Uma corrida para a reunião sacramental
anterior próximo

Uma corrida para a reunião sacramental

Achei que, mais uma vez, tínhamos perdido o sacramento.

Fotografia: Getty Images

Quando nos mudamos dos Estados Unidos para o Vietnã, meu marido e eu estávamos decididos a nunca perder uma reunião da igreja. Após um ano, não tínhamos faltado a uma reunião dominical sequer, mas com frequência chegávamos atrasados e geralmente perdíamos o sacramento. Nossa reunião sacramental começava às 8 horas e 30 minutos da manhã. Com três crianças pequenas, às vezes parecia impossível nos aprontar e chegar à capela na hora.

Em família, decidimos que precisávamos sempre chegar à igreja a tempo de tomar o sacramento. Foi uma luta, mas conseguimos chegar às reuniões no horário por quatro domingos seguidos. Notei a diferença que fizeram os esforços empreendidos. Tivemos mais experiências espirituais durante a semana.

No domingo seguinte, porém, acordamos tarde. Já eram 7 horas e 30 minutos. Eu disse a meu marido que não havia jeito, mas então pensamos no quanto seríamos abençoados se nos esforçássemos ao máximo para nos aprontar mesmo assim. E, assim, nós nos apressamos!

Quando chegamos à igreja, estávamos 20 minutos atrasados. Sentimos que havíamos fracassado. Ouvimos as pessoas cantando ao entrarmos e, quando abrimos a porta, alguém estava indo ao púlpito fazer a oração.

“Esse foi o hino de abertura?”, sussurrei ao missionário que estava de pé junto à porta.

“Foi, sim”, respondeu ele. “Começamos mais tarde hoje.”

Fiquei perplexa. Eu achava que não tínhamos conseguido outra vez, mas chegamos à igreja bem em cima da hora! Fiquei com lágrimas nos olhos ao sentir o amor que o Pai Celestial tinha pela minha pequena família e por mim.

Mais tarde, ficamos sabendo que, quando os missionários chegaram à capela, naquele domingo, perceberam que ninguém tinha trazido pão para o sacramento. Não havia nenhum lugar para comprá-lo nas redondezas, e pode ser difícil encontrar pão no Vietnã. Após um momento de pânico, os élderes lembraram que tinham pão em casa.

Alguns dias antes, os élderes tinham vindo jantar com nossa família. Naquela noite, eu tinha assado um pão caseiro para eles. A reunião da Igreja começara atrasada naquela manhã de domingo porque os élderes tinham ido correndo até a casa deles buscar o pão que eu lhes dera.

Deus vê nossos esforços quando nos empenhamos em guardar Seus mandamentos. Embora às vezes fracassemos, Ele nos ama e vai preparar maneiras para termos sucesso — mesmo que seja apenas para chegar na hora à igreja.