Criar Tradições de Páscoa Centradas em Cristo
    Notas de rodapé

    Criar Tradições de Páscoa Centradas em Cristo

    Diane L. Mangum mora em Utah, EUA.

    Na Páscoa, celebramos a dádiva de nosso Salvador: a Expiação.

    Há alguns anos, no domingo de Páscoa, meu filho Ben, de quatro anos de idade, saiu pelos corredores da capela após a Primária agitando feliz a folha que ele colorira. Gritou com forte entusiasmo: “Mãe, mãe, já ouviu falar da Ressurreição?” Ele queria ter certeza de que eu recebera as boas novas. Algo dito pela professora da Primária tocou profundamente o coração de Ben, e ele começou a entender a Ressurreição, o que lhe trouxe muita alegria. Como seria bom se todos nós sentíssemos a mesma alegria a cada Páscoa!

    A Expiação de Jesus Cristo, que inclui a Ressurreição, é a própria essência da Páscoa. A criação de tradições centradas em Cristo nos ajudará a concentrar-nos nessas dádivas de nosso Salvador.

    Adoração e Tradições de Domingo

    Sem banquetes, desfiles ou festividades especiais, nós santos dos últimos dias nos reunimos na Páscoa como fazemos todos os domingos. Nossos líderes de ala e ramo planejam discursos e números musicais que se concentram em Jesus Cristo. Sobre o domingo de Páscoa, o Élder L. Tom Perry, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse: “O Senhor não foi muito explícito ao nos indicar costumes religiosos no tocante a comemorações e festivais para lembrar-nos das bênçãos que recebemos Dele hoje. No entanto, as tradições que nos aproximam do grande legado de que dispomos são algo que cada família deve procurar manter vivo” (“Family Traditions”, Ensign, maio de 1990, p. 20).

    A seguir estão uma série de tradições de Páscoa que contribuem para a união de certas famílias.

    Prestar Testemunho da Ressurreição de Cristo

    • Janice e Kirk Nielson começaram uma “Noite dos Avós” especial que se tornou uma tradição de Páscoa. A irmã Nielson disse: “Creio que a coisa mais proveitosa que podemos fazer como avós é ir à casa de nossos filhos e sentar-nos com os netos e mostrar-lhes que temos um testemunho do Salvador”.

    • Quando seus filhos eram pequenos, Hector e Sherilyn Alba reservavam tempo a cada noite na semana anterior à Páscoa para uma breve lição sobre os acontecimentos da última semana de vida do Salvador.

    • Algumas famílias visitam o túmulo de entes queridos. Conversam com os filhos sobre parentes falecidos e externam gratidão pela Ressurreição de Jesus Cristo.

    O ovo tornou-se um símbolo quase universal da Páscoa para representar o rompimento das cadeias da morte por meio da Ressurreição do Salvador. Assim, pintar e esconder ovos para uma caça a ovos de Páscoa e oferecer cestas de Páscoa são tradições comuns em todo o mundo.

    • Na Rússia, as pessoas muitas vezes se cumprimentam na Páscoa dizendo: “Jesus ressuscitou”. O outro responde: “Verdadeiramente ressuscitou”. Na Albânia, a tradição é semelhante: eles presenteiam uns aos outros com cascas de ovos pintados de vermelho e dizem: “Cristo ressuscitou”.

    • Karen Spencer lembra com carinho as comemorações de Páscoa de sua avó dinamarquesa e ainda gosta de tingir ovos com cascas de cebola roxa cozida, tal qual fazia a avó. Sua família acha que é um momento propício para falar sobre o ovo como símbolo de vida nova e Ressurreição.

    • Algumas famílias com crianças pequenas gostam de caças a ovos de Páscoa com mensagens escondidas. Colocam dentro de um ovo de plástico um pequeno objeto que simbolize algo relacionado à morte e Ressurreição de Cristo e uma escritura para ler. Em seguida, numeram os ovos na sequência da história da Páscoa. À medida que as crianças abrem os ovos na ordem certa, aprendem sobre a Expiação e Ressurreição de Cristo.

    Utilizar Música de Páscoa

    A música pode ter uma influência maravilhosa sobre nós na Páscoa.

    • David e Joyce Beer gostam de ir a concertos relacionados à Páscoa para ajudá-los a lembrar-se do sacrifício do Salvador.

    • Dave e Nancy Harmon gostam de ouvir o Messias, de Georg Friedrich Händel, que, na opinião da irmã Harmon, tem “mais a ver com a Páscoa do que com o Natal”.

    • Uma mãe incentiva seus filhos que estão tendo aulas de música a praticar um hino de Páscoa no decorrer do mês.

    • A família de Dale e Sara Okerlund reúne-se em volta do piano para cantar hinos e músicas da Primária sobre a Páscoa.

    Fazer uma Refeição de Páscoa Juntos

    Uma refeição em família é outra tradição de Páscoa significativa em todo o mundo.

    • Uma família come presunto e fala sobre como Cristo cumpriu a Lei de Moisés. Outra família come peixe para lembrar as coisas que Jesus comia. A família de Eliza e Michael Pereira faz uma refeição com cordeiro e fala do simbolismo na história da Páscoa judaica.

    • Após o jantar de Páscoa de minha família, tiramos uma fotografia de todos os familiares e amigos queridos que jantaram conosco. Temos um álbum especial de Páscoa que hoje abrange mais de 30 anos de lembranças familiares felizes.

    • Um casal com filhos já adultos convida outros amigos adultos para um jantar especial. Nessa ocasião, falam das lembranças de cada um e refletem sobre o significado da Páscoa.

    • Em alguns países, o feriado de Páscoa inclui a sexta-feira e a segunda-feira. No Taiti, as pessoas costumam fazer piqueniques com parentes em outras ilhas. Na América Central, alguns santos dos últimos dias usam o feriado para confraternizar-se com os familiares, fazer uma refeição juntos e depois ir ao templo.

    Compartilhar Tradições Não Religiosas em Outro Dia

    Algumas famílias da Igreja realizam atividades não religiosas ligadas à Páscoa num dia diferente do domingo.

    • No Brasil, na sexta-feira ou no sábado antes da Páscoa, uma avó santo dos últimos dias deixa uma ou duas cenouras mordiscadas num lugar visível e esconde ovos de Páscoa perto delas.

    • Na segunda-feira após a Páscoa, a família de Joyce e Scott Hendricks faz um churrasco ao ar livre e uma caça especial a ovos de Páscoa.

    Sempre Lembrar de Cristo na Páscoa

    Aprender sobre Jesus Cristo na noite familiar, ouvir música de Páscoa ou desfrutar uma refeição especial são coisas que podem dar um impulso espiritual em qualquer fase da vida. As comemorações não precisam envolver grandes grupos. Uma tradição pessoal de comemoração da Páscoa num único lar ou coração é igualmente significativa.

    Também podemos lembrar e celebrar a alegria da Páscoa tal como o pequeno Ben, que saiu correndo pelos corredores da capela ansioso para divulgar as boas novas da Ressurreição.

    Detalhe de Cristo, o Consolador, de Carl Heinrich Bloch © IRI; bordas: Patric Gerber

    Vede Minhas Mãos e Meus Pés, de Harry Anderson, © IRI.