2011
    Ideias para a Reunião Familiar
    Notas de rodapé
    Tema

    Ideias para a Reunião Familiar

    Relief Society seal

    Esta edição contém atividades e artigos que podem ser usados na reunião familiar. Seguem-se alguns exemplos.

    “Envolver-se no Trabalho de História da Família,” p. 8: Você pode dar a cada membro da família uma caixa para ser decorada e guardar fotografias, diários e outros registros.

    “O que Há de Novo no Progresso Pessoal?” p. 34, e “O Sacerdócio Aarônico — Maior do que Você Pensa ”, p. 37: Os novos programas do Progresso Pessoal e do Dever para com Deus incentivam os jovens a refletir e a compartilhar aquilo que aprenderam. Se você tiver adolescentes em sua família, pode pedir-lhes que planejem uma aula para a reunião familiar utilizando uma atividade do Dever para com Deus ou do Progresso Pessoal que tenham completado recentemente.

    “Como Construir um Alicerce Espiritual?” p. 62: Coloque, em um recipiente impermeável, várias pedrinhas juntas umas das outras. Em outro recipiente impermeável, espalhe uma camada de areia. Encontre dois pequenos objetos que representem casas. Coloquem uma “casa” nas pedras e outra na areia. Depois, encha cada recipiente de água. A “casa” na areia afundará, enquanto a “casa” nas pedras ficará firme. Discuta como um forte alicerce espiritual nos permite suportar as tempestades da vida (ver Helamã 5:12).

    As Lições Ensinadas por uma Cachorrinha

    Quando nossos filhos eram pequenos, levei-os a uma loja de animais de estimação, para que trocassem um cupom por um peixinho vermelho grátis. Duas horas depois, saímos com uma cachorrinha que as crianças tinham comprado com seu próprio dinheiro. Naquela noite, colocamos a cachorrinha para dormir na lavanderia. Pela manhã, a lavanderia estava uma bagunça. As crianças deveriam limpar tudo, mas acharam que era trabalho demais. “Não conseguimos!” soluçaram.

    Naquela noite, realizamos uma reunião familiar, e o assunto foi “consequências”. “Quando vocês compraram a cachorrinha”, disse-lhes o pai, “não pensaram nas consequências. Agora, ela é parte da nossa família, e vocês precisam responsabilizar-se por ela.” Discutimos como as consequências seguirão sempre qualquer escolha que fizermos, e os incentivamos a fazer sempre escolhas dignas.

    A cachorra morreu recentemente, depois de quatorze anos como parte da família, mas as lições de vida que ela nos ajudou a aprender ficarão para sempre.

    Jill Grant, Victoria, Austrália