Novo Testamento 2019
    25 a 31 de março. Mateus 14–15; Marcos 6–7; João 5–6: “Não tenhais medo”
    Notas de rodapé
    Theme

    “25 a 31 de março. Mateus 14–15; Marcos 6–7: João 5–6: ‘Não tenhais medo’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Novo Testamento 2019

    “25 a 31 de março. Mateus 14–15; Marcos 6–7: João 5–6”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2019

    Go and Feed Them

    Feed Them [Apascenta as Minhas Ovelhas], de Jorge Cocco

    25 a 31 de março

    Mateus 14–15; Marcos 6–7; João 5–6

    “Não tenhais medo”

    Ao ler Mateus 14–15; Marcos 6–7 e João 5–6, identifique verdades que sejam significativas para você. Você pode fazer a si mesmo perguntas do tipo: “O que os relatos nesses capítulos têm a ver comigo?”, “Quais mensagens encontro para minha vida?” ou “O que gostaria de compartilhar com minha família ou outras pessoas?”

    Registre suas impressões

    O que inspirou Pedro a deixar a segurança de seu barco, no meio do mar da Galileia, durante uma forte tempestade? O que o levou a acreditar que, se Jesus podia caminhar sobre a água, ele também poderia? Não podemos saber com certeza, mas talvez Pedro compreendia que o Filho de Deus veio não apenas para realizar coisas maravilhosas para o povo, mas também para conceder poder a pessoas como Pedro para executar prodígios também. Afinal de contas, o chamado de Jesus era: “Vem, segue-me” (Lucas 18:22). Pedro já tinha aceitado esse convite anteriormente e, agora, estava tentando aceitá-lo novamente mesmo que isso significasse se confrontar com seus temores e fazer algo aparentemente impossível. Talvez o Senhor não nos peça para sairmos de um barco andando no meio de uma tempestade ou contribuirmos com nosso suprimento escasso de pão quando milhares precisam se alimentar, mas Ele pode pedir que aceitemos instruções mesmo quando não as compreendamos plenamente. Qualquer que sejam os Seus convites para nós, algumas vezes podem ser surpreendentes ou mesmo assustadores. Mas os milagres podem acontecer se nós, como Pedro, pudermos deixar de lado nossos temores e nosso entendimento limitado e segui-Lo com fé.

    Integrated Curriculum Illustration

    Ideias para o estudo pessoal das escrituras

    João 5:17–47

    Jesus Cristo honrou a Seu Pai

    O relacionamento entre o Pai Celestial e cada um de Seus filhos tem uma natureza sagrada. Nesses versículos, Jesus Cristo nos deu um padrão inspirado a ser seguido em nosso relacionamento com o Pai Celestial. Leia João 5:17–47 e marque ou anote cada ocorrência da palavra Pai. De que maneira o Salvador honrou a Seu Pai e como podemos seguir Seu exemplo? O que você aprendeu acerca de como o Pai Celestial Se sente sobre Seu Filho? Como o fortalecimento de seu relacionamento com o Pai Celestial aumenta seu desejo de buscar Sua vontade e obedecer a ela?

    Ver também João 17; Jeffrey R. Holland, “A grandiosidade de Deus”, A Liahona, novembro de 2003, p. 70.

    Mateus 14:16–21; Marcos 6:33–44; João 6:5–14

    O Salvador pode magnificar minha oferta humilde para cumprir Seus propósitos.

    Você já se sentiu incapaz de satisfazer todas as necessidades que vê à sua volta — em seu lar, nos relacionamentos ou na sociedade? Os discípulos de Jesus podem ter se sentido incapazes quando Ele pediu que alimentassem mais de 5 mil pessoas famintas (ver Mateus 14:21) quando havia apenas cinco pães e dois peixes. Ao ler sobre o milagre que ocorreu em seguida, pondere sobre como Deus pode usar nossa oferta humilde de serviço para abençoar aqueles à nossa volta. De que maneira Ele pode magnificar seus esforços ao servirmos na Igreja? Considere essa declaração do presidente James E. Faust: “Muita gente anônima com dons equivalentes apenas a cinco pães e dois peixes magnifica seus chamados e serve sem receber atenção ou reconhecimento, literalmente alimentando a muitos” (“Cinco pães e dois peixes”, A Liahona, julho de 1994, p. 5).

    Mateus 14:22–33; Marcos 6:45–52; João 6:15–21

    Jesus Cristo me convida a abandonar meus temores e minhas dúvidas, exercendo a fé que tenho Nele.

    Imagine os detalhes da cena descrita em Mateus 14:22–33, Marcos 6:45–52 e João 6:15–21. Imagine como Pedro e os outros discípulos se sentiram. O que você aprendeu a respeito do discipulado com as palavras e ações do Salvador nesses versículos? O que você aprendeu com as palavras e ações de Pedro? (Ver também 1 Néfi 3:7.) O que o Senhor o está convidando a fazer que é semelhante a caminhar fora do barco? O que você encontra nesses versículos que lhe dá coragem para exercer sua fé em Jesus Cristo?

    João 6:22–71

    Como um discípulo de Jesus Cristo, preciso ter o desejo de acreditar na verdade e aceitá-la mesmo quando for difícil fazê-lo.

    No dia seguinte ao que Jesus providenciou milagrosamente pão para as multidões no deserto, Seus seguidores encontraram-No e pediram mais pão. Entretanto, eles ficaram desapontados e até mesmo ofendidos quando, em vez disso, Ele lhes ofereceu uma forma espiritual de alimento — “o pão da vida” (João 6:48). Muitos acharam que aquele era um “duro (…) discurso” (João 6:60).

    Você já teve a experiência de sentir que algo que o Salvador ou um de Seus servos ensinou era uma doutrina “dura” ou difícil de aceitar? Pense sobre essas experiências ao ler esse relato, particularmente as palavras de Pedro nos versículos 68–69. Quais são algumas das palavras de “vida eterna” (João 6:68) que o ajudam a manter seu compromisso de seguir o Salvador?

    Ver também M. Russell Ballard, “Para quem iremos nós?”, A Liahona, novembro de 2016, p. 90.

    Integrated Curriculum Illustration

    Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

    Ao ler as escrituras com sua família, o Espírito pode ajudá-lo a saber quais princípios devem ser enfatizados e debatidos a fim de satisfazer as necessidades de sua família. Eis algumas sugestões:

    Mateus 14:16–21

    Ao ler sobre as 5 mil pessoas que foram alimentadas, vocês poderiam provar um pouco de pão com peixe e imaginar quanto seria preciso para alimentar aquelas 5 mil pessoas. De que maneira sua família tem sido nutrida espiritualmente por Cristo? De que maneira Ele tem utilizado você para nutrir outras pessoas?

    Jesus Christ. Miracles

    Jesus alimentou de forma milagrosa 5 mil pessoas com cinco pães e dois peixes.

    Mateus 14:22–33

    Sua família vai gostar de fazer uma representação da história nesses versículos. Por que os discípulos no barco ficaram com medo? Como Pedro foi capaz de superar seus temores e deixar o barco? De que maneira ele demonstrou fé mesmo quando começou a afundar? De que maneira somos algumas vezes semelhantes a Pedro?

    João 5:1–16

    Peça aos membros da família que observem a ocorrência da palavra “são” (sadio) e curado nesses versículos. De que maneiras Jesus Cristo pode curar as pessoas? Quando e como Ele nos curou?

    João 6:28–58

    Dê a cada membro da família um pedaço de pão para comer e faça um debate sobre os benefícios que recebemos do pão e de outros alimentos saudáveis. Então consulte esses versículos novamente, procurando ver por que Jesus Cristo chamou a Si mesmo de “pão da vida” (João 6:35).

    Para mais ideias para ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar.

    Aperfeiçoar o estudo pessoal

    Busque suas próprias inspirações espirituais. Em seu estudo pessoal e familiar, não se limite às passagens das escrituras mencionadas nesses esboços. Da mesma forma, o Senhor tem mensagens para você nos capítulos que não foram incluídos aqui. Busque-os em espírito de oração.

    Against the Wind

    Against the Wind [Contra o Vento], de Liz Lemon Swindle