2016
Edificar o Reino na Austrália

Perfis de Jovens Adultos

Edificar o Reino na Austrália

O autor mora em Utah, EUA.

Revezes e a perda da audição não impediram este jovem adulto de ajudar a acelerar o trabalho do Senhor na Austrália.

Building the Kingdom in Australia

Quando o sol se ergue por trás do Monte Baw Baw, Callan Brooks está fazendo o que adora fazer: construindo. Ele sorri ao ajustar outra viga de madeira, com o sentimento de realização que lhe traz um trabalho bem feito.

Ao ver Callan trabalhando, não dá para imaginar que seja deficiente auditivo. Mas isso não o fez diminuir o ritmo. Para Callan, parece que ele nasceu para fazer isso. E talvez seja verdade — sua família trabalha na construção há cinco gerações.

“Quando eu tinha 15 anos, saí da escola para começar a trabalhar como aprendiz”, diz ele. “Se encontram um ofício de que gostam, é comum entre os australianos deixar a escola para dedicar-se ao aprendizado em tempo integral.” Callan vem trabalhando na construção desde aquela época. Seja construindo casas, reforçando seu próprio testemunho ou magnificando um chamado, Callan está sempre engajado na edificação do reino de Deus.

Assim como sua perda de audição não o impediu de trabalhar na construção, não prejudicou seu desejo de aprender e de pregar o evangelho.

“Em minha juventude, eu mal conseguia entender 10% do que era dito ao púlpito”, lembra Callan. Ele queria servir missão de tempo integral, mas não se qualificava por causa de sua falta de audição. Contudo, orou e confiou que a vontade do Senhor seria feita. Então algo inesperado aconteceu: a audição de Callan piorou.

“Quando eu tinha 18 anos de idade, fiquei completamente surdo por seis longos meses. Eu ia à Igreja por causa dos sentimentos, porque era tudo que eu conseguia captar”, explica ele.

Nessa época, Callan desenvolveu seu testemunho e confiou no Espírito. Mas o que inicialmente parecia ser uma provação maior transformou-se na resposta para suas orações. Devido à súbita piora de sua capacidade auditiva, ele cumpriu os requisitos para um implante coclear, que melhorou suficientemente sua audição para qualificá-lo para uma missão de tempo integral. Pouco tempo depois, partiu para servir em Perth, Austrália.

Agora em casa, em Moe, Victoria, Callan serve na presidência dos Rapazes de sua ala, onde ajuda dez rapazes a permanecerem fortes no evangelho num lugar em que fazê-lo é particularmente difícil. Para fazer isso, ele enfatiza o papel do Espírito na edificação da verdadeira conversão.

“Tentamos liderar os rapazes para que vivenciem sua própria conversão por meio da leitura do Livro de Mórmon e pela utilização dos programas da Igreja”, diz ele.

O impacto do trabalho desse construtor de quinta geração é óbvio, por meio de seu trabalho na construção, seu testemunho do evangelho e seu empenho em orientar os rapazes de sua ala.