A Horta dos Meus Sonhos
    Notas de rodapé

    A Horta dos Meus Sonhos

    Nome omitido

    Tendo sido criada numa família SUD fiel e ativa, jamais imaginei que um dia um filho meu se afastaria da Igreja.

    Meu marido e eu nos casamos no templo e tivemos sete filhos. Fizemos tudo o que pudemos para obedecer ao conselhos dos profetas. Ensinamos o evangelho aos nossos filhos, prestamos testemunho a eles, assistimos juntos às reuniões de domingo, fizemos reuniões familiares, oramos todos os dias, pela manhã e à noite, e lemos as escrituras em família. Nada do que fizemos, porém, impediu nosso filho de sair da Igreja.

    Em minha angústia, busquei o Senhor pedindo forças e acabei compreendendo mais claramente o papel do arbítrio em nossa vida. Ainda assim, eu me questionava: “O que mais posso fazer? Sem dúvida deve haver algo que eu possa fazer para trazê-lo de volta à verdade”. Orei por nosso filho, mas sentia que não estava fazendo o suficiente. Quem sabe, se eu tivesse fé suficiente, será que ele não mudaria?

    Esses pensamentos percorriam minha mente quando fui dormir, certa noite. O Pai Celestial achou por bem responder a minhas dúvidas por meio de um sonho. Foi um sonho bem simples, mas para mim seu significado foi muito profundo.

    Em meu sonho, eu estava em pé, no meio de minha horta. Tinha plantado e regado as sementes, mas as plantas ainda não haviam começado a crescer. No sonho, ordenei às plantas que crescessem. Resmunguei para que crescessem! Então, comecei a rir sozinha. A simples ideia de fazer minhas plantas crescerem ordenando-lhes que fizessem isso era absurda.

    Então, acordei. Imediatamente compreendi o significado de meu sonho. Meu filho era a semente que eu estava tentando fazer com que crescesse. Mas assim como eu não podia fazer as sementes da horta crescerem, não posso fazer meu filho mudar. Cada semente de minha horta tem como parte inerente de si a capacidade de crescer que lhe foi concedida por Deus, e é Deus quem dirige o crescimento de cada semente. Da mesma forma, meu filho tem a capacidade de crescer porque é um filho espiritual do Pai Celestial. Mas, para que o crescimento e a mudança ocorram na vida dele, essas coisas têm que ser o resultado do arbítrio dele aliado ao poder de Deus.

    Na horta do meu sonho, plantei sementes, reguei, arranquei as ervas daninhas e procurei nutri-las de todas as maneiras possíveis. Da mesma forma, em meu papel de mãe planto sementes na vida de meus filhos. Com a ajuda do Pai Celestial, eu os ajudo, procuro ser bom exemplo para eles, presto-lhes meu testemunho e os amo, fazendo tudo o que está ao meu alcance para ser um instrumento para o bem na vida deles. Depois, preciso esperar. No devido tempo, o Mestre Agricultor vai ajudar as sementes a crescer.

    Enquanto isso, Ele me ajuda a esperar com paciência. Enche meu coração de esperança. Lembra-me de que estou fazendo tudo o que Ele exige de mim. Dá-me provas diárias de Seu amor. De todas as maneiras que me são necessárias, Ele me apoia.

    Portanto, vou esperar, orar, confiar em Suas promessas e continuar plantando sementes. A colheita virá.

    Ordenei a minhas plantas que crescessem. Resmunguei para que crescessem! Depois, comecei a rir sozinha.