Para os pais: Sacramento e música
anterior próximo

Para os pais

Sacramento e música

A última Ceia, de Carl Heinrich Bloch; fotografia de moça orando: Angela Suitter; Prayer at Gethsemane, de Del Parson; That Ye Do Always Remember Me, de Gary L. Kapp, reprodução proibida

Prezados pais,

As revistas da Igreja são elaboradas tendo vocês e sua família em mente. Este mês, elas enfocam temas como o sacramento, a música inspiradora, o papel das mulheres na Restauração, a Páscoa e a preparação para a conferência geral. Veja a seguir algumas ideias sobre como vocês podem aproveitar ao máximo os artigos deste mês para fortalecer a fé que sua família tem em Cristo, bem como sua própria fé.

Debates sobre o evangelho

O surgimento da Igreja

Leiam o artigo do élder De Hoyos na página 36 e troquem ideias sobre as bênçãos que recebemos por fazermos parte da Igreja de Cristo, como o fato de termos profetas vivos, a doutrina verdadeira e as ordenanças do sacerdócio.

A importância da música

Por que a música é especial para o Senhor? Ouçam, cantem ou toquem o novo arranjo da música “Ele mandou Seu Filho” na página 34; em seguida, externem seus pensamentos sobre a música ou a letra. Para mais informações sobre a importância e as bênçãos da música, leiam o artigo da página 30.

O papel das mulheres na Restauração

 Na página 25, leiam sobre a diligência de Emma Smith ao proteger o Livro de Mórmon. Como as mulheres abençoaram a Igreja e como continuam a fazê-lo? Vocês também podem ler a mensagem do presidente Ballard, na página 8, e agradecer às mulheres justas de sua vida por meio de uma carta ou um gesto de bondade.

Tornar o sacramento especial

Leiam a história de uma família do Vietnã na página 18 e pensem em como sua família poderia tornar o sacramento mais especial. As sugestões incluem ouvir ou cantar hinos no caminho para a igreja, lembrar-se das escrituras que descrevem o caráter de Cristo enquanto pensam Nele durante o sacramento ou ponderar as palavras das orações sacramentais.

Vocês também podem usar a página 6 para ensinar seus filhos sobre o sacramento.

Apoio ao Vem, e Segue-Me

Vejam na página 26 uma lição com uso de objetos para a família, uma série de escrituras e outros materiais para apoiar seu estudo semanal do Vem, e Segue-Me.

Momento divertido — Estudo familiar

As belas criações de Deus

Doutrina e Convênios 20:17–19

Leiam, em Doutrina e Convênios 20:17–19, como Deus criou “[o] céu e [a] terra e (…) tudo o que neles há”.

  1. Reservem um momento para olhar pela janela ou dar um passeio.

  2. Apontem as criações de Deus que vocês veem.

  3. O versículo 18 nos diz que Deus “criou o homem, homem e mulher, a sua própria imagem e conforme a sua semelhança os criou”. Também somos criações de Deus! Reservem um momento para admirar todas as coisas que seu corpo pode fazer. Quais são seus talentos?

  4. No versículo 19, o Senhor nos insta a “amá-lo e servi-lo, o único Deus vivo e verdadeiro”. Como vocês podem usar seus talentos para servi-Lo?

Debate: Como podemos adorar a Deus?

Antes e depois

Doutrina e Convênios 20:11, 21–29 (fevereiro)

Em Doutrina e Convênios 20, lemos como Deus inspirou Joseph Smith a organizar a Igreja de Jesus Cristo na Terra. Doutrina e Convênios 20:11 nos ensina que “Deus inspira os homens e chama-os para sua santa obra, nesta época e nesta geração, assim como em gerações passadas”.

  1. Mostrem uma gravura de Cristo.

  2. Dividam a família em um grupo “antes” e um grupo “depois”.

  3. Os integrantes de cada grupo vão procurar palavras de um profeta que testificou sobre Cristo antes de Sua vida na Terra ou depois.

  4. Revezem-se para mostrar o que cada um encontrou. Os outros vão adivinhar se as palavras são do grupo “antes” ou “depois”.

  5. Depois de compartilhar, as pessoas do grupo “antes” ficarão à esquerda da imagem de Cristo. As pessoas do grupo “depois” ficarão à direita.

  6. Expliquem que ambos os grupos são importantes.

Debate: Leia Doutrina e Convênios 20:21–29. De que modo esse testemunho atual de Cristo nos ajuda a nos sentir mais próximos Dele? Que outros testemunhos de Cristo encontramos nas seções 20–29 de Doutrina e Convênios?