Considerações iniciais
    Notas de rodapé

    Considerações iniciais

    Anunciamos uma importante reestruturação em nossos quóruns do Sacerdócio de Melquisedeque a fim de realizarmos o trabalho do Senhor de modo mais eficaz.

    Obrigado por sua valiosa mensagem, irmão Holmes.

    Queridos irmãos, sentimos muita falta do presidente Thomas S. Monson e do élder Robert D. Hales. Porém, todos nós prosseguimos firmes no trabalho do Senhor.1

    Sou muito grato por todos os homens portadores do santo sacerdócio. Vocês são a esperança de nosso Redentor, que deseja “que todo homem, porém, fale em nome de Deus, o Senhor, sim, o Salvador do mundo”.2 Ele quer que todos os Seus filhos que foram ordenados para representá-Lo falem em favor Dele, ajam em Seu nome e abençoem a vida dos filhos de Deus no mundo todo para que “a fé também aumente [em toda a] Terra”.3

    Alguns de vocês servem em locais onde a Igreja já está estabelecida há gerações. Outros servem em locais onde a Igreja é relativamente nova. Alguns frequentam alas grandes. Outros pertencem a pequenos ramos onde as distâncias são grandes. Quaisquer que sejam suas circunstâncias, cada um de vocês é membro de um quórum do sacerdócio, com uma responsabilidade divina de aprender e ensinar, de amar e servir ao próximo.

    Esta noite, anunciamos uma importante reestruturação em nossos quóruns do Sacerdócio de Melquisedeque a fim de realizarmos o trabalho do Senhor de modo mais eficaz. Em cada ala, os sumos sacerdotes e os élderes agora serão reunidos em um quórum de élderes. Esse ajuste vai potencializar imensamente a capacidade e a habilidade que os homens portadores do sacerdócio têm de servir ao próximo. Os élderes em perspectiva serão recebidos e integrados por esse quórum. Em cada estaca, a presidência da estaca continuará a presidir o quórum de sumos sacerdotes da estaca. Porém, a composição desse quórum terá como base os atuais chamados no sacerdócio, como será explicado mais tarde.

    O élder D. Todd Christofferson e o élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, vão nos dar mais explicações a respeito desses importantes ajustes.

    Essas modificações foram estudadas durante muitos meses. Sentimos uma grande necessidade de melhorar a maneira como cuidamos de nossos membros e de como reportamos nosso contato com eles. Para fazer isso melhor, precisamos fortalecer nossos quóruns do sacerdócio para que os irmãos sejam mais bem orientados quanto ao ministério de amor e de cuidado que o Senhor deseja para Seus santos.

    Esses ajustes foram inspirados pelo Senhor. Ao implementá-los, seremos ainda mais eficazes do que jamais fomos antes.

    Estamos empenhados na obra do Deus Todo-Poderoso. Jesus é o Cristo! Somos Seus humildes servos! Que Deus os abençoe, irmãos, ao aprendermos e cumprirmos nosso dever. Essa é minha oração, em nome de Jesus Cristo. Amém.