2013
Deus Conhece Nossos Dons
anterior seguinte

Histórias da Conferência

Deus Conhece Nossos Dons

Presidente Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência, “Ajudá-los a Estabelecer Metas Elevadas”, A Liahona, novembro de 2012, p. 60.

“Quando me tornei diácono, aos 12 anos, morávamos em Nova Jersey, a 80 quilômetros da Cidade de Nova York. Eu sonhava em me tornar um grande jogador de beisebol. Meu pai concordou em levar-me para ver um jogo disputado no velho e lendário estádio Yankee, no Bronx. Ainda posso ver o bastão de Joe DiMaggio rebater uma bola para o centro do campo, com meu pai sentado a meu lado, a única vez em que fomos assistir juntos a um jogo importante de beisebol.

Porém, passar mais um dia com meu pai moldou minha vida para sempre. Ele levou-me de Nova Jersey até a casa de um patriarca ordenado, em Salt Lake City. Eu nunca o tinha visto antes. Meu pai me deixou junto à porta dele. O patriarca me levou até uma cadeira, colocou as mãos sobre minha cabeça e proferiu uma bênção como um dom de Deus que incluía uma declaração do grande desejo de meu coração.

Ele disse que eu seria um daqueles de quem foi dito: ‘Bem-aventurados os pacificadores’ [Mateus 5:9]. Fiquei tão surpreso que aquele homem totalmente desconhecido conhecesse meu coração, que abri os olhos para ver a sala na qual aquele milagre estava acontecendo. Aquela bênção descrevendo minhas possibilidades moldou minha vida, meu casamento e meu serviço no sacerdócio.

A partir daquela experiência pessoal e do que se seguiu, posso testificar: ‘Pois a todos não são dados todos os dons; pois há muitos dons e a cada homem é dado um dom pelo Espírito de Deus’ (D&C 46:11).

Pelo fato de o Senhor ter-me revelado um dom, pude reconhecer e preparar-me para oportunidades de exercê-lo para abençoar aqueles a quem amo e sirvo.

Deus conhece nossos dons. Meu desafio para vocês e para mim é orar para conhecer os dons que nos foram dados, para saber como desenvolvê-los e para reconhecer as oportunidades que Deus nos concede de servir ao próximo. Acima de tudo, oro para que sejam inspirados a ajudar outros a descobrir os dons que eles têm para servir.”

Aplicar Esta Mensagem

  • Ao ler e ponderar Doutrina e Convênios 46:11–26, ore para saber quais dons espirituais você tem.

  • Como o serviço prestado ao próximo pode ajudá-lo a desenvolver seus dons espirituais?

  • Se você ainda não recebeu uma bênção patriarcal, pense na possibilidade de recebê-la.

Você pode escrever seus pensamentos num diário ou discuti-los com outras pessoas.