Os Profetas e a Revelação
    Notas de rodapé

    Os Profetas e a Revelação

    Observação: As seguintes atividades de domínio doutrinário podem ser feitas no curso de várias aulas ou em uma única aula.

    Entender a Doutrina (35 minutos)

    Segmento 1 (10 minutos)

    Escreva a seguinte pergunta no quadro: Quais são alguns dos aspectos da nossa Igreja que a tornam única? Peça aos alunos que respondam. À medida que responderem, escreva as respostas no quadro. Explique aos alunos que um dos aspectos que torna a nossa Igreja diferente das outras é a nossa crença em profetas vivos e revelação contínua.

    Saliente que o Novo Testamento contém três passagens de domínio doutrinário que nos ajudam a entender melhor o tópico sobre profetas e revelação. Escreva as seguintes referências no quadro e dê tempo aos alunos para que as leiam e marquem ou anotem a passagem de maneira diferente para que seja facilmente identificada como uma passagem de domínio doutrinário: João 15:16; Efésios 2:19–20; Efésios 4:11–14.

    Peça aos alunos que consultem o tópico doutrinário 5, “Profetas e Revelação”, no Documento Principal de Domínio Doutrinário. Peça a diferentes alunos que se revezem na leitura em voz alta dos cinco parágrafos. Peça à classe que acompanhe a leitura, procurando declarações de doutrina que sejam apoiadas pelas três passagens de domínio doutrinário no quadro.

    Peça aos alunos que relatem o que encontrarem. Você pode pedir que eles marquem ou sublinhem as seguintes declarações de doutrina:

    • Profeta é uma pessoa chamada por Deus para falar em Seu nome.

    • Os profetas testificam de Jesus Cristo e ensinam Seu evangelho. Eles revelam a vontade de Deus e Sua verdadeira personalidade. Eles denunciam o pecado, advertem sobre suas consequências e nos ajudam a evitar falsidades.

    • Durante Seu ministério mortal e novamente em nossos dias, o Senhor organizou sua Igreja sobre o fundamento dos profetas e apóstolos.

    Segmento 2 (5 minutos)

    Escreva a seguinte doutrina no quadro: Um profeta é uma pessoa chamada por Deus para falar em nome Dele. Peça aos alunos que leiam João 15:16 em silêncio, procurando palavras e frases que ensinam essa doutrina.

    Peça aos alunos que relatem o que encontrarem. Sugira que marquem a frase: “Não me escolhestes vós a mim, porém eu vos escolhi a vós, e vos designei”.

    • O que essa passagem ensina sobre como uma pessoa se torna profeta?

    • Por que é importante entender que os profetas são escolhidos e chamados por Deus e não pelo homem?

    Explique aos alunos que a palavra designei significa investir oficialmente com a autoridade do sacerdócio de Deus pela imposição de mãos.

    • Por que é importante que alguém seja devidamente designado a fim de falar em nome de Deus?

    Segmento 3 (10 minutos)

    Escreva as seguintes declarações de doutrina no quadro: Os profetas testificam de Jesus Cristo e ensinam Seu evangelho. Eles revelam a vontade e a verdadeira personalidade de Deus. Eles denunciam o pecado, advertem sobre suas consequências e nos ajudam a evitar falsidades.

    Peça a um aluno que leia Efésios 4:11–14 em voz alta. Peça à classe que acompanhe a leitura, procurando palavras ou frases que apoiem as declarações de doutrina escritas no quadro.

    Peça aos alunos que relatem o que encontrarem.

    Ressalte que o versículo 12 ensina três importantes razões pelas quais Deus chama profetas. Incentive os alunos a marcar essas três razões.

    Divida a classe em três grupos e designe a cada grupo uma das seguintes perguntas para debaterem juntos: (Sugira que os alunos consultem as declarações de doutrina referentes a Efésios 4:11–14 escritas no quadro. Lembre-os de que nós apoiamos os membros da Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos como profetas.

    1. De que maneiras os profetas ajudam a aperfeiçoar os santos?

    2. Quais são alguns exemplos da “obra do ministério” (versículo 12) que os profetas realizam?

    3. Como os profetas edificam ou fortalecem a Igreja?

    Peça os alunos que façam uma leitura silenciosa de Efésios 4:13–14 e identifiquem algumas bênçãos de termos profetas vivos na Igreja.

    Peça aos alunos que relatem o que encontrarem.

    • Como os profetas nos ajudam enquanto membros da Igreja a alcançar a “unidade da fé” (versículo 13)? Por que isso é importante?

    • Como os profetas nos ajudam a não ser “levados em roda por todo o vento de [falsa] doutrina” (versículo 14)?

    • Quais são alguns exemplos de falsas doutrinas que os profetas nos ajudam a evitar?

    Peça aos alunos que respondam à seguinte pergunta no diário de estudo das escrituras ou no caderno:

    • De que maneira um discurso, ensinamento ou testemunho recente de um profeta ajudou vocês a aumentar seu conhecimento sobre Jesus Cristo e Seu evangelho ou a evitar ensinamentos falsos?

    Após dar-lhes tempo suficiente, peça a alguns alunos que contem à classe o que escreveram, se desejarem.

    Segmento 4 (10 minutos)

    Escreva no quadro a seguinte declaração de doutrina ensinada em Efésios 2:19–20: Durante Seu ministério mortal e novamente em nossos dias, o Senhor organizou sua Igreja sobre o fundamento dos profetas e apóstolos.

    Explique aos alunos que o apóstolo Paulo escreveu sua epístola com o desejo de fortalecer espiritualmente, proteger e unir os membros da Igreja em Éfeso, pois alguns estavam se afastando da fé.

    Peça a um aluno que leia Efésios 2:19–20 em voz alta. Peça à classe que acompanhe a leitura, procurando palavras ou frases que apoiem a declaração de doutrina escrita no quadro.

    Peça aos alunos que relatem o que encontrarem.

    • Como vocês acham que saber que Cristo organizou Sua Igreja sobre a fundação de profetas e apóstolos pode ter fortalecido os santos em Éfeso?

    • Por que é importante que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias também esteja organizada sobre a fundação de profetas e apóstolos?

    Divida os alunos em duplas ou pequenos grupos e peça-lhes que discutam a seguinte pergunta:

    • Muitas pessoas acreditam que uma religião organizada não é necessária, pois foi algo inventado pelo homem. Como vocês poderiam usar a doutrina ensinada em Efésios 2:19–20 para ajudar alguém a entender a importância de pertencer à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias?

    Depois de dar tempo suficiente, peça aos alunos que relatem à classe o que debateram.

    Peça a um aluno que leia em voz alta a seguinte declaração do Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos. Peça à classe que procure identificar o que o Élder Christofferson disse a respeito do propósito da Igreja. (Você pode entregar uma cópia da declaração a cada aluno.)

    Élder D. Todd Christofferson

    “Compreendo que há pessoas que se consideram religiosas ou espirituais, porém rejeitam participar de uma igreja e até mesmo desconsideram a necessidade de uma instituição como tal. A prática religiosa para essas pessoas é puramente pessoal. Contudo, a Igreja é a criação Dele em Quem nossa espiritualidade está centrada: Jesus Cristo. (…)

    Então, no meridiano dos tempos, Jesus organizou Sua obra de uma forma que o evangelho pudesse ser estabelecido simultaneamente em várias nações e entre povos diversos. A Igreja de Jesus Cristo foi edificada sobre o ‘fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina’ [Efésios 2:20] e incluía ofícios adicionais como setentas, élderes, bispos, sacerdotes, mestres e diáconos. (…)

    Após a apostasia e a desintegração da Igreja que Ele havia organizado quando estava na Terra, o Senhor restabeleceu A Igreja de Jesus Cristo novamente, por intermédio do Profeta Joseph Smith. O antigo propósito, que é o de pregar as boas novas do evangelho de Jesus Cristo e administrar as ordenanças de salvação — em outras palavras, trazer pessoas a Cristo — permanece” (“Qual a Razão da Igreja”, A Liahona, novembro de 2015, p. 108).

    • De acordo com o Élder Christofferson, qual era o propósito da Igreja antigamente e qual é o propósito da Igreja hoje?

    Exercícios Práticos (30–40 minutos)

    Ajude os alunos a aplicar os três princípios de Adquirir Conhecimento Espiritual em relação ao tópico doutrinário “Profetas e Revelação”: agir com fé, examinar conceitos e perguntas com uma perspectiva eterna e buscar mais entendimento por meio de fontes divinamente atribuídas.

    Os exercícios desta seção podem ser feitos em um mesmo dia ou em dias diferentes, dependendo da sua programação e das necessidades dos alunos.

    Exercício 1 (20–25 minutos)

    Anote estes três princípios no quadro:

    • Agir com Fé.

    • Examinar conceitos e perguntas com uma perspectiva eterna.

    • Buscar mais entendimento por meio de fontes divinamente atribuídas.

    Dê uma cópia do livreto Para o Vigor da Juventude, (2011) para cada aluno e peça-lhes que o folheiem à procura de vários comportamentos que os profetas modernos nos aconselham evitar.

    Peça aos alunos que relatem o que encontraram e relacione várias respostas deles no quadro.

    Diga à classe que imaginem que tenham um amigo de outra religião que comenta: “Acho tão esquisito que os mórmons não…” Peça aos alunos que completem a frase com alguma coisa da lista no quadro.

    ícone da folha
    Peça-lhes também que pensem em como podem usar os três princípios escritos no quadro para responder com confiança ao comentário do amigo. Explique-lhes que eles terão a oportunidade de dramatizar essa situação. Use as perguntas a seguir para ajudar os alunos a organizar suas ideias. (Você poderia fornecer essas perguntas para os alunos numa folha de papel.)

    Agir com fé:

    • Como você acha que sua obediência fiel aos ensinamentos dos profetas poderia ajudá-lo a responder à pergunta do seu amigo?

    • Como você poderia encorajar seu amigo a agir com fé a respeito desse assunto?

    Examinar conceitos e perguntas com uma perspectiva eterna:

    • O que você sabe a respeito do papel dos profetas no Plano de Salvação estabelecido pelo Pai Celestial?

    • Quais são alguns dos possíveis mal-entendidos ou das falsas suposições que seu amigo talvez tenha a respeito de profetas?

    • Como os profetas já o fortaleceram e o ajudaram a conhecer mais a respeito de Jesus Cristo e do Pai Celestial?

    Buscar mais entendimento por meio de fontes divinamente atribuídas:

    • Que fontes você pode usar para obter mais entendimento do porquê de os profetas nos darem conselhos para que evitemos o comportamento que seu amigo comentou? [Dê algum tempo aos alunos para procurarem ensinamentos (como os que estão no livreto Para o Vigor da Juventude), discursos e testemunhos de profetas dos últimos dias que possam ajudá-los a entender melhor e explicar o conselho e os ensinamentos dos profetas.]

    Depois de um tempo suficiente, separe os alunos em duplas e peça-lhes que digam um ao outro como responderiam ao amigo na situação acima. Depois de mostrarem sua resposta ao colega, encerre esta atividade convidando alguns alunos para prestarem testemunho a respeito dos profetas dos últimos dias.

    Exercício 2 (10–15 minutos)

    Anote estes três princípios no quadro:

    • Agir com Fé.

    • Examinar conceitos e perguntas com uma perspectiva eterna.

    • Buscar mais entendimento por meio de fontes divinamente atribuídas.

    Leia a seguinte situação para a classe:

    Você tem um amigo em seu quórum ou classe que começou deixar de vir à Mutual e às reuniões de domingo na Igreja. Você decide conversar com ele sobre isso. Seu amigo comenta: “Sabe, fico pensando por que é necessário ir a uma igreja específica. Existem muitas pessoas boas no mundo que não vão à nenhuma igreja, nem à nossa. Acho que, desde que elas vivam uma vida decente e tratem bem as outras pessoas, elas vão conseguir ir para o céu”.

    • Que pontos de doutrina sobre profetas e revelação poderiam ajudar seu amigo a entender a importância de frequentar fielmente as reuniões da Igreja?

    • O que vocês poderiam fazer para ajudar seu amigo a agir com fé, examinar conceitos e perguntas com uma perspectiva eterna e buscar mais entendimento por meio de fontes divinamente atribuídas a fim de entender melhor a importância de frequentar as reuniões da Igreja?

    Revisão de Domínio Doutrinário

    Dê aos alunos alguns minutos para recapitular as passagens de domínio das escrituras que aprenderam até agora no ano letivo. Peça a um aluno que venha à frente da sala com suas escrituras. Peça-lhe que abra uma das passagens de domínio doutrinário, sem mostrar a ninguém. Diga-lhe que escreva no quadro uma palavra da passagem de domínio doutrinário. (Incentive o aluno a escolher palavras-chave significativas em vez de palavras menos esclarecedoras como e ou a).

    Peça ao restante da classe que examine suas escrituras à procura da passagem de domínio doutrinário da qual eles acham que a palavra provém. Se ninguém conseguir encontrar a passagem correta com uma palavra, peça ao aluno que escreva no quadro outra palavra da passagem de domínio doutrinário. Repita o processo até que pelo menos um aluno tenha encontrado a passagem correta. Peça ao restante da classe que abra as escrituras naquela passagem e que a recitem juntos. Depois, repita a atividade com outro aluno em uma passagem de domínio doutrinário diferente.