2016
Como Demonstrar Gratidão

Respostas dos Líderes da Igreja

Como Demonstrar Gratidão

Extraído de um discurso da Conferência Geral de abril de 1992.

Social intercation

Sinto uma gratidão profunda pelo sacrifício expiatório de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A Expiação é o alicerce de todas as verdades do evangelho. (…)

Gratidão é um estado de apreciação, uma ação de graças, que nos faz humildes por reconhecermos a bondade, o serviço ou a preocupação de alguém que nos eleva e fortalece.

Ingratidão é não termos consciência e não reconhecermos quando alguém nos socorre ou ajuda e, ainda pior, quando sabemos que fomos auxiliados e não agradecemos em particular ou publicamente.

De alguma forma tranquila, a expressão e os sentimentos de gratidão têm um maravilhoso efeito de limpeza ou cura. A gratidão aquece o coração de quem a expressa e de quem a recebe.

A gratidão, expressa ao Pai Celestial em oração pelo que temos, produz uma paz serena, uma paz que não deixa nossa alma se corroer por causa do que não temos. A gratidão produz uma paz que nos ajuda a sobrepujar a dor da adversidade e do fracasso. Gratidão diária significa expressar apreço pelo que temos agora, sem sermos restringidos pelo que tivemos no passado ou pelo que desejamos para o futuro. Ao reconhecermos e apreciarmos as dádivas e os talentos que nos foram dados, também reconhecemos a necessidade da ajuda proveniente dos dons e talentos que outros possuem.

A gratidão é um princípio divino:

“Agradecerás ao Senhor teu Deus em todas as coisas” (D&C 59:7).

Essa escritura significa que devemos expressar gratidão pelo que acontece, não apenas pelas coisas boas, mas também pela oposição e pelos desafios da vida que nos dão mais experiência e aumentam nossa fé. Colocamos nossa vida em Suas mãos, conscientes de que tudo o que acontecer será para nossa experiência.

Nas orações, quando dizemos: “Seja feita a tua vontade”, estamos realmente expressando fé, gratidão e reconhecimento de que aceitaremos o que quer que aconteça em nossa vida.

Sejamos verdadeiramente gratos pela bondade de Deus, por todas as bênçãos que Ele nos concede e expressemos essa gratidão nas orações ao Pai Celestial.