Lição 38

Ester Salva Seu Povo

Primária 6: Velho Testamento


Propósito

Ensinar às crianças que podem ser abençoadas por meio do jejum.

Preparação

  1. Em espírito de oração, estude:

    • Ester 2:5–11, 15–23—O rei escolhe Ester para ser a nova rainha. Mardoqueu salva a vida do rei.

    • Ester 3:1–6, 8–11, 13—Mardoqueu não se inclina diante de Hamã. Hamã planeja matar todos os judeus.

    • Ester 4—Ester pede que os judeus jejuem para que ela seja bem-sucedida ao pedir ao rei que poupe os judeus.

    • Ester 5—O rei recebe Ester. Ela convida o rei e Hamã para um banquete. Hamã planeja enforcar Mardoqueu.

    • Ester 6—O rei lembra-se de que Mardoqueu não havia recebido nenhuma honraria por ter-lhe salvo a vida. Sem saber o que fazia, Hamã planeja a recompensa de Mardoqueu.

    • Ester 7:1–6, 9–10—Ester revela o plano de Hamã para matar os judeus. O rei faz com que Hamã seja enforcado na forca que mandou fazer para matar Mardoqueu.

    • Ester 8:1–8, 11, 17—Novo decreto do rei salva os judeus.

    • Ester 10:3—Mardoqueu torna-se o homem mais poderoso da Pérsia, depois do rei.

  2. Estude a lição e decida como pretende ensinar às crianças as histórias das escrituras. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Escolha as perguntas do debate e as atividades complementares que mais ajudem as crianças a alcançarem o propósito da aula.

  3. Material necessário:

    1. Uma Bíblia para cada criança.

    2. Opcional: 1 colher de sopa de fermento de pão, 1/2 xícara de água morna, 1/2 colher de chá de açúcar e uma vasilha para colocar os ingredientes.

    3. Gravura 6–44: Ester.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Diga às crianças que o fermento de pão é usado para fazer a massa do pão ficar leve e cheia de ar. Explique-lhes que quando o fermento é colocado na água, começa a crescer. Pergunte o que acontece se juntarmos açúcar à mistura. (Se você tiver os ingredientes à mão, misture-os para demonstrar o que acontece.) Explique-lhes que a umidade e o calor fazem o fermento crescer e que ele cresce ainda mais depressa quando lhe é adicionado açúcar. Diga que a combinação de certos elementos aumenta nossa fé assim como a água e o açúcar, combinados, ajudam o fermento a crescer.

Pergunte às crianças o que é necessário para que sua fé e espiritualidade cresçam. Diga que a oração sincera ajuda-nos a ter fé e a aumentar a espiritualidade, mas se além de orarmos, jejuarmos, a fé e espiritualidade crescerão ainda mais. Jejuar é ficar sem comer nem beber de livre e espontânea vontade. O jejum, quando é acompanhado da oração, não só aumenta nossa espiritualidade e fé, mas também nossa humildade, amor a Deus e capacidade de receber ajuda para resolver nossos problemas. Diga às crianças que esta lição fala como uma mulher corajosa jejuou e orou para ajudar a salvar seu povo.

História das Escrituras

Ensine às crianças a história de Ester, de acordo com as escrituras relacionadas na seção “Preparação”. Use a gravura quando for oportuno. (Para sugestões de como ensinar a história das escrituras, ver “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

Enquanto conta a história de Ester diga que Assuero, o rei da Pérsia, ofereceu para os nobres e os príncipes um banquete que durou sete dias e no qual exibiu orgulhosamente seu ouro, prata e lindas tapeçarias. Depois ele chamou Vasti, a rainha, para mostrar sua beleza. Mas ela recusou-se a atendê-lo, o que fez com que o rei ficasse muito zangado. Era vergonhoso para o rei que a rainha se recusasse a obedecer-lhe diante dos convidados. Ele perguntou aos sábios que atitude deveria tomar com relação à rainha e foi aconselhado a destituí-la e escolher outra rainha. Por esse motivo, todas as jovens bonitas do reino foram apresentadas ao rei, para que ele escolhesse a nova rainha.

Debate

Ao preparar a aula, estude as seguintes perguntas e referências de escrituras. Use as perguntas que mais ajudem as crianças a entender as escrituras e aplicar os princípios em sua vida. Ler e discutir as escrituras durante a aula irá ajudá-las a chegar a seus próprios pontos de vista a respeito do assunto.

• Qual era o parentesco entre Ester e Mardoqueu? (Ester 2:5, 7) Por que os judeus estavam morando na Pérsia? (Ester 2:6. Diga que os judeus eram o povo do convênio do Pai Celestial. Isso quer dizer que tinham prometido obedecer ao Senhor. Eles eram uma das tribos de Israel, ou seja, descendentes de Abraão Isaque e Jacó. Tinham sido subjugados e levados para as terras da Média e da Pérsia.) Quando Ester foi levada para o palácio por que não deixou ninguém saber que era judia? (Ester 2:10, 20)

• O que aconteceu quando o rei conheceu Ester? (Ester 2:17)

• O que Mardoqueu fez para proteger o rei? (Ester 2:21–23) Diga que Bigtã e Teres eram da guarda pessoal do rei. Isso tornava seu plano de matar o rei mais perigoso, pois eles tinham muitas oportunidades de se aproximarem dele e podiam realizar seu plano com facilidade.

• Quando lhe perguntaram por que não se inclinava diante de Hamã, que era o mais importante oficial do rei, o que Mardoqueu respondeu? (Ester 3:2–4) Por que Mardoqueu não se inclinou diante de Hamã? (Êxodo 20:3. Explique às crianças que o rei havia ordenado não somente que o povo apenas se inclinasse diante de Hamã, mas também que o reverenciassem e adorassem. Se Mardoqueu fizesse isso estaria quebrando o primeiro dos dez mandamentos.)

• O que Hamã, irado, quis fazer para punir Mardoqueu e os judeus? (Ester 3:6, 8–9) O que vocês sentiriam se fosse aprovada uma lei estabelecendo que todos os membros da Igreja deveriam ser mortos? Qual foi a reação de Mardoqueu e dos judeus à nova lei? (Ester 4:1–3) Diga que o pano de saco era um tecido grosseiro feito de pelo de camelo ou de bode e que as pessoas se vestiam de saco em épocas de jejum ou luto. Além disso, sentavam-se em montes de cinzas ou espargiam cinzas em si mesmas.

• Por que Ester tinha medo de procurar o rei? (Ester 4:11) O que Mardoqueu disse a respeito de Ester ir procurar o rei? (Ester 4:13–14) Diga que Mardoqueu achava que o Pai Celestial poderia ter preparado Ester para salvar os judeus. O que Ester fez para que lhe fosse possível conseguir o que pediria ao rei? (Ester 4:16–17) Como o rei recebeu Ester? (Ester 5:2–3) Citem coisas pelas quais podemos jejuar. (Ver atividade complementar 4.)

• Ester pediu que fosse feito um jejum de três dias. Quanto tempo deve durar nosso jejum? No jejum, normalmente, deixamos de comer e beber durante um tempo que inclui duas refeições consecutivas, mas o Presidente Joseph F. Smith disse que isso “não é uma regra incontestável, (…) é deixado ao julgamento pessoal, como uma questão de consciência, para ser julgada com sabedoria e discrição. Muitos sofrem de fraqueza, outros têm a saúde debilitada (…) não se deve pedir que essas pessoas jejuem.” (Gospel Doctrine, 1968, p. 244)

• Quem Ester convidou para o banquete? (Ester 5:4–5) Com o que Hamã se zangou depois que saiu do primeiro banquete? (Ester 5:9) O que os amigos e a mulher de Hamã lhe disseram para fazer com Mardoqueu? (Ester 5:14)

• Como o rei se lembrou de que Mardoqueu lhe havia salvado a vida? (Ester 6:1–3) Diga que é possível que a falta de sono do rei tenha sido uma bênção do Pai Celestial em resposta ao jejum dos judeus. O que o rei fez para decidir qual seria a recompensa de Mardoqueu? (Ester 6:6–10)

• No segundo banquete, o que Ester pediu ao rei? (Ester 7:3–4) O que aconteceu a Hamã depois que o rei descobriu seu plano para exterminar os judeus? (Ester 7:9–10) Que recompensa Mardoqueu recebeu? (Ester 8:1–2)

• Como devemos jejuar? (Mateus 6:16–18) O que podemos fazer para que nosso jejum seja melhor? Diga que a oração sincera deve fazer parte do jejum. Observe que normalmente temos uma razão específica para jejuar. Nem sempre recebemos a resposta que desejamos, mas devemos ter fé para fazermos a vontade do Senhor. É importante criarmos o hábito de obedecer à lei do jejum para que quando tivermos necessidades especiais saibamos como receber ajuda. Nosso jejum também deve dar-nos o desejo de ajudar ao próximo.

• Por que há vezes em que é difícil jejuar? Ajude as crianças a compreenderem que, se persistirem em guardar a lei do jejum de bom grado, crescerão espiritualmente, apesar da fome e sede que sentirem. Que experiências boas vocês tiveram em ocasiões em que jejuaram individualmente ou com a família?

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. Encene parte da história de Ester. (Ver Ester 4:1–5:3.) Leia as falas em voz alta enquanto as crianças representam ou dê-lhes cópias das falas para que elas mesmas leiam. Se quiser, providencie acessórios simples ou crachás para identificar as personagens.

    Servo: Mardoqueu, a rainha Ester quer saber por que você está-se lamentando vestido de saco e cinza.

    Mardoqueu: Hamã conseguiu permissão para fazer com que todos os judeus, jovens, velhos, mulheres e crianças, sejam mortos. Dê uma cópia do decreto a Ester e diga-lhe para interceder por seu povo junto ao rei.

    Servo: Mardoqueu quer que a senhora procure o rei e interceda por seu povo.

    Ester: Leve essa mensagem dizendo a Mardoqueu que eu tenho medo de ir falar com o rei sem ter sido chamada, por que se eu fizer isso serei morta, a menos que o rei estenda seu cetro dourado para mim. Já faz trinta dias que ele não me chama para vê-lo e estou com medo de irritá-lo.

    Servo: (Entrega um papel para Mardoqueu.)

    Mardoqueu: Diga a Ester que ela também é judia e não vai escapar da morte só porque vive na casa do rei. Peço-lhe novamente que interceda por seu povo junto ao rei. Talvez o Senhor tenha permitido que ela se tornasse a rainha justamente para que ela pudesse salvar seu povo.

    Servo: Mardoqueu pediu outra vez que a senhora interceda por seu povo.

    Ester: Diga a Mardoqueu e aos judeus para jejuarem por mim durante três dias e três noites. Eu e minhas servas também jejuaremos. Eu irei ter com o rei e se perecer, pereci.

    Rei: (Estende o cetro e sorri) O que você quer, Ester? Eu lhe darei o que quiser, até a metade de meu reino.

  2. Faça cartões com os nomes dos seguintes personagens das escrituras: o rei Assuero, Vasti, Mardoqueu, Ester e Hamã. Chame cinco crianças e prenda um cartão nas costas de cada uma sem que elas vejam qual é o nome escrito no cartão que receberam. Para descobrirem que personagem representam, elas devem fazer perguntas aos colegas e eles devem responder dizendo “sim” ou “não”. Se houver tempo suficiente, você pode repetir a atividade.

    Estas perguntas podem servir de modelo: Eu sou judeu? Eu sou justo? Eu fiz jejum? Eu gostava de Mardoqueu? Eu sou uma rainha?

  3. Conte esta história com suas próprias palavras:

    No princípio da Igreja, um grupo de santos dos últimos dias vivia no México. Pancho Villa, um comandante revolucionário, atacava muitos povoados no norte do México. Um dos povoados que seriam destruídos em uma determinada noite chamava-se Colonia Dublán e era formado por santos dos últimos dias. O bispo pediu que todos os membros da ala jejuassem e orassem, e convocou uma reunião na Igreja em que todos deviam estar. Eles oraram e foi-lhes dito que continuassem a orar ao Pai Celestial pedindo proteção contra Pancho Villa e seu exército. Depois disso eles deveriam ir dormir como se fosse uma noite comum e confiar que o Senhor os guardaria.

    Durante a noite, quando o exército de Pancho Villa aproximou-se da cidade, viu o que pensaram ser as fogueiras do acampamento de um grande exército que protegia a cidade. Pancho Villa e seu exército retirou-se por considerar insensato atacar Colonia Dublán.

  4. Faça uma lista de várias coisas pelas quais poderíamos jejuar e debata-as. A lista poderia incluir:

    Para ajudar alguém que amamos a recuperar-se de uma doença ou ferimento Para ajudar-nos a tomar decisões importantes Para ajudar outros a estarem dispostos a ouvir o evangelho Para ser protegido do mal Para ser amparado quando precisar enfrentar catástrofes naturais e secas Para ajudar-nos a sentir o Espírito Para nos prepararmos para receber bênçãos especiais, como a bênção patriarcal Para ajudar-nos a vencer o pecado Para ajudar-nos a resolver nossos problemas Para ajudar-nos a saber a quem devemos falar do evangelho Para sermos confortados quando tivermos pesares Para ajudar-nos a entender e realizar uma tarefa difícil Para ajudar outros a resolverem seus problemas

  5. Divida a classe em dois grupos e dê um papel e um lápis a cada grupo. Peça-lhes que façam uma lista de todas as qualidades que Ester demonstrou quando salvou seu povo da destruição. Algumas das respostas que as crianças darão podem ser: confiança no Pai Celestial, amor ao próximo, humildade, etc. Peça aos grupos que mostrem um ao outro a lista que fizeram.

  6. Cante ou leia “Fé” (Músicas para Crianças, p. 50).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho de que quando jejuamos e oramos sinceramente, nossas preces são respondidas e nos aproximaremos mais do Pai Celestial. Ajude as crianças a entenderem que há grande poder em orar pelos outros também. Incentive-as a jejuarem de boa vontade e com um propósito.

Sugestão de Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversar com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou ler a “Designação de Leitura Sugerida” em família.

Designação de Leitura Sugerida

Sugira às crianças que estudem, em casa, Ester 4 para recapitularem a lição.

Convide uma criança para fazer a última oração.