2016
Por Que o Livro de Mórmon?

Como Eu Sei?

Por Que o Livro de Mórmon?

O autor mora nas Filipinas.

Sempre dependi de outras pessoas para um testemunho do Livro de Mórmon, porém decidi que era hora de buscar o meu próprio.

Why the Book of Mormon?

Por que precisamos do Livro de Mórmon se já temos a Bíblia? Pensei muito nessa pergunta. Quando eu era adolescente, estava curioso em relação ao Livro de Mórmon, mas não tinha a motivação de lê-lo. Um motivo disso é que ninguém me incentivava a lê-lo em casa porque eu era o único membro da Igreja na minha família, com exceção do meu avô, que já havia falecido.

Num domingo, na reunião de testemunho, muitas pessoas testificaram a respeito da veracidade do Livro de Mórmon, da qual eu começara recentemente a duvidar. Elas desafiaram aqueles que ainda não o tinham lido a adquirirem seu próprio testemunho de que o Livro de Mórmon era verdadeiro, de que Joseph Smith era um Profeta de Deus e de que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias era o reino de Deus na Terra.

Ponderei se meu testemunho da Igreja e de Joseph Smith era forte o suficiente para suportar as tentações e seduções de Satanás. Dei-me conta de que não. Meu testemunho era fraco porque eu me baseava apenas no testemunho dos líderes e membros da Igreja. Prometi a mim mesmo que, a partir daquele dia, buscaria meu próprio testemunho.

Decidi ler o Livro de Mórmon. Na introdução, li: “Convidamos todos os homens de toda parte a lerem o Livro de Mórmon, ponderarem no coração a mensagem que ele contém e depois perguntarem a Deus, o Pai Eterno, em nome de Cristo, se o livro é verdadeiro. Os que assim fizerem e perguntarem com fé obterão, pelo poder do Espírito Santo, um testemunho de sua veracidade e divindade (ver Morôni 10:3–5)”. Eu sabia que estava sendo pessoalmente convidado a ler o Livro de Mórmon. À medida que continuei a ler, senti o calor do Espírito Santo testificar-me a respeito da divindade e veracidade do livro.

Why the Book of Mormon?

Descobri que o Livro de Mórmon realmente presta testemunho de Cristo e fiquei envergonhado por duvidar de sua veracidade. Na escola, eu havia aprendido que os juízes de Direito estudavam cuidadosamente as provas de um caso antes de emitir um julgamento. Eu tinha feito o oposto com o Livro de Mórmon: julgara-o antes de lê-lo.

Terminei de ler com um coração humilde e a coragem para defender minhas crenças. Além disso, estou feliz porque tenho companhia ao ler o Livro de Mórmon novamente. Minha avó foi batizada pouco antes de eu ter terminado de ler o Livro de Mórmon pela primeira vez.

Tenho um firme testemunho de que Jesus Cristo é meu Salvador, de que Joseph Smith foi um Profeta de Deus e de que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a verdadeira e viva Igreja de Deus aqui na Terra.