Estudo Pessoal e Familiar
3 a 9 de maio. Doutrina e Convênios 46–48: “Procurai com zelo os melhores dons”
anterior próximo

“3 a 9 de maio. Doutrina e Convênios 46–48: ‘Procurai com zelo os melhores dons’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Doutrina e Convênios, 2021

“3 a 9 de maio. Doutrina e Convênios 46–48”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2021

The Camp Meeting, de Worthington Whittredge

3 a 9 de maio

Doutrina e Convênios 46–48

“Procurai com zelo os dons melhores”

Ao ler Doutrina e Convênios 46–48, registre as impressões espirituais que receber. Depois pergunte, como o élder Richard G. Scott sugeriu: “Há algo mais que eu deva saber?” (“Receber orientação espiritual”, A Liahona, novembro de 2009, p. 8.)

Registre suas impressões

Quando Parley P. Pratt, Oliver Cowdery, Ziba Peterson e Peter Whitmer Jr. saíram de Kirtland para pregar em outros lugares, deixaram ali mais de cem conversos muito zelosos, mas pouco experientes. Não havia manuais de instrução, reuniões de treinamento de liderança, transmissões da conferência geral — na verdade, não havia muitas cópias do Livro de Mórmon em circulação. Muitos desses novos membros foram atraídos para o evangelho restaurado pela promessa de manifestações maravilhosas do Espírito, especialmente aquelas que eles conheciam por estudarem o Novo Testamento (ver, por exemplo, 1 Coríntios 12:1–11). Logo, algumas expressões incomuns de adoração — incluindo cair no chão ou se contorcer como uma cobra — começaram a surgir nas reuniões da Igreja. Muitos achavam difícil discernir quais manifestações eram do Espírito e quais não eram. Ao ver a confusão, Joseph Smith orou pedindo ajuda. A resposta do Senhor é igualmente valiosa hoje em dia, em que as pessoas, com frequência, rejeitam ou ignoram as coisas do Espírito. O Senhor revelou que as manifestações espirituais são reais e esclareceu o que elas são — dons de um Pai Celestial amoroso, “dados em benefício daqueles que [O] amam e guardam todos os [Seus] mandamentos” (Doutrina e Convênios 46:9).

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Doutrina e Convênios 46:1–6

Todos os que buscam a Deus com sinceridade são bem-vindos a adorar na Igreja do Senhor.

As reuniões de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias devem estar entre as mais acolhedoras e inspiradoras do mundo. Como o Senhor nos aconselha em Doutrina e Convênios 46:1–6 a receber as pessoas que vão às nossas reuniões? Seus amigos e seus vizinhos se sentem bem-vindos nas reuniões de adoração de sua ala? O que você está fazendo para que as pessoas sintam o desejo de retornar às reuniões da Igreja? Pense em como seus esforços de seguir o Espírito Santo nas reuniões da Igreja influenciam sua experiência.

Ver também 3 Néfi 18:22–23; Morôni 6:5–9; vídeo “Bem-vindo”, no site VindeACristo.org; “Entusiasmo religioso entre os primeiros conversos de Ohio”, Revelações em Contexto, p. 107.

Doutrina e Convênios 46:7–33

Deus concede dons espirituais para abençoar Seus filhos.

Os primeiros santos acreditavam em dons espirituais, mas precisavam de alguma orientação sobre o propósito desses dons. Ao estudar sobre os dons do Espírito em Doutrina e Convênios 46:7–33, pense por que é importante “[lembrar] sempre por que são dados” (versículo 8). Pondere esses versículos e como eles se aplicam a esta declaração do élder Robert D. Hales: “Esses dons são dados aos que são fiéis a Cristo. Eles nos ajudam a conhecer e a ensinar as verdades do evangelho. Eles nos ajudam a abençoar as pessoas e nos guiam de volta à presença de nosso Pai Celestial” (“Gifts of the Spirit”, Ensign, fevereiro de 2002, p. 16). O que mais você pode aprender com esses versículos sobre as manifestações espirituais? Como essas verdades nos ajudam a “não [sermos] enganados”? (Versículo 8.)

Reflita sobre quais são seus dons espirituais e como você pode usá-los “para benefício dos filhos de Deus” (versículo 26). Se você tem uma bênção patriarcal, é provável que ela identifique os dons que lhe foram dados.

Ver também Tópicos do Evangelho, “Dons espirituais”, em topics.ChurchofJesusChrist.org.

Doutrina e Convênios 47

O Senhor deseja que Sua Igreja registre sua história.

O chamado de John Whitmer para registrar a história da Igreja deu continuidade a uma longa tradição de historiadores entre o povo de Deus (ver 2 Néfi 29:11–12; Moisés 6:5; Abraão 1:28, 31). Na verdade, o chamado de historiador e registrador da Igreja ainda existe hoje em dia. Em sua opinião, por que é tão importante para o Senhor que seja feito um registro histórico? Pondere isso ao ler Suas instruções a John Whitmer sobre essa designação na seção 47. Pense também nas experiências pessoais que você precisa registrar. Por exemplo, o que o Senhor lhe ensinou que você quer preservar?

Ao refletir sobre essas perguntas, pense sobre o ensinamento inspirado do élder Marlin K. Jensen, dos setenta, que serviu como historiador e registrador da Igreja de 2005 a 2012:

“Mantemos registros para nos ajudarem a lembrar. (…) Desejamos ajudar os membros da Igreja a se lembrarem das coisas maravilhosas que Deus já fez por Seus filhos. (…) [As] lições do passado (…) nos ajudam a lidar com o presente e nos dão esperança para o futuro” (“Um registro será escrito entre vós”, A Liahona, dezembro de 2007, pp. 26, 31).

Para saber mais sobre o trabalho atual que está sendo feito sob a direção do historiador da Igreja, visite o site: history.ChurchofJesusChrist.org.

John Whitmer foi chamado para manter um registro da história da Igreja.

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Doutrina e Convênios 46:2–6.

O que podemos fazer como família para garantir que as pessoas se sintam bem-vindas nas reuniões da Igreja? (3 Néfi 18:22–23.) A figura que acompanha esse esboço pode enriquecer o debate.

Doutrina e Convênios 46:7–26.

Que dons espirituais vemos uns nos outros? De que maneira esses dons abençoam nossa família?

Doutrina e Convênios 47.

Como você pode incentivar sua família a registrar suas histórias pessoais durante a semana? Você pode ler algumas das anotações de seu diário ou contar uma história de um antepassado (ver FamilySearch.org). Algumas famílias reservam alguns minutos todas as semanas para que todos escrevam em seus respectivos diários. Você poderia dar algumas ideias do que escrever no diário como, por exemplo: “O que aconteceu esta semana que você gostaria que seus netos soubessem?” ou “De que modo você viu a mão do Senhor em sua vida esta semana?” As crianças pequenas podem fazer desenhos representando suas experiências, ou você pode gravar um áudio com as histórias delas. Que bênçãos recebemos por mantermos um registro “regular da história”? (Versículo 1.)

Doutrina e Convênios 48.

Os santos em Ohio receberam o mandamento de dividir suas terras com aqueles que estavam se mudando do leste dos Estados Unidos. O que podemos compartilhar para atender às necessidades das pessoas?

Para mais ideias sobre como ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Hino sugerido: “Neste mundo” (Hinos, nº 136).

Aperfeiçoar o ensino

Use histórias e exemplos. O Salvador muitas vezes usou histórias e parábolas para ensinar os princípios do evangelho. Pense em exemplos e histórias de sua própria vida que podem tornar mais real um princípio do evangelho para sua família (ver Ensinar à Maneira do Salvador, p. 22).

O Pai Celestial dá dons espirituais a Seus filhos para abençoar outras pessoas.