2011
    Envolver-se no Trabalho de História da Família
    Notas de rodapé
    Tema

    Envolver-se no Trabalho de História da Família

    Talvez você seja o único membro da Igreja em sua família e iniciante no trabalho de história da família. Ou talvez outras pessoas da família já tenham feito boa parte do trabalho de história da família e das ordenanças do templo por seus antepassados. Seja qual for sua situação, ainda há muitas formas de contribuir para esse trabalho tão importante.

    Caso não saiba exatamente como começar, inicie com o que conhece melhor: Você mesmo. Afinal, a história da família não trata apenas de seus entes queridos falecidos. Envolve também o registro de sua própria história pessoal à medida que você a vive. Aqui estão algumas sugestões para começar:

    • Arranje uma caixa e guarde nela alguns de seus registros importantes: Certidão de nascimento, diplomas, prêmios, diários, fotografias — qualquer coisa representativa de sua vida.

    • Caso tenho acesso a escâner, cogite escanear velhas fotografias para criar cópias digitais de retratos importantes.

    • Mantenha um diário de pensamentos, sentimentos e acontecimentos inspiradores de sua vida.

    • Entreviste familiares para registrar a história da vida deles. Comece com seu parente vivo mais idoso. Faça perguntas do tipo: Como recebeu seu nome? Quais eram suas tradições familiares na época de sua juventude e mais tarde na vida? O que pode dizer-me sobre os talentos especiais e as características da família? As histórias compiladas de familiares serão um tesouro familiar para as gerações futuras.

    • Abra uma conta em www.New.FamilySearch.org e insira as informações genealógicas que coletar sobre si mesmo e seus familiares. Tutoriais on-line o ajudarão passo a passo.

    • Se possível, vá ao templo para realizar as ordenanças por seus antepassados.

    Caso tenha dúvidas sobre o trabalho de história da família, o consultor de história da família de sua ala ou seu ramo poderá ajudar.