A Liahona
    Esther Cox — Louisiana, EUA
    Notas de rodapé
    Theme

    Retratos de fé

    Esther Cox

    Louisiana, EUA

    Esther and her son, Matthew

    Era apenas outro dia de enchente após chuvas torrenciais terem atingido o sul de Louisiana. Mas, quando o filho de Esther Cox, Matthew, de 2 anos, caiu na correnteza profunda e rápida de uma vala próxima, esse se tornou o pior dia da vida dela. Quando o marido de Esther, George, encontrou Matthew, ele já tinha passado 15 minutos embaixo da água.

    Leslie Nilsson, fotógrafo

    A sala de espera do hospital estava lotada de membros que foram nos dar apoio. Quando nosso bispo chegou ao hospital e deu uma bênção em Matthew, tudo de que me lembro foram as palavras que Matthew “ficaria bem”, mas não no meu tempo, no tempo de Deus. Senti-me consolada. Oramos e simplesmente soubemos que tudo ficaria bem. Por maiores que fossem os problemas que Matthew enfrentaria, tínhamos fé que tudo ficaria bem.

    Disseram que Matthew tivera um “quase afogamento com hipóxia”, o que significa que seu cérebro ficou lesado por falta de oxigênio. Foi o pior dia da minha vida, mas o Pai Celestial o devolveu para mim. Ele ainda é meu bebê. Cuido dele há 20 anos. Tivemos altos e baixos, mas ele é uma bênção. Ele é maravilhoso. E o Pai Celestial me ajudou a passar por tudo isso.

    Perdi meu marido, George, há cinco anos, de câncer no fígado. Sinto que o Pai Celestial me preparou para seu falecimento. Eu não queria ter mais filhos depois de Matthew, porque imaginei que ele exigiria toda a minha atenção, mas o Pai Celestial pensava diferente e meu deu Lilian. Sinto-me muito grata por ela. Ela me ajuda com Matthew.

    Matthew não fala, mas acho que entende tudo. Adora estar ao ar livre. Simplesmente o deixo engatinhar por aí. É o que ele gosta de fazer. Sinto que uma cadeira de rodas o confinaria. Quero que ele se sinta livre.

    Não há amor como o de uma pessoa com necessidades especiais. Nós nos amamos muito. Temos um vínculo muito especial. Deus me abençoa. Ele me abençoa de verdade.

    Esther with her two children

    “Eu não queria ter mais filhos depois de Matthew, porque imaginei que ele exigiria toda a minha atenção, mas o Pai Celestial pensava diferente e meu deu Lillian. Sinto-me muito grata por ela. Ela me ajuda com Matthew.”

    family eating

    “Ele ainda é meu bebê”, diz Esther a respeito de Matthew. “Cuido dele há 20 anos.”

    family praying

    “Por maiores que fossem os problemas que Matthew enfrentaria, tínhamos fé que tudo ficaria bem. E assim foi”, diz Esther. “O Pai Celestial me ajudou a passar por tudo isso.”

    siblings

    Matthew usa uma cadeira de rodas especial na escola, que ele frequentará até os 22 anos de idade.