Lição 43

Jonas e o Povo de Nínive

Primária 6: Velho Testamento


Propósito

Ajudar as crianças a compreenderem que o Pai Celestial perdoa a todos os que se arrependem verdadeiramente.

Preparação

  1. Em espírito de oração, estude:

    • Jonas 1:1–2—Jonas é chamado para ir a Nínive pregar arrependimento ao povo.

    • Jonas 1:3–7—Jonas foge em um navio, é jogado ao mar e é engolido por um grande peixe.

    • Jonas 2:1–2, 10—Jonas ora ao Senhor e é vomitado em terra seca pelo peixe.

    • Jonas 3—Jonas profetiza a queda de Nínive. O povo arrepende-se e a cidade é salva. (Observação: Jonas 3:9–10 diz que Deus se arrependeu do mal que havia dito que faria ao povo de Nínive. Na Tradução de Joseph Smith esses versículos foram corrigidos e dizem: “Quem sabe, se nos arrependermos e nos voltarmos a Deus, Ele apartará o furor da Sua ira de nós, de sorte que não pereçamos? E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus apartou o mal que tinha anunciado lhes faria”. Deus não peca, portanto não precisa arrepender-Se.

  2. Leitura adicional:

    • Jonas 4:1–2—A misericórdia do Senhor para com o povo de Nínive desagrada a Jonas.

    • Mateus 12:38–41—Assim como Jonas passou três dias e três noites nas entranhas do peixe, Cristo passaria três dias e três noites sepultado.

  3. Estude a lição e decida como pretende ensinar às crianças as histórias das escrituras. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Escolha as perguntas do debate e as atividades complementares que mais ajudem as crianças a alcançarem o propósito da aula.

  4. Material necessário:

    1. Uma Bíblia para cada criança.

    2. Uma Doutrina e Convênios.

    3. Um espelho, um lápis ou giz, e uma cópia do labirinto do fim da lição. (Se quiser, faça uma cópia do labirinto para cada criança usar em casa.)

    4. Gravura 6–46: Jonas Tenta Fugir de Deus.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Mostre o labirinto. Peça a uma das crianças que use o espelho para olhar o labirinto e traçar uma linha que comece no Início e termine em Nínive. Se a criança errar, permita-lhe voltar no caminho e tomar outra direção, mas ela deve olhar para o labirinto através do espelho. (Faça a atividade sem espelho caso não haja nenhum disponível.)

Se vocês estivessem indo para uma cidade, se confundissem e pegassem a estrada errada, o que fariam? (Voltar e pegar a estrada certa.)

Há vezes na vida em que pegamos a estrada errada, isto é, fazemos escolhas erradas. Peça às crianças que pensem em uma palavra que signifique deixar de fazer o que é errado e começar a fazer o que é certo. Dê algum tempo para as crianças dizerem o que pensaram e depois escreva a palavra Arrependimento no quadro-negro.

• O que significa arrependimento?

História das Escrituras

Ensine às crianças que todos podem ser perdoados contanto que se arrependam sinceramente enquanto conta a elas a história de Jonas, de acordo com as escrituras relacionadas na seção “Preparação”. Use a gravura quando for oportuno. (Para sugestões de como ensinar a história das escrituras, ver “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

Debate

Ao preparar a aula, estude as seguintes perguntas e referências de escrituras. Use as perguntas que mais ajudem as crianças a entender as escrituras e aplicar os princípios em sua vida. Ler e discutir as escrituras durante a aula irá ajudá-las a chegar a seus próprios pontos de vista a respeito do assunto.

• Por que o Senhor queria que Jonas fosse a Nínive? (Jonas 1:2) Já que o povo de Nínive não era israelita e, portanto, não estava entre o povo do convênio, por que o Senhor mandou Jonas pregar-lhe arrependimento? Enquanto debate essas perguntas, ajude as crianças a compreenderem duas coisas: Primeiro, as pessoas da Casa de Israel são responsáveis por levar o evangelho a todos que não fazem parte do povo do convênio. Segundo, o Pai Celestial ama a todos os Seus filhos e deseja que sejam dignos de voltar a Sua presença. O que o arrependimento pode fazer por nós? (Ver atividade complementar.)

• Para onde Jonas foi em vez de Nínive? (Jonas 1:3) Por que não é possível fugir da presença do Senhor? Em sua opinião, por que alguém iria querer fugir da presença do Senhor?

• O que o mestre do navio quis que Jonas fizesse quando o Senhor mandou um vento muito forte? (Jonas 1:6) O que Jonas disse que os marinheiros deveriam fazer com ele para a tempestade acabar? (Jonas 1:11–12) Não querendo lançar Jonas ao mar, o que os homens fizeram para tentar salvar o navio? (Jonas 1:13)

• Quanto tempo Jonas ficou nas entranhas do grande peixe? (Jonas 1:17) O que Jonas fez enquanto esteve dentro do peixe? (Jonas 2:1–2) Como o Senhor respondeu à oração de Jonas? (Jonas 2:10) O que Jonas fez para demonstrar que estava arrependido? (Jonas 2:1; 3:1–4)

• O que o povo de Nínive fez depois de ter ouvido a pregação de Jonas? (Jonas 3:5–8) Diga que o saco era um pano escuro e grosseiro feito de pelo de camelo e de cabra. Com ele faziam-se roupas rústicas que as pessoas vestiam em sinal de tristeza e pesar. O que as pessoas de Nínive fizeram para se arrependerem? (Jonas 3:5, 8. Elas reconheceram que tinham agido mal, oraram a Deus e abandonaram suas maldades.)

• Quem precisa arrepender-se? (Ver atividade complementar 2.) Como sabemos que precisamos nos arrepender? Quem tornou possível que nos arrependêssemos e fôssemos perdoados? (Jesus Cristo)

• Por que é importante que nos arrependamos de nossos pecados? (D&C 1:31–33) Saliente que não podemos voltar à presença do Pai Celestial se não nos arrependermos dos pecados. O que precisamos fazer para nos arrependermos? (Reconhecer que pecamos, sentir tristeza por isso, pedir perdão, fazer o que estiver a nosso alcance para restituir e nunca mais cometer esse pecado de novo. Se quiser, faça um resumo das respostas no quadro-negro.) O que o Senhor nos prometeu conceder se nos arrependermos? (D&C 58:42. Ver atividade complementar 3.)

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. Faça um debate a respeito do que nos acontece quando pecamos. Peça a um voluntário que junte os dois tornozelos; amarre-os com uma corda, gravata, meia de nylon velha ou com uma faixa de pano. Peça que a criança tente subir num banquinho ou numa cadeira sem pular.

    Leia Doutrina e Convênios 88:86 e diga que os erros e as más ações são comparáveis à corda. Eles amarram-nos e impedem-nos de progredir ou de subir rumo ao reino do Pai Celestial. Além disso eles impedem-nos de ser tão felizes quanto seríamos se não tivéssemos pecado.

    Pergunte às crianças o que podemos fazer para nos libertarmos das cordas que são nossas más ações. Ajude-as a compreenderem que, graças ao Sacrifício Expiatório, podemos nos arrepender, vencer os erros e ser perdoados. Desamarre o voluntário e peça-lhe que suba no banquinho ou na cadeira. (Se estiver usando uma cadeira, segure-a enquanto a criança sobe.) Diga que podemos comparar o arrependimento ao ato de desamarrar a corda que estava prendendo alguém. Somos libertados dos erros que nos tornam infelizes e somos capazes de progredir e tornarmo-nos dignos de viver com o Pai Celestial.

  2. Peça às famílias de seus alunos retratos deles quando eram bebês. Se não conseguir esses retratos, use o retrato de um bebê. Mostre o retrato ou retratos. (Se você tiver em mãos os retratos de seus alunos, peça às crianças que adivinhem quem são os bebês das fotos.) Diga que éramos puros quando saímos de perto do Pai Celestial e viemos para a Terra. Não tínhamos nenhum pecado. O Pai Celestial sabia que não permaneceríamos puros, mas que cometeríamos erros durante o processo de crescimento e aprendizado. Devido ao amor que nos tinha, Jesus Cristo sofreu por nossos pecados, tornando possível que fôssemos perdoados se nos arrependêssemos.

  3. Faça nove quadrados com peixes e nove com barcos de acordo com o modelo dado no final da lição. Faça quinze quadrados numerados de 1 a 15 e coloqueos na mesa, ou no chão, formando uma fileira. Divida a turma em dois grupos. A um grupo, dê os peixes, e ao outro, os barcos. O objetivo do jogo é colocar três peixes ou três barcos em seqüência na fileira numérica. Faça uma pergunta ao grupo dos peixes. Se eles acertarem a resposta, coloque um peixe sobre um dos quadrados dos números. Faça uma pergunta ao grupo dos barcos. Se eles acertarem a resposta, coloque um barco sobre um dos números. Não se pode colocar mais do que uma figura em cada número. Prossiga fazendo perguntas aos grupos até um deles ter três cartões colocados em seqüência na fileira numérica. Pode acontecer de os jogadores terem de optar entre completar sua própria seqüência de três figuras ou jogar de modo a impedir o outro grupo de fazê-lo. Se os quinze números forem preenchidos antes que um dos grupos complete a seqüência, quem tiver mais figuras na fileira numérica, seja o grupo dos peixes ou o dos barcos, será o vencedor.

    Perguntas sugeridas:

    1. As pessoas são automaticamente perdoadas de seus pecados quando morrem? (Não)

    2. Quem tornou possível que nossos pecados fossem perdoados? (Jesus Cristo)

    3. Aonde o Senhor ordenou que Jonas fosse? (A Nínive)

    4. Por que Jonas embarcou no navio? (Para fugir do Senhor)

    5. O que Jonas estava fazendo quando começou a ventania? (Dormindo)

    6. O que o mestre do navio disse para Jonas fazer? (Orar)

    7. O que Jonas disse que os marinheiros deviam fazer para o mar acalmarse? (Jogá-lo no mar)

    8. Os marinheiros queriam lançar Jonas ao mar? (Não)

    9. Como Jonas chegou à praia? (O peixe vomitou-o na praia)

    10. O Pai Celestial continuará a amar-nos, mesmo se pecarmos? (Sim)

    11. O que Jonas fez enquanto esteve nas entranhas do peixe? (Orou e sentiu tristeza)

    12. É ruim sentir remorso pelos pecados que cometemos? (Não, pois quando sentimos remorso sabemos que precisamos nos arrepender.)

    13. O povo de Nínive era iníquo demais para ser perdoado pelo Senhor? (Não, ele se arrependeu e por isso foi perdoado.)

    14. O que Jonas disse ao povo de Nínive? (Que seria destruído em quarenta dias, a menos que se arrependesse.)

    15. Os habitantes de Nínive fizeram várias coisas que contribuíram para seu arrependimento. Cite algumas delas. (Eles acreditaram em Jonas, jejuaram e oraram vestidos de saco e cobertos de cinzas e abandonaram o mau caminho.)

    16. O que as pessoas e os animais vestiram durante o tempo em que jejuaram? (Saco)

    17. Será que Satanás deseja que pensemos que somos ruins demais para sermos perdoados? (Sim)

    18. Poderemos voltar a viver com o Pai Celestial e Jesus Cristo se não nos arrependermos de nossos pecados? (Não)

  4. Pecamos não só quando fazemos coisas erradas, mas também quando deixamos de fazer o que é certo. Peça às crianças que dêem exemplos disso. Talvez seja necessário que você as ajude com os exemplos. Eis algumas sugestões:

    • Ver alguém machucando uma criança e não tomam nenhuma atitude.

    • Saber que o evangelho é verdadeiro, mas não falar dele para pessoas que não pertencem à Igreja.

    • Saber que os pais fazem grandes sacrifícios para que vocês estudem, mas não se dedicar aos estudos.

    • Conhecer uma viúva solitária e nunca visitá-la.

    • Não ir à Igreja aos domingos.

    • Esquecer de agradecer as coisas que fazem por vocês.

  5. Leia Doutrina e Convênios 58:42–43. Peça que as crianças leiam os versículos de novo, silenciosamente, e escolham quatro palavras de cada versículo que, na opinião delas, sejam as principais. Peça-lhes que digam quais palavras escolheram e por que acham que são importantes. Lembre-se de que qualquer palavra escolhida por uma das crianças é importante. Não há respostas erradas. Se quiser, ajude as crianças a decorarem esses versículos. 6. Cante ou leia “Faze-me ó Pai Perdoar” (Músicas para Crianças, p. 52).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho de que, por meio do Sacrifício Expiatório, Cristo tornou possível o perdão de nossos pecados e que o Pai Celestial perdoará alegremente quem se arrepender com sinceridade. Expresse gratidão pelo dom do arrependimento e saliente a importância de tirarmos proveito desse dom.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversar com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou ler a “Designação de Leitura Sugerida” em família.

Designação de Leitura Sugerida

Sugira às crianças que estudem, em casa, Jonas 1:1–3, 11–17; 2:1–2, 10 e 3:3–5, 10 para recapitularem a lição.

Convide uma criança para fazer a última oração.