Estudo Pessoal e Familiar
4 a 10 de outubro. Doutrina e Convênios 111–114: “Ordenarei todas as coisas para o vosso bem”
anterior próximo

“4 a 10 de outubro. Doutrina e Convênios 111–114: ‘Ordenarei todas as coisas para o vosso bem’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Doutrina e Convênios 2021

“4 a 10 de outubro. Doutrina e Convênios 111–114”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2021

4 a 10 de outubro

Doutrina e Convênios 111–114

“Ordenarei todas as coisas para o vosso bem”

Em espírito de oração, peça orientação ao Espírito quando ler Doutrina e Convênios 111–114 e registre suas impressões. Depois, pense em como vai fazer para colocar em prática as impressões que teve.

Registre suas impressões

Alguma vez você já teve uma experiência espiritual que o fez se sentir confiante e seguro em sua fé, mas, depois, as provações da vida testaram sua fé e você teve dificuldades em recuperar a paz que sentia antes? Aconteceu algo assim com os santos em Kirtland. Menos de um ano depois das manifestações espirituais relacionadas à dedicação do Templo de Kirtland, surgiram problemas. Uma crise financeira, discórdia no Quórum dos Doze Apóstolos e outras provações fizeram com que a fé de alguns ficasse abalada.

Não podemos evitar as provações, então, o que devemos fazer para que elas não ameacem nossa fé e nosso testemunho? Talvez parte da resposta esteja no conselho do Senhor em Doutrina e Convênios 112, dado enquanto as adversidades em Kirtland estavam aumentando cada vez mais. O Senhor disse: “Purificai o coração diante de mim” (versículo 28), “não vos rebeleis” (versículo 15), “cingi os teus lombos para o trabalho” (versículo 7) e “sê humilde” (versículo 10). Ao seguirmos esses conselhos, o Senhor nos “conduzirá pela mão” através da adversidade até a cura e a paz (ver os versículos 10 e 13).

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Doutrina e Convênios 111

O Senhor pode “[ordenar] todas as coisas para o [meu] bem”.

Até 1836, a Igreja tinha acumulado grandes dívidas fazendo a obra do Senhor. Enquanto Joseph Smith e outros estavam preocupados com essas dívidas e pensavam em como pagá-las, eles viajaram para Salém, Massachusetts, talvez porque houvesse rumores de que algum dinheiro tinha sido abandonado em alguma casa naquela cidade (ver o cabeçalho de Doutrina e Convênios 111). Depois de chegarem a Salém, o Senhor declarou: “Há mais de um tesouro para vós nesta cidade” (versículo 10) — tesouros que incluíam pessoas que Ele “[reuniria] no devido tempo para o benefício de Sião” (versículo 2; ver também Êxodo 19:5). Embora ninguém tivesse achado dinheiro em Salém, os conversos que resultaram do trabalho missionário foram parte do cumprimento da promessa do Senhor.

Ao ler a seção 111, pense sobre as coisas que o preocupam. Reflita em como as palavras do Senhor a Joseph poderiam se aplicar a você. De que maneira o Senhor já o ajudou a encontrar “tesouros” inesperados? (Ver versículo 10.) Pense no que Ele tem feito para “[ordenar] todas as coisas para o [seu] bem” (versículo 11). O que a frase “tão depressa quanto fordes capazes de recebê-las” ensina a respeito do Pai Celestial?

Ver também Mateus 6:19–21, 33; “Mais de um tesouro”, Revelações em Contexto, pp. 236–241.

Doutrina e Convênios 112:3–15

O Senhor abençoa aqueles que procuram humildemente fazer Sua vontade.

No verão de 1837, a união do Quórum dos Doze começou a diminuir. Havia discordâncias sobre responsabilidades, e alguns membros estavam criticando o profeta Joseph Smith. Thomas B. Marsh, que na época era o presidente do Quórum dos Doze, estava preocupado e foi do Missouri até Ohio, procurando o conselho do profeta. Sua resposta veio por meio da revelação na seção 112. De que maneira o conselho do Senhor ajudou o irmão Marsh e seu quórum? Que lições essa seção tem para você que podem ajudá-lo a acabar com brigas e animosidade?

Pondere especialmente o versículo 10. O que significa para o Senhor “[conduzi-lo] pela mão”? Por que a humildade é requerida para esse tipo de orientação?

Ver também Ulisses Soares, “Ser manso e humilde de coração”, A Liahona, novembro de 2013, p. 9; “A fé e a queda de Thomas Marsh”, Revelações em Contexto, pp. 55–62.

Se formos humildes, o Senhor vai nos guiar e responder a nossas orações.

Doutrina e Convênios 113

Joseph Smith era “um servo nas mãos de Cristo”.

Isaías referiu-se a um dos descendentes de Jessé como “vara” e “raiz” (Isaías 11:1, 10). Na seção 113, o Senhor explica que esse descendente, um servo de Cristo, seria muito útil na coligação do povo do Senhor nos últimos dias (ver Doutrina e Convênios 113:4, 6) — uma profecia que descreve muito bem o profeta Joseph Smith. De que maneira essa e outras verdades na seção 113 podem ter encorajado os santos durante os tumultos que estavam ocorrendo em Kirtland? O que há nessa revelação que o motiva a participar da obra do Senhor hoje?

Ver também Guia para o Estudo das Escrituras “Jessé”, scriptures.ChurchofJesusChrist.org; 2 Néfi 21:10–12; Joseph Smith—História 1:40.

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Doutrina e Convênios 111:2, 9–11.

Esses versículos podem dar início a uma conversa sobre os valores de sua família como “tesouros” eternos. Você poderia fazer uma caça ao tesouro, escondendo objetos pela casa que representem as coisas que o Senhor considera como tesouros. Quando todos os itens forem encontrados, debata o que vocês podem fazer para mostrar que os valorizam.

Doutrina e Convênios 112:10.

O élder Ulisses Soares descreveu as pessoas humildes desta forma: “Os humildes são ensináveis, reconhecem como são dependentes de Deus e desejam submeter-se a Sua vontade. Os humildes são mansos e têm a capacidade de influenciar outros a serem humildes também” (“Ser manso e humilde de coração”, A Liahona, novembro de 2013, p. 10). Pense em maneiras de ajudar sua família a entender o que significa ser humilde. Vocês poderiam cantar um hino sobre humildade como “Sê humilde” (Hinos, nº 74) enquanto uma pessoa da família toma outra pela mão, guiando-a pela casa. Outra ideia poderia ser contar experiências de quando o Senhor guiou vocês “pela mão” e “[respondeu às suas] orações”.

Doutrina e Convênios 112:11–14, 26.

Qual é a diferença entre saber o nome de uma pessoa e conhecê-la? O que aprendemos nos versículos 11–14 sobre o que significa conhecer o Senhor?

Doutrina e Convênios 112:15.

O que significa “rebelar-se” contra o profeta? O que há nesses versículos que pode nos ajudar a querer apoiar o profeta?

Doutrina e Convênios 113:7–8.

O que aprendemos no versículo 8 que vai ajudar a “fazer Sião voltar” e redimir Israel?

Para mais ideias sobre como ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Hino sugerido: “Sê humilde”, Hinos, nº 74.

Aperfeiçoar o ensino

Viver seu testemunho. O élder Neal A. Maxwell ensinou: “Você ensina o que você é. As suas características vão ser mais lembradas (…) do que uma verdade específica de uma aula em particular” (Ensinar à Maneira do Salvador, p. 13).

Thomas B. Marsh registra a revelação que recebeu por intermédio de Joseph Smith. Be Thou Humble [Sê Humilde], de Julie Rogers.