2002
Kathleen H. Hughes Primeira Conselheira, Presidência Geral da Sociedade de Socorro
anterior próximo

Kathleen H. Hughes
Primeira Conselheira, Presidência Geral da Sociedade de Socorro

“O Pai Celestial concedeu às mulheres muitos dons, habilidades e qualidades maravilhosos”, diz Kathleen H. Hughes, recém chamada primeira conselheira na presidência geral da Sociedade do Socorro. “Com Sua ajuda, e com a ajuda uns dos outros, não falharemos.”

A irmã Hughes diz que as palavras das escrituras, juntamente com seu conhecimento de que é filha de Deus, tem sido um alicerce para ela e tem-na ajudado a encontrar a paz, mesmo durante os períodos difíceis de sua vida. Certa ocasião, por exemplo, enquanto se debatia com o que poderia ter sido uma depressão pós-parto, ela e o marido visitaram a Cadeia de Liberty em Missouri. Recapitularam a experiência pela qual Joseph Smith lá passou e leram a revelação que recebeu e que se encontra registrada em Doutrina e Convênios 121. A irmã Hughs percebeu que assim como o Senhor apoiara Joseph Smith, Ele a ajudaria a suportar suas próprias provações. “Foi uma daquelas ocasiões de que sempre nos lembramos” um momento decisivo quando senti a presença do Senhor em minha vida e percebi o que as escrituras podem fazer para trazer consolo e paz”, diz ela.

A irmã Hughes nasceu em 19 de outubro de 1944 em Tooele, Utah, filha de William Daly e Emma Johanson Hurst. Casou-se com o escritor Dean T. Hughes em 23 de novembro de 1966 no Templo de Salt Lake; eles têm três filhos e cinco netos.

A irmã Hughes recebeu o grau de bacharel em inglês pela Faculdade Estadual de Weber em 1966 e um mestrado em educação especial pela Universidade Estadual do Missouri Central em 1974. Ela deu aulas durante muitos anos e tem trabalhado como diretora na Escola Distrital de Provo (Utah) desde 1985.

Mas recentemente a irmã Hughes serviu como presidente das Moças da ala. Ela serviu na Sociedade de Socorro, Primária e Escola Dominical e na junta geral da Organização das Moças.

“O propósito da Sociedade de Socorro é o de ajudar as irmãs e as famílias, com a ajuda do sacerdócio, a virem a Cristo”, diz ela. “Sinto tanta paz a respeito desse chamado e sei que será uma oportunidade maravilhosa para trabalhar com essas grandes mulheres na presidência.”