Alimentar os famintos em 2023

Os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias praticam os princípios de autossuficiência e procuram ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo. No entanto, para muitos que lutam contra a fome e outras necessidades temporais urgentes, é difícil se concentrar na autossuficiência a longo prazo enquanto as necessidades de curto prazo não estão sendo atendidas.

A Igreja procura ajudar essas pessoas ao atender às necessidades imediatas de fome, apoiar a nutrição aperfeiçoada e promover a segurança alimentar de longo prazo.

WSRS Annual Report 2023

Foto cortesia do Programa Alimentar Mundial.

Caring Web Icons
Projetos de segurança alimentar

Esses projetos e 71 projetos de nutrição foram implementados em 94 países em 2023.

— Camille N. Johnson, presidente geral da Sociedade de Socorro

Atendendo às necessidades imediatas

Para ajudar a atender às necessidades imediatas de fome, a Igreja opera 123 armazéns do bispo, nos quais os líderes locais da Igreja podem providenciar maneiras para que as pessoas recebam alimentos e outros itens gratuitamente. Esses armazéns também doam produtos a centenas de bancos locais de alimentos.

Três quartos do volume total de mercadorias distribuídas dos armazéns do bispo vêm de mercadorias produzidas e/ou processadas por meio de fazendas, pomares, operações de criação e processamento de plantas da Igreja. Essas operações são apoiadas por voluntários, que podem ser membros da Igreja, membros da comunidade ou voluntários de organizações nacionais.

Em locais sem acesso ao armazém do bispo, os líderes geralmente fazem acordos com supermercados locais para atender a essas necessidades. A Igreja também dá apoio a outras organizações em todo o mundo que abordam a fome. Além disso, os membros da Igreja frequentemente participam de campanhas de alimentos para atender às necessidades de sua própria comunidade.

Senior Missionary Picks Berries

Nutrição

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está comprometida em aliviar a desnutrição e está posicionada exclusivamente para organizar esforços de base nas comunidades locais.

Abordar a desnutrição entre os membros da Igreja

Em 2023, a Igreja continuou apoiando seus esforços de nutrição infantil, incluindo uma iniciativa liderada pela Sociedade de Socorro da Igreja que apoia os membros da Igreja cujos filhos estão desnutridos. Por meio dessa iniciativa, os líderes locais da Igreja e os membros recebem treinamento sobre os sinais comuns da desnutrição e como conduzir uma triagem de nutrição. A iniciativa também fornece apoio para ajudar os membros da Igreja a ter acesso a serviços de saúde e clínicas locais, suplementos nutricionais, vacinas e outros auxílios para reduzir os riscos da desnutrição.

Produção de culturas ricas em nutrientes

Como parte de seus esforços humanitários, a Igreja também forneceu apoio geral aos fazendeiros rurais com produção de culturas ricas em nutrientes e trabalhou com os sistemas de saúde da comunidade para fortalecer a educação e o acesso a alimentos terapêuticos. Ao trabalhar com organizações qualificadas como CARE, Helen Keller International, Catholic Relief Services, Save the Children, iDE, the Hunger Project, UNICEF e o World Food Programme, a Igreja foi capaz de ajudar famílias de alto risco, com todos os tipos de históricos, a receber fontes alimentares suplementares durante períodos críticos, garantindo que as novas mães e crianças tenham acesso à nutrição de que precisam para se desenvolverem.

Women and children eating at table in Cochabamba Bolivia

Segurança alimentar

A segurança alimentar global continuou a ser uma prioridade humanitária em 2023.

Sustentabilidade agrícola

  • No Senegal, a Igreja ajudou a organização MyAgro a comprar inserções agrícolas, como fertilizantes, e forneceu treinamento para milhares de fazendeiros, ajudando a promover a sustentabilidade agrícola de longo prazo.
  • A Igreja também trabalhou com a organização iDE Zâmbia para melhorar o acesso a inserções e mercados para milhares de fazendeiros, ajudando-os a aumentar sua renda e melhorar a segurança alimentar na região.

Hortas urbanas e familiares

Além disso, a Igreja apoiou vários projetos para melhorar a segurança alimentar por meio de hortas urbanas e familiares.

  • Nas Filipinas, a Igreja se juntou ao Departamento de Agricultura e a instituição Bureau of Plant Industry para lançar um projeto agrícola urbano na cidade de San Juan. Esse projeto ajuda os membros da comunidade a promover e implementar práticas agrícolas urbanas sustentáveis cultivando seus próprios produtos, reduzindo assim a dependência de fontes externas de alimentos.

O acesso aos alimentos aumenta a autossuficiência

Em 2023, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias trabalhou com o The Hunger Project [O Projeto Fome] para estabelecer centros em Burkina Faso, onde as comunidades locais podem se reunir para compartilhar recursos, inclusive um moinho para moer grãos.

Esse projeto teve um impacto significativo para Hinmin, uma mãe de quatro filhos, que anteriormente tinha que caminhar longas distâncias e esperar em longas filas para acessar o único moinho da vila. Agora ela despende menos tempo e dinheiro no moinho, e obtém sua farinha mais rapidamente, o que lhe dá mais tempo para obter sua renda e sustentar seus filhos.

O que posso fazer?

  • Seja voluntário e doe para a despensa de alimentos em sua região.
  • Comece uma horta comunitária para atender às necessidades de fome em sua região.
  • Converse com seus amigos e familiares sobre a fome em sua comunidade e o que eles podem fazer para ajudar.

O que a Igreja faz para alimentar as crianças?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias se importa com o cuidado de todos os filhos de Deus, inclusive o cuidado com a nutrição saudável. Saiba mais sobre o trabalho de nutrição infantil no link abaixo.