2012
    Para os Nossos Dias
    Notas de rodapé
    Theme

    Para os Nossos Dias

    O Profeta Exorta os Jovens Adultos a Ser uma Luz

    Em 1º de novembro de 2011, durante um devocional na Universidade Brigham Young–Provo, o Presidente Thomas S. Monson admoestou os ouvintes a “ser um exemplo digno”.

    Citando o Apóstolo Paulo, do Novo Testamento — “Sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza” (I Timóteo 4:12) — o Presidente Monson expressou seu desejo de que os membros da Igreja sejam uma luz para o mundo.

    “O que é a luz?” perguntou. “Prefiro a definição simples de que é ‘algo que ilumina’. Ser um exemplo de retidão (…) pode ajudar a iluminar um mundo cada vez mais imerso em trevas.”

    Ele reconheceu que, para muitos, a luz já diminuiu quase até o ponto da extinção. Temos a responsabilidade de manter nossa luz acesa para que outros a vejam e a sigam, e isso requer que tenhamos fé.

    “Cabe a cada um de nós desenvolver a fé necessária para sobreviver espiritualmente e projetar nossa luz para que outros a vejam”, disse ele. “Lembrem-se de que a fé e a dúvida não podem coexistir no mesmo lugar e ao mesmo tempo.”

    Algumas das melhores maneiras de receber e manter a fé, explicou o Presidente Monson, são: ler e estudar as escrituras e orar frequente e consistentemente.

    “Vocês já leram o Livro de Mórmon? Já colocaram à prova a promessa que se encontra no livro de Morôni?” perguntou. Ele exortou os presentes a reservar um momento a cada dia para descobrir por si mesmos se o Livro de Mórmon é verdadeiro, “pois ele vai mudar o seu coração, e vai mudar sua vida”, disse ele.

    Citando 3 Néfi 12:16 — “Fazei brilhar vossa luz diante deste povo de tal forma que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está no céu”, — o Presidente Monson explicou que Cristo é “‘a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo’ (João 1:9), uma luz que ‘resplandece nas trevas’” (João 1:5).

    Para terminar, disse: “Nossas oportunidades de brilhar não têm limites. (…) Ao seguirmos o exemplo do Salvador, teremos a oportunidade de ser uma luz, de certo modo, na vida daqueles que nos rodeiam”.

    Em seu discurso durante um devocional da Universidade Brigham Young–Provo, o Presidente Monson exortou os membros a ler o Livro de Mórmon e a descobrir por si mesmos a sua veracidade.

    © IRI