Estudo Pessoal e Familiar
26 de abril a 2 de maio. Doutrina e Convênios 45: “As promessas (…) serão cumpridas”

“26 de abril a 2 de maio. Doutrina e Convênios 45: ‘As promessas (…) serão cumpridas’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Doutrina e Convênios, 2021

“26 de abril a 2 de maio. Doutrina e Convênios 45”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2021

26 de abril a 2 de maio

Doutrina e Convênios 45

“As promessas (…) serão cumpridas”

O presidente Russell M. Nelson ensinou: “Escrevam os pensamentos que vierem à sua mente. Registrem seus sentimentos e prossigam de acordo com as ações que forem inspirados a realizar” (“Revelação para a Igreja, revelação para nossa vida”, Liahona, maio de 2018, p. 95).

Registre suas impressões

Vivemos em “tempos trabalhosos”, e isso pode ser preocupante. Até os discípulos de Jesus, quando O ouviram profetizar sobre as calamidades que ocorreriam em nossos dias, “se perturbaram” (Doutrina e Convênios 45:34). Os primeiros santos de Kirtland, Ohio, passaram por muitas provações por causa da época difícil em que viveram. Entre outras coisas, havia “muitos relatos falsos (…) e histórias tolas” que estavam enfraquecendo a mensagem do evangelho (Doutrina e Convênios 45, cabeçalho da seção). Mas a resposta do Senhor, naquela época e agora, é “não vos perturbeis” (versículo 35). Sim, há iniquidade, mas também há evidências de que Deus está acelerando Sua obra. Sim, há perigos previstos que precederão a Segunda Vinda, e devemos estar cientes deles. Mas estes não são apenas avisos de perigo; eles também são sinais de que as promessas de Deus estão prestes a ser cumpridas. Talvez seja por isso que Doutrina e Convênios 45 — uma revelação que descreve em detalhes muitos desses sinais — foi recebida “para alegria dos santos” (cabeçalho da seção).

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Doutrina e Convênios 45:1–5

Jesus Cristo é nosso advogado junto ao Pai.

Você já se sentiu inadequado ou indigno perante Deus? Talvez você encontre palavras reconfortantes em Doutrina e Convênios 45:1–5. Em sua opinião, o que sugerem as palavras “advogado” e “pleitear”? De que maneira o Salvador age como seu advogado ou pleiteia sua causa? O que significa para você saber que Cristo é seu advogado?

As palavras a seguir, do presidente Joseph Fielding Smith, podem ajudá-lo a ponderar sobre esses versículos: “Jesus [é] nosso advogado, pleiteando por nós como Mediador por meio de Seu ministério e Sua obra, para nos reconciliar e nos levar a um acordo com Deus” (em Conference Report, outubro de 1953, p. 58).

Ver também 2 Néfi 2:8–9; Mosias 15:7–9; Morôni 7:27–28; Doutrina e Convênios 29:5; 62:1.

Doutrina e Convênios 45:9–10

O evangelho é um estandarte para as nações.

Antigamente, um estandarte era uma bandeira que se levava para a batalha. Ele ajuntava as tropas, unia os soldados e os ajudava a saber onde se agrupar e o que fazer. Um estandarte também é um exemplo ou preceito que serve como modelo para outras coisas. Ao ler Doutrina e Convênios 45:9–10, pense em como os convênios do evangelho têm sido um estandarte para você. Como sua vida seria diferente se você não tivesse esses convênios?

Ver também Isaías 5:26; 11:10–12; Doutrina e Convênios 115:5–6.

Doutrina e Convênios 45:11–75

As promessas do Senhor serão cumpridas.

Guerras, iniquidade e desolação precederão a Segunda Vinda do Salvador. Mas o Senhor disse: “Não vos perturbeis, porque, quando todas estas coisas acontecerem, sabereis que as promessas que vos foram feitas serão cumpridas” (Doutrina e Convênios 45:35).

Ao estudar Doutrina e Convênios 45:11–75, concentre-se não apenas nos eventos perturbadores profetizados, mas também nas bênçãos prometidas pelo Senhor (por exemplo, nas promessas nos versículos 54–59 sobre o reinado milenar do Salvador). Você pode fazer isso criando listas ou marcando os versículos. Que mensagem há nesses versículos que o ajuda a “não se perturbar” a respeito dos últimos dias?

Doutrina e Convênios 45:31–32, 56–57

“Permanecei em lugares santos”, e não sejais movidos.

Um dos motivos de o Salvador e Seus profetas nos ensinarem sobre os sinais da Segunda Vinda é para nos ajudar a ficar preparados. O que Doutrina e Convênios 45:31–32, 56–57 ensina sobre se preparar para a Segunda Vinda do Senhor? Talvez seja útil examinar a parábola das dez virgens, que se encontra em Mateus 25:1–13. Nessa parábola, o Salvador compara o óleo à verdade e ao Espírito Santo (ver Doutrina e Convênios 45:57). O que você consegue perceber ao ler a parábola com essa perspectiva?

A Parábola das Dez Virgens, de Dan Burr

Doutrina e Convênios 45:11–15, 66–71

Sião é um lugar de segurança para os santos de Deus.

Os santos na época de Joseph Smith estavam ansiosos para edificar Sião, a Nova Jerusalém, conforme descrita no Livro de Mórmon (ver Éter 13:2–9) e na revisão inspirada de Joseph Smith da Bíblia (ver Moisés 7:62–64). O que é ensinado sobre Sião — tanto a antiga cidade nos dias de Enoque como a cidade nos últimos dias — de acordo com Doutrina e Convênios 45:11–15, 66–71?

Hoje em dia, o mandamento de estabelecer Sião se refere a estabelecer o reino de Deus onde vivemos — onde quer que os filhos de Deus se reúnam para a segurança de Seu “eterno convênio” (versículo 9). O que você pode fazer para ajudar a edificar Sião onde você está?

Ver também Tópicos do Evangelho “Sião”, topics.ChurchofJesusChrist.org.

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Doutrina e Convênios 45:3–5.

O que um advogado faz por nós? Conversem sobre o motivo de o Salvador ser chamado de nosso Advogado.

Doutrina e Convênios 45:9–10.

Se sua família tivesse um “estandarte” ou bandeira para representar seu compromisso com o evangelho, como seria? Pode ser divertido fazer juntos uma bandeira da família e conversar sobre como vocês podem ajudar outras pessoas a seguir os padrões do evangelho.

Doutrina e Convênios 45:32.

Quais são nossos “lugares santos”? O que significa “não ser movido”? Como podemos fazer de nosso lar um lugar santo?

Doutrina e Convênios 45:39–44.

Como você pode ajudar os membros da família a entender o que significa se preparar para a Segunda Vinda do Salvador? Talvez vocês possam pensar em algo que estão esperando ansiosamente que ocorra e falar sobre o que estão fazendo para se prepararem para essa ocasião. Ou vocês podem assar alguma coisa juntos e observar os sinais de que a comida no forno está pronta. O que estamos fazendo para nos preparar para a Segunda Vinda do Salvador?

Doutrina e Convênios 45:55.

Ler 1 Néfi 22:26 e Apocalipse 20:1–3 pode ajudar sua família a entender como Satanás “será amarrado” durante o Milênio. Como podemos amarrar Satanás em nossa vida?

Para mais ideias sobre como ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Hino sugerido: “Quando Jesus voltar”, Músicas para Crianças, p. 46; ver também “Ideias para aperfeiçoar seu estudo familiar das escrituras”.

Aperfeiçoar o estudo pessoal

Use os auxílios de estudo. Use as notas de rodapé e o Guia para Estudo das Escrituras para compreender melhor os versículos que você estudar.

The Coming of Christ, de Jubal Aviles Saenz