Lição 17

José Perdoa aos Irmãos

Primária 6: Velho Testamento


Propósito

Ajudar as crianças a terem o desejo de perdoar os outros.

Preparação

  1. Em espírito de oração, estude:

  2. Leitura Adicional: Mateus 6:14–15 e Doutrina e Convênios 64:10.

  3. Estude a lição e decida como pretende ensinar às crianças as histórias das escrituras. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Escolha as perguntas do debate e as atividades complementares que mais ajudem as crianças a alcançarem o propósito da aula.

  4. Material necessário:

    1. Uma Bíblia para cada criança.

    2. Uma Doutrina e Convênios.

    3. Papel e lápis para todas as crianças.

    4. Gravura 6–20, José Perdoa aos Irmãos.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Dê papel e lápis para todas as crianças e peça-lhes que escrevam os números de 1 a 5 na parte esquerda do papel. Diga-lhes que farão um teste sobre o perdão. Todas as perguntas podem ser respondidas com um sim ou um não.

  1. Você diria a alguém: “Eu perdôo, mas não vou esquecer nunca a grosseria que você fez comigo” se tivesse perdoado essa pessoa?

  2. Você ficaria contente ao saber que aconteceu algo ruim a alguém de quem não gosta se tivesse perdoado a essa pessoa?

  3. Você desejaria vingar-se de alguém que lhe bateu ou que o empurrou, se tivesse perdoado a essa pessoa?

  4. Você deixaria de falar com alguém que mentiu a seu respeito se lhe tivesse perdoado?

  5. Você falaria mal de alguém que o deixou de fora do time se tivesse perdoado essa a pessoa?

Dê ênfase ao fato de que a resposta certa para todas as perguntas é não. Diga que para perdoarmos de verdade precisamos:

  1. Deixar a raiva para trás.

  2. Não julgar nem criticar os outros.

  3. Esquecer o que aconteceu.

Peça às crianças que contem resumidamente a história de quando José foi vendido por seus irmãos e levado para o Egito. (Ver lição 15.) Diga-lhes que esta lição fala de como José perdoou aos irmãos que o haviam maltratado.

História das Escrituras

Ensine às crianças a história contadas nas escrituras relacionadas na seção “Preparação”. Use a gravura quando for oportuno. (Para sugestões de como ensinar a história das escrituras, ver “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

Debate

Ao preparar a aula, estude as seguintes perguntas e referências de escrituras. Use as perguntas que mais ajudem as crianças a entender as escrituras e aplicar os princípios em sua vida. Ler e discutir as escrituras durante a aula irá ajudá-las a chegar a seus próprios pontos de vista a respeito do assunto.

• Por que Jacó mandou seus filhos ao Egito para comprar mantimentos? (Gênesis 41:56–57; 42:1–2) Qual dos filhos de Jacó ficou em casa? Por que? (Gênesis 42:3–4)

• A qual sonho profético os irmãos de José deram cumprimento ao se inclinarem diante dele? (Gênesis 37:7–8; 42:6)

• Por que José não foi reconhecido pelos irmãos? (Gênesis 42:7–8, 23; vinte e dois anos haviam transcorrido desde a última vez que tinham visto José. Quando José foi levado para o Egito tinha só dezessete anos, quando os irmãos o encontraram, já era um homem maduro. Eles imaginavam que nunca mais veriam José e não faziam idéia de que ele fosse o segundo homem mais poderoso do Egito. Além disso José não conversou com os irmãos em sua língua, mas por meio de um intérprete.)

• Como José soube que seus irmãos sentiam remorso pelo que lhe haviam feito? (Gênesis 42:21–23; lembre às crianças que os irmãos de José não sabiam que ele entendia o que eles diziam.) Como podemos livrar-nos do remorso?

• O que José disse que seus irmãos precisariam fazer para que ele lhes vendesse mantimento? (Gênesis 42:15–16, 20)

• Por que Jacó não queria que Benjamim fosse ao Egito? (Gênesis 42:36, 38) Por que ele acabou deixando Benjamim ir com os irmãos? (Gênesis 43:1–4)

• O que José sentiu ao rever Benjamim, seu irmão? (Gênesis 43:29–30) Em sua opinião o que fazia José sentir-se tão ligado a Benjamim? (José e Benjamim eram filhos da mesma mãe.)

• O que José fez para impedir que seus irmãos voltassem para Canaã? (Gênesis 44:1–5, 11–13) Por que será que ele fez isso?

• Que atitude de Judá demonstrou que ele havia-se arrependido e se tornado mais bondoso e atencioso? (Gênesis 43:8–9; 44:31–34; lembre às crianças que foi Judá quem teve a idéia de vender José aos ismaelitas.) O que vocês poderiam fazer para tornarem-se mais bondosos e atenciosos com sua família?

• José percebeu que o fato de ter sido vendido e levado para o Egito teve conseqüências benéficas. Quais foram elas? (Gênesis 45:5–8) Saliente que a atitude de José foi positiva em todas as situações difíceis que enfrentou e que ele transformou uma experiência ruim em proveitosa. Quais são as situações difíceis que vocês enfrentam e que poderiam transformar em experiências proveitosas?

• Como José demonstrou que havia perdoado a seus irmãos? (Gênesis 45:9–11, 14–15) Como vocês acham que ele se sentiu? O que sentem quando perdoam a alguém que foi rude com vocês? (Ver atividade complementar 1.) Como vocês sentem-se quando são perdoados por alguém?

• Por que precisamos aprender a perdoar aos outros? (Mateus 6:14–15; D&C 64:10) (Ver atividade complementar 4.) Convide as crianças a contarem experiências positivas de perdão que tiveram.

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. Em vários pedaços de papel, escreva palavras como zangado, calmo, feliz, ciumento, amável, infeliz, crítico e amistoso. Escreva no quadro-negro as palavras Generoso e Rancoroso e distribua os papéis entre as crianças. Peça às crianças que leiam, uma por vez, a palavra que tiraram e colem-na no quadro-negro, abaixo da palavra à qual correspondem.

  2. Traga acessórios simples, como roupões e panos, e deixe as crianças representarem uma ou várias partes da história de José e seus irmãos.

  3. Faça “medalhas” para as crianças. Prenda-as a fitas ou barbantes para que possam ser penduradas no pescoço. Leia Mateus 6:14–15 com as crianças e discuta o significado dessa escritura. Ajude-as a compreender que, se perdoarem aos outros, serão mais felizes e o Pai Celestial perdoará suas faltas. Peça às crianças que pensem em alguém que as magoou. Desafie-as a orar e a fazer algo de bom por essa pessoa. Nas Olimpíadas os melhores atletas ganham medalhas. As realizações espirituais são muito mais importantes do que as esportivas, todos seremos abençoados se perdoarmos a quem nos ofende. Se as crianças aceitarem o desafio de retribuir atos indelicados com bondade, dê-lhes as “medalhas” para que se lembrem do que prometeram.

    Line art
  4. Converse com as crianças sobre o perdão. Providencie uma sacola e pedras, livros ou outra coisa pesada. Peça a uma criança para segurar a sacola enquanto você põe as pedras, uma a uma, dentro dela. Diga-lhes que cada pedra representa uma mágoa ou rancor. Peça à criança para dar uma volta pela sala, levando a sacola, ou para segurá-la por algum tempo. Diga que quando cultivamos raivas e mágoas, elas se tornam um fardo para nós. Se perdoarmos aos outros eliminaremos esse fardo e nos sentiremos melhor. (Esvazie a sacola.) Saliente que as pessoas são mais importantes que os problemas. É importante que perdoemos aos outros e continuemos a amá-los. Incentive as crianças a serem tão generosas quanto José foi com seus irmãos.

    Sugira às crianças que façam essa atividade com a família. Incentive-as a discutir de que forma cultivar rancores e mágoas é comparável a carregar uma sacola cheia de pedras.

    Escreva no quadro-negro a escritura que está em Doutrina e Convênios 64:10; leia a escritura e discuta-a com as crianças. Diga-lhes que quando guardamos rancor de outras pessoas, não podemos ter a companhia do Espírito Santo. O Pai Celestial quer que perdoemos para nos libertarmos do rancor e desfrutarmos da companhia do Espírito Santo. Para ajudar as crianças a decorarem a escritura, peça-lhes que a recitem e apague uma palavra de cada vez, assim que elas a repetirem.

  5. Cante ou leia a primeira estrofe de “Faze-me, ó Pai, Perdoar” (Músicas para Crianças, p. 52).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho da importância de perdoarmos. Se desejar, descreva a paz que sentiu depois de ter perdoado a alguém.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversar com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou ler a “Designação de Leitura Sugerida” em família.

Designação de Leitura Sugerida

Sugira às crianças que estudem, em casa, Gênesis 45:1–8 para recapitularem a lição.

Convide uma criança para fazer a última oração.