2018
Perdido e achado
anterior seguinte

Perdido e achado

Liahona Magazine, 2018/04 Apr

Sei que o Pai Celestial responde às orações. Quando minha família morava na Alemanha, fomos a uma Volksmarch em nossa cidadezinha. Volksmarch é uma ocasião em que amigos e vizinhos desfrutam um tempo juntos em uma caminhada pela natureza. Meus pais me deixaram ir na frente do grupo com uma de minhas amigas, e começamos a percorrer a longa trilha.

Após alguns minutos, eu não conseguia ver ninguém da minha família. Eu disse à minha amiga que ia ficar na trilha e esperar por eles. Logo, eu não conseguia mais ver minha amiga nem a família dela, e meus pais ainda não tinham chegado. Eu estava sozinho na floresta e fiquei com medo. Decidi fazer uma oração para que alguém me encontrasse.

Em outra parte da floresta, meu pai sentiu o Espírito Santo lhe sussurrar: “Vá procurar seu filho”. Sentiu que eu precisava muito dele, por isso deu a volta e disse à minha mãe que ia me procurar. Poucos minutos depois, meu pai chegou correndo pela trilha ao lugar onde eu estava esperando e me encontrou. Fiquei muito feliz ao vê-lo! Quando ele me contou que tivera um forte sentimento de que eu precisava de ajuda, eu soube que o Pai Celestial tinha respondido a minha oração.

Fico muito feliz por saber que, onde quer que eu esteja, posso conversar com o Pai Celestial. Ele vai me ajudar a encontrar meu caminho.