Estudo Pessoal e Familiar
3 a 9 de agosto. Alma 43–52: “Firmes na fé em Cristo”
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

“3 a 9 de agosto. Alma 43–52: ‘Firmes na fé em Cristo’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Livro de Mórmon 2020

“3 a 9 de agosto. Alma 43–52”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2020

For the Blessings of Liberty [Para as Bênçãos da Liberdade], de Scott M. Snow

3 a 9 de agosto

Alma 43–52

“Firmes na fé em Cristo”

Pode parecer que as histórias descritas em Alma 43–52 não sejam de particular relevância para sua vida. Mas, como em todas as escrituras, o Senhor tem uma mensagem específica para você. Busque-a em espírito de oração.

Registre suas impressões

Quando lemos essas palavras no início de Alma 43 — “E agora retorno ao relato das guerras entre os nefitas e lamanitas” —, é natural nos perguntarmos por que Mórmon incluiu essas histórias de guerras quando o espaço nas placas era limitado (ver Palavras de Mórmon 1:5). É verdade que temos enfrentado muitas guerras nos últimos dias, mas há um valor em suas palavras que vai além da descrição das estratégias e da tragédia da guerra. As palavras dele também nos preparam para a guerra na qual “somos os soldados” (Hinos, nº 160), a guerra que estamos travando diariamente contra as forças do mal. Essa guerra é muito real e o resultado afeta nossa vida eterna. Como os nefitas, somos “movidos por uma causa melhor”, que é “nosso Deus, nossa religião e nossa liberdade e nossa paz e nossa [família]”. Morôni chamou esta “a causa dos cristãos”, a mesma causa pela qual lutamos hoje em dia (Alma 43:45; 46:12, 16).

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Alma 43–52

As batalhas do Livro de Mórmon me ensinam a respeito de minhas batalhas contra o mal.

A leitura sobre as guerras entre nefitas e lamanitas pode ter um significado maior se você identificar os paralelos com suas batalhas pessoais. Ao ler Alma 43–52, observe o que os nefitas fizeram que os tornou bem-sucedidos (ou malsucedidos). Em seguida, pondere sobre como você pode usar o que aprender para vencer suas batalhas espirituais. Enquanto estuda os versículos a seguir, escreva seus pensamentos sobre seguir o exemplo dos nefitas em sua vida:

Observe também como os lamanitas e os dissidentes nefitas procuraram derrotar os nefitas. Essas coisas podem servir de alerta a respeito de como o adversário tenta atacá-lo. Enquanto estuda, escreva como Satanás pode atacá-lo de modo semelhante:

  • Alma 43:8. Zeraemna procurou instigar a ira de seu povo para conseguir grande poder sobre eles. (Quando fico irado com outras pessoas, dou a Satanás o poder de me influenciar.)

  • Alma 43:29. Os lamanitas queriam submeter os nefitas ao cativeiro.

  • Alma 46:10.

  • Alma 47:10–19.

Defense of a Nephite City [Defesa de uma Cidade Nefita], de Minerva K. Teichert

Alma 46:11–28; 48:7–17

Torno-me mais semelhante ao Salvador à medida que me esforço para ser fiel como Morôni.

Você gostaria de se tornar mais semelhante ao Salvador e diminuir o poder do adversário em sua vida? Uma maneira de fazer isso é seguindo a admoestação que se encontra em Alma 48:17 de “ser como Morôni”. Preste atenção aos atributos e às ações de Morôni descritas em Alma 43–52, mais particularmente em 46:11–28 e 48:7–17. O que o impressiona a respeito desse “homem poderoso”? Como os atributos e as ações semelhantes às dele podem enfraquecer o poder do diabo em sua vida? Pense sobre o que você se sente inspirado a fazer para seguir o exemplo de Morôni e se tornar mais semelhante ao Salvador.

Alma 47

Satanás nos tenta e nos engana gradualmente.

Ele sabe que a maioria de nós não está disposta a cometer grandes pecados ou a acreditar em grandes mentiras. Portanto, ele usa mentiras e tentações sutis para nos levar a pecados aparentemente pequenos — tantos quanto ele acha que aceitaremos. Ele continua fazendo isso até que nos afastamos da segurança de uma vida reta.

É possível encontrar esse padrão no relato em que Amaliquias engana Leônti, em Alma 47. Enquanto estuda, pense em como Satanás pode tentar enganá-lo, conforme descrito pelo élder Robert D. Hales:

“O traidor Amaliquias instou Leônti a ‘descer’ e encontrá-lo no vale. Mas, quando Leônti desceu a montanha, foi envenenado ‘aos poucos’ até morrer, e seu exército caiu nas mãos de Amaliquias (ver Alma 47). Com argumentos e acusações, algumas pessoas tentam nos rebaixar. Porém, é no nível mais elevado que se encontra a luz. (…) É no alto que reside a segurança” (“Coragem cristã: O preço de seguir a Jesus”, A Liahona, novembro de 2008, p. 74).

Ver também 2 Néfi 26:22; 28:21–22.

Alma 50–51

A união traz segurança.

Nas circunstâncias registradas no início de Alma 50, parecia que os lamanitas perderiam a guerra contra os nefitas. As armaduras, as fortificações e os esforços unificados dos nefitas fizeram com que parecessem inconquistáveis (ver Alma 49:28–30 e 50:17–20). Mas os lamanitas logo capturaram muitas de suas cidades — inclusive aquelas que Morôni havia fortificado (ver Alma 51:26–27). Como isso aconteceu? Procure respostas enquanto lê esses capítulos (ver especialmente Alma 51:1–12). Pondere sobre as advertências nesse relato que podem servir para você e sua família.

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Ao ler as escrituras com sua família, o Espírito pode ajudá-lo a decidir quais princípios devem ser enfatizados e debatidos a fim de satisfazer as necessidades de sua família. Eis algumas ideias.

Alma 45:2–8

Ler esses versículos juntos pode incentivar sua família a manter conversas pessoais entre pais e filhos, como Alma fez com Helamã.

Alma 46:12–22

O estandarte da liberdade inspirou os nefitas a guardar os mandamentos de Deus e defender sua fé. O que o inspira a fazer o mesmo? Talvez sua família possa criar seu próprio estandarte da liberdade — uma bandeira ou um cartaz com palavras ou imagens que os lembrem de guardar os mandamentos de Deus todos os dias.

Alma 48:7–9; 49:1–9; 50:1–6

Enquanto sua família lê sobre as fortificações dos nefitas, vocês podem conversar sobre como estão fortificando seu lar contra o adversário. Talvez as crianças gostem de montar um forte usando objetos como cadeiras e cobertores; ou eles podem desenhar como imaginam que seriam os fortes nefitas.

Alma 51:1–12

O que esses versículos ensinam sobre o que pode acontecer com nossa família quando temos contendas entre nós? Como podemos aumentar nossa união?

Para alguns exemplos de como ensinar as crianças, veja o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Aperfeiçoar o estudo pessoal

Fazer perguntas enquanto estuda. Ao estudar as escrituras, pergunte a si mesmo: “O que estou aprendendo aqui que será especialmente importante para minha família?”

Title of Liberty [O Estandarte da Liberdade], de Larry Conrad Winborg