona, agosto de 1996, pp. 3–4, 6, 8).

Hoje, como no meridiano dos tempos, a Igreja está edificada sobre o fundamento dos apóstolos e profetas (ver Efésios 2:20) e da revelação que eles recebem (ver Amós 3:7; Mateus 16:16–18). O Senhor revela Sua vontade por meio de Seus servos, os profetas, e Ele declarou: “Minha palavra não passará, mas será toda cumprida, seja pela minha própria voz ou pela voz de meus servos, é o mesmo” (D&C 1:38).

Objetivo Deste Manual

Scriptures study and teaching. Adult. Male

Seu testemunho vai ser fortalecido ao estudar as palavras dos profetas vivos.

O propósito de Ensinamentos dos Profetas Vivos — Manual do Aluno é ajudá-lo a fortalecer seu testemunho dos profetas vivos e seus ensinamentos. Ele aborda a necessidade de profetas vivos, o papel do Presidente da Igreja, a ordem divina de sucessão na Presidência, o Quórum da Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos, bem como a importância das conferências gerais.

O Presidente Harold B. Lee (1899–1973) ensinou:

“Não basta, como santos dos últimos dias, seguirmos nossos líderes e aceitarmos seus conselhos. Temos a obrigação maior de adquirir por nós mesmos o testemunho inabalável do chamado divino desses homens e o testemunho de que os ensinamentos transmitidos por eles constituem a vontade de nosso Pai Celestial” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Harold B. Lee, p. 45).

Temos a promessa de receber um testemunho divino dos profetas vivos se estudarmos os conselhos das Autoridades Gerais e decidirmos apoiá-las com nossa obediência. Este manual vai ajudá-lo em seu estudo dos profetas vivos.

Organização Deste Manual

Todos os capítulos contêm quatro partes: “Introdução”, “Comentários”, “Pontos a Ponderar” e “Tarefas Sugeridas”.

Introdução

Cada capítulo começa com uma breve introdução. Isso vai ajudá-lo a concentrar-se no tema principal.

Comentários

As escrituras e as palavras dos profetas, dos apóstolos e de outras Autoridades Gerais na seção “Comentários” explicam e esclarecem as doutrinas e os princípios associados ao tema central do capítulo. A leitura cuidadosa dos comentários vai ajudá-lo a entender a necessidade de termos profetas e o papel que eles desempenham num mundo de mudanças constantes.

Pontos a Ponderar

A seção “Pontos a Ponderar” vai ajudá-lo a refletir sobre o que você aprendeu.

O Presidente Russell M. Nelson, do Quórum dos Doze Apóstolos, afirmou que a reflexão surte efeitos valiosos:

“Ao ponderamos e oramos a respeito dos princípios do evangelho, o Espírito Santo nos falará na mente e no coração. (…) Um novo entendimento e princípios relevantes para a situação em que nos encontramos se destilarão em nosso coração” (Russell M. Nelson, “Viver sob a Orientação das Escrituras”, A Liahona, janeiro de 2001, p. 21).

Tarefas Sugeridas

No final de cada capítulo, há designações de tarefas que vão incentivá-lo a aplicar o que aprendeu. Essas tarefas são sugestões que podem ser adaptadas de acordo com suas necessidades e conforme a orientação do Espírito Santo. Se você estiver matriculado no curso do Instituto Ensinamentos dos Profetas Vivos (Religião 333), seu professor talvez incorpore algumas dessas designações ao curso. Cumprir essas designações vai lhe dar mais oportunidades de ser ensinado pelo Espírito Santo.

Observação: Para tirar mais proveito das seções “Pontos a Ponderar” e “Tarefas Sugeridas” deste manual, talvez seja útil usar um diário ou caderno de estudo para anotar perguntas, ideias, metas e impressões.

O Élder Richard G. Scott (1928–2015), do Quórum dos Doze Apóstolos, incentivou-nos a anotar impressões do Espírito:

“É por meio da repetição do processo de receber inspiração, anotá-la e segui-la que a pessoa aprende a confiar mais na orientação do Espírito do que na comunicação pelos cinco sentidos” (Richard G. Scott, “Ajudar as Pessoas a Serem Conduzidas Espiritualmente”, Ensino no Seminário: Textos Preparatórios, Religião 370, 471 e 475, p. 59).

Informações para Pessoas com Deficiências

Se você tiver dificuldade para usar este manual devido a uma deficiência, fale com seu professor para informar-se sobre recursos adicionais.