Lição 14

Jacó e a Família

Primária 6: Velho Testamento


Propósito

Ajudar as crianças a terem o desejo de ser honestas e íntegras.

Preparação

  1. Em espírito de oração, estude:

  2. Estude a lição e decida como pretende ensinar às crianças as histórias das escrituras. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Escolha as perguntas do debate e as atividades complementares que mais ajudem as crianças a alcançarem o propósito da aula.

  3. Material necessário:

    1. Uma Bíblia para cada criança.

    2. O gráfico mostrado no fim da lição, em tamanho grande. (Observação: Guarde o gráfico para ser usado na lição 15.)

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Mostre o gráfico que preparou. Explique-lhes que o gráfico mostra o parentesco entre alguns personagens do livro de Gênesis. Peça às crianças que preencham as lacunas do gráfico com os nomes das pessoas que as pistas abaixo descrevem.

  • O Senhor fez convênio com ele de que seus descendentes seriam portadores do sacerdócio e levariam o evangelho ao mundo. (Abraão)

  • Ela recebeu a bênção de ter um filho na velhice. (Sara)

  • O Senhor mandou que seu pai o oferecesse em sacrifício. (Isaque)

  • Ela foi uma mulher justa e mãe de gêmeos. (Rebeca)

  • Ele trocou seu direito de primogenitura por comida. (Esaú)

  • Ele obedeceu ao pai e viajou até a casa de seu tio para procurar uma esposa. (Jacó)

Explique o parentesco entre esses seis personagens. Diga às crianças que as lacunas que restaram serão preenchidas durante a aula.

História das Escrituras

Ensine às crianças a história de Jacó, suas duas mulheres e filhos de acordo com as escrituras relacionadas na seção “Preparação”. (Para sugestões de como ensinar a história das escrituras, ver “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Ao ensinar a história, ressalte que Jacó se esforçou ao máximo para ser honesto e íntegro em seus negócios com outras pessoas.

Explique, também, que ter mais de uma esposa foi um mandamento dado a Jacó. Peça às crianças que escrevam o nome das mulheres e filhos de Jacó no gráfico quando forem mencionados na lição.

Debate

Ao preparar a aula, estude as seguintes perguntas e referências de escrituras. Use as perguntas que mais ajudem as crianças a entender as escrituras e aplicar os princípios em sua vida. Ler e discutir as escrituras durante a aula irá ajudá-las a chegar a seus próprios pontos de vista a respeito do assunto.

• Por que Jacó foi à casa de Labão? (Gênesis 28:1–5; Lembre às crianças que para casar-se no convênio Jacó precisava fazê-lo com uma filha fiel de Labão.) Por que o casamento no convênio é tão importante? (A plenitude das bênçãos do convênio que Abraão fez com o Senhor só podem ser alcançadas pelas pessoas que se casarem segundo esse convênio, ou seja, no templo.

• Qual foi o convênio que o Senhor fez com Abraão? Diga que esse convênio teve continuidade com os filhos de Jacó e suas famílias e que foi restaurado em nossa época. Lembre às crianças que todas as pessoas que são batizadas tornam-se filhas de Abraão e podem receber todas as bênçãos do sacerdócio, inclusive o dom do Espírito Santo, a bênção patriarcal e todas as ordenanças do templo. Como podemos ser dignos de receber as bênçãos que foram prometidas a Abraão?

• Como Labão recebeu Jacó? (Gênesis 29:13) Por que Jacó foi bem recebido na casa de Labão? (Gênesis 29:14)

• O que Jacó pediu quando Labão ofereceu pagamento pelo trabalho de Jacó? (Gênesis 29:18) O que Labão disse? (Gênesis 29:19) Por que Jacó estava disposto a trabalhar durante sete anos para poder casar-se com Raquel? (Gênesis 29:18, 20) Depois dos sete anos, o que Labão fez para quebrar sua promessa? (Gênesis 29:21, 23, 25) O que Labão apresentou como motivo de sua atitude? (Gênesis 29:26) De que outra forma Labão poderia ter agido? Ao debater essas perguntas, ajude as crianças a compreenderem que Jacó trabalhou muito para cumprir sua parte no acordo que havia feito com Labão, mas Labão não agiu honestamente. Se quiser use alguns minutos para falar do cuidado que devemos tomar quando fazemos promessas e do quanto devemos esforçar-nos para cumpri-las. (Ver atividade complementar 2.)

• Diga que uma semana depois Jacó casou-se com Raquel. Por mais quantos anos Jacó aceitou trabalhar para Labão depois que se casasse com Raquel? (Gênesis 29:30) Com quem mais Jacó se casou? (Gênesis 30:4, 9) Quais eram os nomes dos doze filhos de Jacó? (Gênesis 35:23–26) Explique às crianças que os doze filhos de Jacó são a origem das doze tribos de Israel. Quando todos os filhos casaram, tiveram filhos, netos, bisnetos, etc. As famílias ficaram tão grandes que passaram a ser chamadas de tribos.

• Por que Labão não queria que Jacó fosse embora quando ele resolveu voltar para sua terra natal? (Gênesis 30:27)

• O que Jacó sugeriu que lhe fosse dado como pagamento do salário que Labão lhe devia? (Gênesis 30:30–32) O que Labão e seus filhos sentiam em relação à prosperidade de Jacó? (Gênesis 30:43; 31:1–2) O que o Senhor disse a Jacó que fizesse? (Gênesis 31:3)

• O que Jacó fez por Labão durante os vinte anos em que trabalhou para ele? (Gênesis 31:38–41) De que maneira Labão foi injusto para com Jacó durante aqueles anos? (Gênesis 31:7) Como o Senhor abençoou Jacó por sua paciência? (Gênesis 31:8–9) Saliente que se fazemos o que é certo e alguém comete uma injustiça contra nós, o Senhor está ciente de nossa situação e nos abençoa por nossa paciência e retidão. (Ver Gênesis 31:12.)

• Por que é importante ser verdadeiro em todas as ocasiões? Por que não confiamos em pessoas que nem sempre dizem a verdade? Chame atenção para o fato de que se dissermos a verdade apenas quando for conveniente, as outras pessoas não confiarão em nós e talvez não acreditem no que dissermos, mesmo quando estivermos dizendo a verdade. Como podemos conquistar a confiança de nossos pais?

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. Faça cópias da folha de exercícios, que está no final da lição, para todas as crianças ou faça os exercícios em grupo com a turma.

  2. Debata o tema “fazer promessas” com as crianças.

    • O que significa fazer uma promessa? (Fazer um acordo de que faremos ou deixaremos de fazer algo.) Lembre às crianças que quando nos batizamos fazemos um convênio, ou promessa, de guardar os mandamentos do Pai Celestial. Uma das coisas que prometemos foi dizer sempre a verdade e manter nossa palavra.

    • Por que é tão importante que cumpramos as promessas que fazemos? Explique-lhes que é difícil confiar em alguém que não cumpre o que promete. Incentive as crianças a pensarem bem antes de fazerem uma promessa. Há promessas que nunca devemos fazer como, por exemplo, não dizer a verdade a respeito de algo que tenha acontecido.

    Peça às crianças que escutem você ler esta lista de coisas que elas podem prometer. Diga-lhes para levantarem a mão se acharem que é uma coisa boa de se prometer. Depois discuta cada uma das promessas e as conseqüências de cumpri-las ou quebrá-las.

    • Você combinou com um amigo que o encontraria a uma determinada hora para irem para a escola juntos.

    • Você disse que faria um discurso na Primária na próxima semana.

    • Você disse à uma amiga que a ajudaria a pregar uma peça no irmão.

    • Você disse a sua mãe que cuidaria de sua irmã mais nova depois da aula.

    • Você disse a seu amigo que não contaria quem foi que quebrou a janela do vizinho.

    • Você disse a sua mãe que estaria em casa às cinco horas.

  3. Mostre uma carteira ou outro objeto desejável. Peça às crianças que façam de conta que a encontraram quando iam para a igreja. Não sabem de quem é e estão tentadas a ficar com ela. Deixe as crianças debaterem o que poderiam fazer com a carteira. Diga às crianças em que parte da capela os achados e perdidos são guardados. Incentive-as a entregarem qualquer coisa de valor que acharem a alguém que possa ajudá-las a encontrar o dono.

  4. Escreva o nome de cada criança em um pedaço de papel e coloque-os em uma caixa. Leia uma das seguintes situações, tire da caixa o nome de uma das crianças e peça-lhe para dizer o que deveria ser feito. Deixe que ela tire o próximo nome. Se a turma for pequena, devolva o nome da criança para a caixa depois que ela sortear o próximo nome, de modo que as crianças respondam a mais de uma pergunta. Se desejar, acrescente outros exemplos.

    • Você recebe troco a mais em uma loja.

    • Você esqueceu de fazer um dever da escola e é tentado a dizer para a professora que estava doente.

    • Você está usando o brinquedo de um amigo e o brinquedo quebra.

    • Você quer dinheiro para comprar um doce e a bolsa de sua mãe está em cima da mesa.

    • Você pegou uma coisa de seu pai, sem permissão, e perdeu-a.

    • Um amigo esqueceu um brinquedo em sua casa. É um brinquedo que você adoraria ter.

    • Você está se preparando para jogar com uma amiga quando ela vai beber água. Você percebe que, enquanto ela está fora da sala, poderia arrumar o jogo de forma a ser o ganhador.

    • Sem querer você derruba e quebra uma coisa de outra pessoa. Um amigo diz-lhe que, como foi sem querer, não precisa assumir que foi você quem quebrou.

    A prova de outra criança está ao alcance de sua vista. Você sabe que quase sempre ela acerta as respostas.

  5. Peça às crianças que leiam Êxodo 20:15–16. Diga-lhes que esses são dois dos dez mandamentos dados pelo Senhor. (Explique-lhes que “dizer falso testemunho” significa mentir a respeito de alguém.) Por que é importante obedecer a esses mandamentos?

  6. Cante ou leia “Creio em Ser Honesto” (A.C.R.S.—1987) “Creio em sempre ser honesto. Creio em sempre ser fiel.

    A minha honestidade vai

    Brilhar em tudo que eu fizer

    Bons hábitos cultivarei

    E só verdades eu direi

    O certo eu defenderei

    E um exemplo eu serei.”

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho do valor de sermos honestos. Incentive as crianças a dizerem a verdade e a serem honestas em tudo o que fizerem. Testifique-lhes que, se fizerem isso, o Pai Celestial as ajudará e abençoará. Incentive-as a debaterem com a família a importância de sermos honestos.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversarem com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou lerem com a família a “Designação de Leitura Sugerida”.

Designação de Leitura Sugerida

Sugira às crianças que estudem, em casa, Gênesis 29:15–30 para recapitularem a lição.

Convide uma criança para fazer a última oração.