Introdução: Ensinar à Maneira do Salvador
anterior seguinte

Introdução: Ensinar à Maneira do Salvador

Quando você pensa sobre a maneira de ensinar do Salvador, o que lhe vem à mente? Consegue imaginá-Lo ensinando as multidões junto ao mar ou conversando com a mulher junto ao poço ou abençoando uma criança? Ao ler sobre Ele nas escrituras, o que você percebe na forma como Ele ajuda as pessoas a aprender e crescer? O que significa para você “ensinar à maneira do Salvador”?

O Modo de Ensinar do Salvador

Jesus Cristo declarou: “Eu sou o caminho” (João 14:6). Ao refletir sobre Sua vida e as oportunidades que você tem de ensinar, descobrirá que a maneira de se tornar um professor eficaz é tornar-se mais semelhante ao Salvador. O modo de ensinar do Salvador está ligado a quem Ele era e o “poder do Espírito” que Ele levava consigo (Lucas 4:14). A chave para ensinar como o Salvador ensinou é viver da maneira que o Salvador viveu.

E como foi que Ele viveu?

O Salvador era cheio de amor. Se estivesse encorajando um pecador arrependido, instruindo Seus discípulos ou repreendendo os fariseus, tudo o que o Salvador fazia era uma expressão de amor. Esse amor e essa compaixão pelas pessoas e por suas necessidades O levaram a ensinar de modo que fosse significativo para elas. Quando o Salvador ensinava, as experiências da vida real como pescaria, nascimento de uma criança e pastorear ovelhas tornavam-se lições espirituais.

O Salvador buscou e obedeceu a vontade de Seu Pai e ensinou a doutrina de Seu Pai. Desde a infância Jesus foi “tratar dos negócios de [Seu] Pai”, procurando fazer “sempre o que lhe agrada”. “A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou” (Lucas 2:49; João 8:29; 7:16).

O Salvador era completamente comprometido com Sua missão sagrada — trazer os filhos de Deus de volta a Ele. Jesus fez mais do que apenas transmitir informações; Ele deu a Seus seguidores responsabilidades importantes que fortaleceram sua fé e os ajudaram a crescer. O Salvador confiava neles; Ele preparou-os e enviou-os ao mundo para ensinar, abençoar e servir a outras pessoas (ver Mateus 10:1, 5–8).

O Salvador amava as escrituras e usava-as para ensinar e testificar de Sua missão. Ele ensinou as pessoas a examinar as escrituras para encontrar suas próprias respostas. Quando Ele ensinava a palavra de Deus com poder, as pessoas sabiam por si mesmas que as escrituras eram verdadeiras (ver Lucas 24:32).

O Salvador vivia o que Ele ensinava. Em todas as ocasiões, Ele era o exemplo perfeito. Ensinou Seus seguidores a orar orando com eles (ver Lucas 11:1–4). Ensinou-os a amar e a servir pelo modo como os amou e serviu a eles. Ensinou-os a viver Seu evangelho pelo modo como vivia. Ele estava sempre ensinando, muitas vezes em situações formais, mas com muita frequência também em conversas informais pessoais e na casa das pessoas (ver Mateus 4:23; Marcos 14:3–9).

Há muito mais para você descobrir sobre a maneira de ensinar do Salvador. Mas uma coisa é certa: o poder para realmente ensinar à maneira Dele virá à medida que você aprender com ele e segui-lo. O convite de ensinar à maneira do Salvador é verdadeiramente uma parte essencial de Seu convite “vem, segue-me” (Lucas 18:22).

Você Pode Ensinar à Maneira do Salvador

Você é um discípulo de Jesus Cristo. Isso significa que você é um professor, porque o discipulado inclui ensinar, abençoar e elevar as pessoas. Você pode, por algum tempo, receber um chamado específico para ensinar, mas a responsabilidade de ensinar, sempre estará com você, especialmente se você for pai/mãe. Às vezes a responsabilidade de ensinar pode parecer desafiadora. Talvez você se preocupe por não saber o suficiente, por não ter experiência de ensino suficiente ou por achar simplesmente que não é o “tipo de professor”. Mas o Pai Celestial, que conhece você perfeitamente, chamou-o para ensinar pelo que você pode oferecer como um seguidor comprometido de Jesus Cristo. Ele não vai desampará-lo.

Aqui estão apenas algumas das muitas fontes de poder e apoio que Ele colocou à disposição para ajudá-lo a ensinar à maneira Dele.

O Poder do Espírito Santo. À medida que você se esforça por viver o evangelho dignamente, o Espírito Santo vai revelar a vontade de Deus a você. Ele lhe dará ideias criativas, sentimentos e pensamentos sobre como ajudar outros a aprender. Ele vai ajudá-lo a saber em quais princípios deve focalizar. E Ele vai tocar o coração dos alunos e inspirá-los a mudar. O Espírito Santo tornará possível que você seja “um mestre vindo de Deus”, porque o Espírito é o verdadeiro professor, e quando o Espírito está com você, você vai ensinar com o poder de Deus e ajudar a realizar o milagre da conversão (João 3:2; ver também 2 Néfi 33:1).

A promessa do seu chamado e designação. Seu chamado para ensinar vem do Senhor, não do homem, e como o Presidente Thomas S. Monson prometeu: “o Senhor qualifica a quem chama”.1 Além disso, você foi designado sob a direção daqueles que possuem as chaves do sacerdócio, portanto você tem direito à revelação pessoal que precisar para ter sucesso. Essas bênçãos são suas ao buscá-las, permanecer fiel e esforçar-se para ser digno.

O poder da oração. Seu Pai Celestial está sempre à disposição. Você pode falar com Ele diretamente por meio da oração. “Pedi ao Pai, em meu nome”, disse o Salvador, “e tereis o Espírito Santo” (D&C 18:18; ver também D&C 42:14).

Amor, talentos e experiências. Você pode abençoar os filhos de Deus, valendo-se do amor que tem pelas pessoas, dos dons que Deus deu a você e das experiências de sua vida. Ao servir fielmente e buscar a ajuda de Deus, Ele vai magnificá-lo e você terá mais capacidade de ensinar o evangelho à maneira do Salvador.

O poder da palavra de Deus. A doutrina encontrada nas escrituras e nas palavras dos profetas modernos têm o poder de mudar o coração e aumentar a fé. À medida que você e os alunos “[põem] à prova a virtude da palavra de Deus”, vocês vão descobrir que ela “[exerce] uma grande influência sobre o povo, levando-o a praticar o que [é] justo” (Alma 31:5).

Líderes amorosos. Os líderes do sacerdócio e das auxiliares querem ajudá-lo a ter sucesso. Converse com eles ao se esforçar para melhorar como professor e ao ponderar sobre as necessidades dos alunos.

As contribuições dos alunos. Cada pessoa de sua classe é uma rica fonte de testemunho, ideias e experiências ao viver o evangelho. Convide-os a compartilhar uns com os outros e a fortalecer uns aos outros.

Lembre-se, o Senhor chamou você e Ele vai qualificá-lo. O ensino do evangelho é uma parte essencial de Sua grande obra de salvação, e, “quando estamos a serviço do Senhor, temos o direito de receber Sua ajuda”.2

Para o Líder do Debate

Compartilhar e aconselhar-se. Comece pedindo aos professores que contem experiências de ensino recentes e façam perguntas relacionadas ao ensino.

Aprender juntos. Peça aos professores que conversem sobre uma ou mais ideias dessa seção. Não tente abordar tudo em uma reunião.

Praticar: Peça aos professores que terminem a avaliação intitulada “Como Tornar-me um Professor Mais Semelhante a Cristo” nesse material.

Preparar-se. Decidam juntos um tópico para a próxima reunião e convide os professores a preparar-se.