Fortalecer o Casamento Por intermédio da Fé e da Oração
    Notas de rodapé
    Tema

    Lição 6

    Fortalecer o Casamento Por intermédio da Fé e da Oração

    Objetivo

    Ajudar os alunos a compreenderem as bênçãos que os casais recebem quando têm fé em Jesus Cristo e oram juntos e a empenharem-se por receber essasbênçãos.

    Preparação

    1. Ao preparar-se para ensinar, procure meios de utilizar os princípios relacionados na seção “Responsabilidades do Professor”. (Páginas ix–xi deste manual)

    2. Leia os subtítulos em negrito. Eles formam um esboço das doutrinas e princípios da lição. Pondere essas doutrinas e princípios durante a semana como parte de sua preparação, empenhando-se em conseguir a orientação do Espírito para decidir o que deve salientar para atender às necessidades dos alunos.

    Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

    O marido e a mulher devem empenhar-se juntos para aumentar a fé que têm em Jesus Cristo.

    Conte a seguinte história citada pelo Presidente James E. Faust, da Primeira Presidência:

    “(…) O élder Orin Voorheis (…) é um rapaz bem alto, bonito e excelente, que serviu na missão Argentina Buenos Aires Sul. Certa noite, depois de onze meses na missão, o élder Voorheis e seu companheiro foram atacados por ladrões armados. Num ato de violência sem sentido, um deles acertou um tiro na cabeça do élder Voorheis. (…)

    O élder Voorheis continua quase completamente paralisado e incapaz de falar, mas tem um maravilhoso espírito e pode responder a perguntas por meio de movimentos da mão. Ele ainda usa sua plaqueta de missionário. Seus pais não perguntam: “Por que isso aconteceu com nosso nobre filho, que estava servindo a um chamado do Mestre?” Ninguém sabe a resposta certa, a não ser, talvez, que se trate de circunstâncias nas quais um propósito mais elevado seja evidente. Precisamos andar pela fé.” (A Liahona, janeiro de 2000, pp. 70–71.)

    Leia Hebreus 11:1 e Alma 32:21 com os alunos. Saliente que a Tradução de Joseph Smith de Hebreus 11:1 (que se encontra no Guia para Estudo das Escrituras) diz “a fé é a certeza de coisas que se esperam, a prova das coisas que se não vêem”.

    • De acordo com esses versículos, qual é a definição de fé?

    • Citem algumas situações que exijam que os casados “andem pela fé”, como disse o Presidente Faust.

    Sugere-se que você peça aos alunos que citem exemplos de coisas que aconteceram com eles mesmos. Algumas das respostas possíveis são: problemas de saúde, impossibilidade de ter filhos, envelhecimento, filhos com deficiências físicas ou mentais, morte de entes queridos, problemas financeiros, filhos que se desviam e calamidades naturais. Saliente que podemos ter problemas até quando nos estamos esforçando por viver em retidão.

    Leia Morôni 7:32–33 com os alunos. Saliente que nossa fé tem de estar centralizada em Jesus Cristo. O Élder Richard G. Scott, do Quórum dos Doze Apóstolos, explicou que quando exercemos fé em Jesus Cristo, recebemos a força necessária para enfrentar os problemas:

    “O Senhor dará alívio com poder divino quando procurarem a libertação com humildade e fé em Cristo. (…) Ninguém poderá ajudá-los sem que vocês tenham fé. O seu crescimento pessoal depende disso. Não anseiem por uma vida praticamente livre de aflições, dores, pressões, problemas ou mágoas, pois essas são ferramentas que um Pai amoroso usa para estimular nosso crescimento e entendimento pessoal. Como as escrituras afirmam repetidamente, vocês receberão ajuda ao exercitarem a fé em Jesus Cristo. Demonstramos essa fé por meio de nossa disposição para confiar em Suas promessas, feitas por meio de Seus profetas e em Suas escrituras”. (Ver A Liahona, julho de 1994, p. 8.)

    Saliente que marido e mulher devem fazer um esforço conjunto para centralizar a vida no Salvador. O Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse:

    ”Vocês querem ter capacidade, proteção e segurança (…) na vida conjugal e na eternidade? Sejam verdadeiros discípulos de Jesus. Sejam verdadeiros membros da Igreja, empenhados, membros da Igreja nas palavras e nas ações. Acreditem que sua fé tem tudo a ver com seu romance, por que é verdade. (…) Jesus Cristo, a Luz do Mundo, é a única luz capaz de permitir-lhes ver claramente o caminho do amor e felicidade que você e seu amado devem seguir.” [“How Do I Love it Thee?” (discurso realizado em um devocional da Universidade Brigham Young, no dia 15 de fevereiro de 2000), p. 6.]

    • Como o aumento da fé no Salvador pode ajudar marido e mulher a solidificarem o relacionamento que têm? (A relação abaixo contém algumas das respostas possíveis.)

    1. Um passa a tratar o outro de maneira mais cristã. Passam a ser mais carinhosos, gentis, pacientes, dispostos a ajudar e a escutar um ao outro.

    2. Passam a ser mais humildes e a estar mais inclinados a arrependerem-se e seguir os ensinamentos do Salvador. Quanto mais marido e mulher estiverem dispostos a se arrepender e serem mais semelhantes a Cristo, mais harmonia haverá no casamento.

    • O que marido e mulher podem fazer juntos para aumentar a fé que têm no Salvador? (Peça aos alunos que contem experiências pelas quais tenham passado e que hajam fortalecido sua fé no Salvador. Sugere-se que além de pedir que os alunos respondam, você mencione os princípios da relação abaixo.)

    1. Obedecer as leis e ordenanças do evangelho. [Leia ou repita a seguinte declaração que o Bispo Robert D. Hales fez quando era o Bispo Presidente: “(…) a obediência às leis e ordenanças do evangelho é essencial para obtermos fé no Senhor Jesus Cristo”. (A Liahona, julho de 1990, p. 43.)

    2. Estudar as escrituras juntos. (Ler Helamã 15:7–8 com os alunos.)

    3. Confiar no Senhor. (Leia Provérbios 3:5–6 com os alunos. Saliente que ao enfrentarem os problemas, os casais podem decidir buscar a ajuda do Senhor muito fervorosamente, fazendo com que a fé tenha um papel mais ativo na vida diária.)

    O marido e a mulher são abençoados quando oram juntos.

    • Que bênçãos o marido e a mulher podem receber por se ajoelharem juntos para orar? (Incentive os alunos a contarem experiências devidamente relacionadas a essa pergunta. Além disso, leia a próxima citação e um dos próximos exemplos, ou os dois.)

    Quando era membro do Quórum dos Doze Apóstolos, o Élder Gordon B. Hinckley deu o seguinte conselho:

    “Não sei de nenhum hábito que tenha um efeito mais salutar em sua vida do que o de ajoelharem-se juntos no início e ao fim de cada dia. De alguma forma as pequenas tempestades, que, aparentemente, são um mau presente em todos os casamentos, se dissiparão quando ajoelhados diante do Senhor, agradecerem, na presença do outro, por terem um ao outro e, depois, rogarem juntos que Ele abençoe sua vida, sua casa e seus sonhos.

    Deus, então, será seu parceiro e suas conversas diárias com Ele lhes darão tal paz ao coração e alegria à vida que seria impossível conseguir de qualquer outra maneira. Seu companheirismo ficará cada vez mais agradável com o transcorrer dos anos, seu amor aumentará e seu apreço e gratidão um pelo outro também.” [Conference Report (Relatório da Conferência Geral), abril de 1971, p. 83; ou Ensign, junho de 1971, p. 72.]

    Certo marido disse que as orações da mulher ajudavam a inspirá-lo a ser melhor marido e pai. Ao ajoelhar-se ao lado da mulher para orar, com as mãos dela entre as suas, escutar as suas súplicas ao Pai Celestial, em que ela fala das coisas que a preocupam. O amor que sente por ela aumenta porque ele sabe que ela é sincera e pura de coração. Ele sabe que quando ela fala com o Pai Celestial, tudo o que deseja, sinceramente, é servi-Lo retamente.

    Em outra família, o marido passou muito tempo incapacitado. Todas as noites, antes de dormir, ele e a mulher agradeciam ao Pai Celestial pelas bênçãos que recebiam e pediam a Sua orientação quanto ao que fazer para criar os quatro filhos com o pouco dinheiro que recebiam. Anos depois, quando o marido já estava apto a voltar ao trabalho, perguntaram-lhes como tinham conseguido levar a vida na época das dificuldades. Eles testificaram que o esforço e aoração em conjunto foram fundamentais. Em respostas às orações sinceras que fizeram, receberam muitas bênçãos; uma delas foi a esperança que ainfluência confortante do Espírito lhes deu.

    • Como a oração em conjunto pode ajudar marido e mulher a resolverem os problemas do casamento? (Quando os alunos responderem a esta pergunta, saliente que, às vezes marido e mulher param de orar juntos quando se irritam um com o outro. Contudo, a oração é um instrumento importantíssimo para ajudá-los a resolver esse tipo de problema.)

    O Presidente Thomas S. Monson, da Primeira Presidência, falou do dia em que ele e a mulher, Frances, foram selados no Templo de Salt Lake. Benjamin Bowring, que realizou a cerimônia, deu-lhes o seguinte conselho: “Posso oferecer aos recém-casados uma fórmula para que qualquer desavença que venham a ter não dure mais que um dia? Todas as noites, ajoelhem-se juntos ao pé da cama. Numa noite, irmão Monson, você profere a oração, em voz alta, ajoelhado. Na noite seguinte, você, irmã Monson, profere a oração, em voz alta, ajoelhada. Posso garantir-lhes que qualquer mal-entendido que acontecer durante o dia se desvanecerá enquanto orarem. Simplesmente não conseguirão orar juntos e reter senão os melhores sentimentos um para com o outro”. (A Liahona, janeiro de 1989, p. 73.)

    O Élder David B. Haight, do Quórum dos Doze Apóstolos disse: “Se como marido e mulher, vocês estiverem tendo desentendimentos sérios ou caso sintam que a tensão se está acumulando em seu casamento, devem ajoelhar-se juntos humildemente e pedir a Deus, nosso Pai, com sinceridade e com real intenção, que Ele dissipe as trevas que envolvem o relacionamento entrevocês, para que recebam a luz de que precisam, vejam os próprios erros, arrependam-se do que tenham feito de errado, perdoem um ao outro e recebam um ao outro como o fizeram a princípio. Asseguro-lhes solenemente que Deus vive e que responderá suas súplicas humildes”. (Ver A Liahona, julho de 1984, p. 24.)

    Peça aos alunos casados que avaliem em pensamento seu próprio empenho em orar com o cônjuge. Saliente que nas famílias em que há somente um dos pais, a oração pessoal fervorosa proporciona à família as bênçãos de Deus.

    Conclusão

    Saliente que quando marido e mulher fazem um esforço conjunto para exercer fé em Jesus Cristo e orar, passam a ser mais felizes, mais unidos e mais capazes de enfrentar os problemas.

    Seguindo a orientação do Espírito, preste testemunho das verdades abordadas em aula.

    Indique as páginas 21–24 do guia de estudos do curso de Relacionamento Conjugal e Familiar Guia de Estudo do Participante e incentive os alunos a recapitularem os princípios e doutrinas desta lição (1) colocando em prática no mínimo uma das idéias da seção “Sugestões de Aplicação” e (2) lendo o artigo “Encontrar Alegria na Vida”, escrito pelo Élder Richard G. Scott. Saliente que os casados podem beneficiar-se muito lendo juntos os artigos do guia de estudos e conversando sobre eles.

    Lembre os alunos de trazerem o guia de estudos na próxima aula.