2012
    O Grande Exemplo de Alex
    Notas de rodapé
    Theme

    O Grande Exemplo de Alex

    Para Alex Escobar, o fato de ter erguido sua luz fez uma diferença eterna em sua família.

    Há oito anos, quando Alex Escobar era professor no Sacerdócio Aarônico, ele se comprometeu a servir uma missão de tempo integral. Na ocasião, ele não poderia imaginar que seu pai viria a ser o bispo quando chegou a hora de ir para o campo missionário.

    Isso porque o pai de Alex não frequentava a Igreja havia mais de dez anos. Mas Alex, que ia para a Igreja sozinho, nunca desistiu do pai — nem dos demais membros da família.

    “Aprendi por mim mesmo como um exemplo pode ser importante”, diz ele.

    Meus Líderes Foram Buscar-me

    Como um rapaz continua ativo na Igreja, sem o apoio de sua família? Mario Sayas, que era o bispo quando Alex era um jovem portador do Sacerdócio Aarônico, atribui o crédito ao testemunho de Alex e a seus líderes dedicados dos Rapazes. Alex concorda.

    “Se eu não aparecesse em um domingo, meus líderes iam me buscar. Um pouquinho de cada vez, aprendi a respeito do evangelho até adquirir um testemunho sólido. Outra razão por que continuei indo à Igreja foi que eu sabia que somente por meio do evangelho de Jesus Cristo poderíamos ser felizes eternamente como família.”

    Alcançar essa meta significou permanecer firme mesmo quando alguns de seus amigos da Igreja em Córdoba, Argentina, vacilaram.

    “Há muita tentação de quebrar a Palavra de Sabedoria e a lei da castidade”, afirma Alex, que extraía forças dos conselhos que recebia do bispo Sayas. “Ele dizia: ‘A única maneira de qualificar-se para uma vida digna é tornar-se digno.’Isso me ajudou muito.”

    O testemunho de Alex se fortaleceu ainda mais depois de um sonho que ele teve, no qual era chamado para a missão de tempo integral. Ele começou a se preparar, mas não esperou até completar dezenove anos para compartilhar o evangelho: começou na própria família.

    “Alex sempre orava por sua família e a incentivava”, diz o bispo Sayas. “E ele sempre encorajava seus irmãos mais velhos a frequentar a Igreja. O empenho de levar a família de volta para a Igreja deu resultado por causa do Alex.”

    “Eu Era Muito Teimoso”

    Quando o pai de Alex, René, lembra dos treze anos que passou longe da Igreja, arrepende-se do que perdeu.

    “Aqueles anos foram muito difíceis”, diz ele. “Às vezes, eu não parava de pensar sobre o tempo que estava perdendo por não desfrutar a vida maravilhosa que o evangelho oferece.”

    A família Escobar filiou-se à Igreja em Córdoba quando Alex ainda era criança. Ficaram ativos até voltar para seu país de origem, a Bolívia, pouco depois do batismo de Alex. Na Bolívia, eles esqueceram “o que o evangelho representava em sua vida”, diz René.

    Quando voltaram para Córdoba, dois anos depois, a mãe de Alex, Carmen, ia à Igreja esporadicamente com os quatro filhos. Mas René, jogador ardoroso de futebol, passava os domingos dormindo depois dos jogos e fazendo outras atividades no sábado — atividades que sempre significavam quebrar a Palavra de Sabedoria.

    “Eu era muito teimoso”, confessa. “Às vezes, pensava que estava completamente perdido, que é o que pensamos quando não temos mais a companhia do Espírito.”

    O que fez René finalmente se arrepender foi perceber que seu exemplo estava afetando os filhos. “Meus filhos eram como órfãos, frequentando a Igreja sozinhos porque seu pai não era ativo”, lembra ele.

    “Comecei a examinar minha vida e a influência que meu exemplo exercia em meus filhos”, diz René, que se sente grato porque o poder da Expiação de Jesus Cristo permite que nos arrependamos. “Percebi que não estava vivendo à altura de minhas responsabilidades como pai. Todas essas coisas me ajudaram a lembrar-me de Deus, cair de joelhos e pedir-Lhe ajuda para voltar.”

    À medida que cresciam a fidelidade e o testemunho de René, seguiu-se uma série de chamados. Vários anos depois de abraçar o evangelho, ele recebeu uma impressão de que o Senhor o havia preparado para um chamado novo e importante.

    “O resultado foi que meu pai é agora meu bispo”, explica Alex.

    A Importância do Exemplo

    Enquanto Alex serviu na Missão Argentina Resistência, todos sentiram sua falta, mas eram gratos por ele compartilhar seu exemplo com outras pessoas. E eram gratos também por terem sido selados no Templo de Buenos Aires Argentina, em 2009.

    “Foi Alex quem sempre se empenhou conosco e com os membros da ala em nosso benefício”, lembra Carmen. “Eles nos disseram que ele sempre orava para que seus pais voltassem à atividade na Igreja. Somos gratos por ele não ter desistido de nós.”

    O bispo Escobar está muito satisfeito por Alex ser o primeiro missionário que ele mandou para o campo missionário depois de ter sido chamado como bispo. “É empolgante ter um filho na missão”, diz ele. “Todos nós sentimos muita falta do Alex, mas acho que eu sou quem mais sente falta dele. É ele quem me dá mais apoio.”

    Se os santos dos últimos dias forem bons exemplos, diz Alex, os outros vão acabar notando. “Se formos felizes e satisfeitos dentro da Igreja, outros vão querer participar de nossa felicidade. Se perseverarmos e continuarmos firmes, milagres podem ocorrer.”

    Fotografias: Michael R. Morris