Lição 12

Isaque e Rebeca

Primária 6: Velho Testamento


Propósito

Ensinar às crianças que as mesmas bênçãos eternas prometidas a Abraão, Isaque e Jacó podem ser delas se fizerem o convênio do casamento no templo e o honrarem.

Preparação

  1. Em espírito de oração, estude:

    • Gênesis 24:1–6—Abraão dá a Isaque o mandamento de não se casar com nenhuma cananéia. Envia seu servo para encontrar uma mulher para Isaque.

    • Gênesis 24:7–59—O Senhor orienta o servo de Abraão na escolha de Rebeca para ser mulher de Isaque.

    • Gênesis 24:60–67—Rebeca é abençoada para ser a mãe de milhões de pessoas. Ela casa-se com Isaque.

  2. Estude a lição e decida como pretende ensinar às crianças as histórias das escrituras. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Escolha as perguntas do debate e as atividades complementares que mais ajudem as crianças a alcançarem o propósito da aula.

  3. Treine como recortar o aro de papel que será usado na atividade motivadora. Dobre um papel de aproximadamente 12,5 cm x 17,5 cm no sentido do comprimento e corte na linha pontilhada mostrada no diagrama. Depois, corte na linha da dobra que vai de X a Y, deixando as duas pontas que estão dobradas sem cortar. Com cuidado, desdobre o papel de modo que forme um aro. Há um modelo em tamanho natural na próxima página.

  4. Material necessário:

    1. Uma Bíblia para cada criança.

    2. Um papel medindo 12,5 cm x 17,5 cm e uma tesoura.

    3. Gravura 6–15: Rebeca no Poço.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Diga às crianças que vai mostrar-lhes como fazer um grande aro com um papel que mede 12,5 cm x 17,5 cm. Explique-lhes que para fazê-lo você tem de fazer exatamente o que as instruções mandam. Recorte o papel de acordo com as instruções e desdobre-o cuidadosamente formando um aro. Peça às crianças que fiquem de pé, uma por vez; passe o aro com cuidado sobre a cabeça de cada uma baixando-o até o chão.

• De que forma o casamento eterno é como um círculo? (Não tem fim.) O que é preciso para que um casamento feito no templo dure para sempre e não tenha fim? (Tanto o marido quanto a mulher devem obedecer os mandamentos do Pai Celestial e guardar os convênios que fizeram.)

Diga às crianças que nesta lição aprenderão mais a respeito de casamento eterno. Explique-lhes que o Pai Celestial proveu um meio para que recebêssemos as mesmas bênçãos que Ele prometeu a Abraão. Resuma as promessas de Gênesis 22:17–18 e explique-lhes que o Senhor fez com Isaque e os mesmos convênios que havia feito com Abraão e que faz as mesmas promessas àqueles que se casam no templo e guardam os convênios feitos lá.

Atividade Motivadora Alternativa

Mostre uma aliança às crianças e discuta como ela é comparável ao casamento eterno.

História das Escrituras

Ensine às crianças a história de como Abraão escolheu uma mulher para Isaque, de acordo com Gênesis 24, e discuta as qualidades que Rebeca desenvolveu em preparação para o casamento eterno. Explique a importância de prepararem-se para o casamento eterno e buscarem a ajuda do Pai Celestial para escolherem o companheiro certo. Mostre a gravura quando for oportuno. (Para sugestões de como ensinar a história das escrituras, ver “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

Debate

Ao preparar a aula, estude as seguintes perguntas e referências de escrituras. Use as perguntas que mais ajudem as crianças a entender as escrituras e aplicar os princípios em sua vida. Ler e discutir as escrituras durante a aula irá ajudá-las a chegar a seus próprios pontos de vista a respeito do assunto.

• Por que Abraão não queria que Isaque se casasse com uma cananéia? (Gênesis 24:3–4; os cananeus adoravam falsos deuses. Se Isaque se casasse com alguém de outra religião, não se casaria no convênio. Abraão queria que Isaque se casasse com uma mulher que o ajudasse a manter-se fiel. Essa era a única forma de manter o sacerdócio entre os descendentes de Abraão e de garantir que receberiam as bênçãos especiais que o Senhor havia prometido a Abraão e sua semente.) (Ver atividade complementar 1.)

• O que vocês sentiriam se alguém lhes arranjasse um casamento com uma pessoa que nem conhecem como no caso de Isaque e Rebeca? Em que tipo de pessoa confiariam para escolher seu noivo ou noiva?

• Que características do servo de Abraão mostravam que ele era alguém em quem se podia confiar para encontrar a mulher certa para Isaque? (Gênesis 24:12–14, 33, 48. Ele orou pedindo ao Senhor que o ajudasse e aprovasse seu plano, em vez de pedir-Lhe que resolvesse o problema. Preocupava-se mais com o cumprimento de sua missão do que com seu próprio conforto. Agradeceu ao Senhor por tê-lo ajudado.) Como vocês podem seguir o exemplo que o servo de Abraão deu ao buscar auxílio do Senhor?

• Que tipo de pessoa Rebeca demonstrou ser através de sua boa vontade em dar água aos camelos do servo? (Gênesis 24:18–19) O que vocês poderiam fazer para desenvolver as qualidades do altruísmo, de ser confiáveis e de ter disposição para trabalhar arduamente? Quando vocês têm uma tarefa difícil, o que podem fazer para torná-la mais agradável? Como Rebeca se desincumbiu da tarefa difícil que tinha pela frente? (Gênesis 24:20) (Ver atividade complementar 2.)

• Como o pai e o irmão de Rebeca reagiram ao pedido de que ela se casasse com Isaque? (Gênesis 24:50–51) Como os exemplos que os pais dão podem afetar os filhos?

• Que grande qualidade Rebeca demonstrou na resposta que deu à família no tocante a ir com o servo? (Gênesis 24:58; sua fé em Deus.) Por que vocês acham que Rebeca estava disposta a casar-se com um estranho de outra terra? (Rebeca queria casar-se no convênio e conquistar as bênçãos de Abraão para si e seus filhos.)

• O que a família de Rebeca fez antes que ela fosse embora? (Gênesis 24:60) Em sua opinião, como uma bênção paterna pode ajudar alguém na preparação para o casamento?

• Quando vocês devem começar a preparar-se para o casamento eterno? Spencer W. Kimball, um profeta atual, disse: “Aconselhamos (…) que todos os meninos e meninas planejem, desde a infância, casar-se no templo (…) e manter sua vida sem mácula para alcançarem essa meta. (“The Matter of Marriage” (A Questão do Casamento), discurso feito no Instituto de Religião de Salt Lake em outubro de 1976.)

• Quais são algumas das coisas que vocês poderiam fazer em preparação para o casamento celestial? O que podem fazer, agora, como membros da família para que ela seja mais celestial?

• O que Isaque fez de importante para que seu casamento fosse feliz? (Gênesis 24:67; amou a mulher.) O que vocês podem fazer para demonstrar mais amor pelos membros da família?

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. Mostre retratos de alguns templos às crianças e preste testemunho da importância de nos casarmos no templo de Deus. Explique-lhes que casandose no templo podem qualificar-se para receber todas as bênçãos de Abraão, Isaque e Jacó. Recapitule as bênçãos prometidas a Abraão. (Ver lição 9, atividade complementar 1.) Use de tato com as crianças que tenham pais divorciados, pergunte às crianças como podem incentivar os pais que ainda não tenham tido o privilégio de ser selados no templo a se prepararem para receber essas bênçãos. Se você já passou pelo templo, fale um pouco de seus sentimentos.

  2. Mostre às crianças a figura de um camelo (gravura 6–15: “Rebeca no Poço” ou “Os Magos” [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 203). Explique-lhes que embora um camelo possa passar dias sem tomar água, no verão chega a beber cinco galões de água por dia. Imagine quantas vezes Rebeca teve de ir ao poço para tirar, com seu cântaro, água suficiente para dez camelos beberem. Ressalte como ela mostrou-se disposta a servir ao próximo. Peça às crianças que desenhem vários cântaros em uma folha de papel e escrevam em cada um alguma coisa que estejam dispostas a fazer para servir a alguém.

  3. Peça às crianças que formem um semicírculo com as cadeiras. Coloque uma cadeira a mais no semicírculo. Peça às crianças que imaginem estar no céu e que os membros de sua família estão sentados nas cadeiras. Como seria estar no Céu e, ao olhar em volta, descobrir que falta um dos membros da família?

    Leia o que disse o Presidente Ezra Taft Benson, décimo terceiro Presidente da Igreja:

    “Deus planejou a família para ser eterna. Com todo meu ser, testifico a veracidade dessa declaração. Que Ele nos abençoe para fortalecermos nossa família e a vida de cada um de seus membros, de modo a podermos dizer ao Pai Celestial em Seu lar celestial que estamos todos presentes—pai, mãe, irmã, irmão, todos os entes queridos. Todas as cadeiras estão ocupadas. Estamos todos de volta ao lar.” (The Teachings of Ezra Taft Benson (Os Ensinamentos de Ezra Taft Benson), 1988, p. 493.)

    Debata com as crianças de que forma elas podem seguir o conselho do Presidente Benson agora e no futuro. (Use de tato com as crianças que não tenham a família completa na Igreja.) Incentive-as a discutirem essas idéias, em casa, com a família e escreverem uma lista de coisas que possam ser trabalhadas em família.

  4. Peça às crianças que representem a história de Rebeca e Isaque. Providencie algumas fantasias ou acessórios simples.

  5. Se você tiver uma recomendação para o templo, mostre-a às crianças e fale a elas de como é sagrado o privilégio de poder entrar no templo do Senhor. Diga-lhes quais são algumas das coisas necessárias para um membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias receber uma recomendação para o templo:

    • Manter o corpo e a mente limpos e puros.

    • Apoiar o Presidente da Igreja como um profeta, vidente e revelador.

    • Pagar o dízimo integralmente.

    • Viver a Palavra de Sabedoria.

    • Ser totalmente honesto.

    • Freqüentar as reuniões da Igreja e guardar os mandamentos.

    • Tratar a família com bondade.

    • Incentive as crianças a fazerem, agora, a meta de casarem-se no templo para que possam qualificar-se para receber as bênçãos de Abraão e colocá-las ao alcance dos filhos.

  6. Leia o que disse o Presidente Spencer W. Kimball, o décimo segundo Presidente da Igreja:

    “Tendo em mente a importância da obra do templo, não seria maravilhoso se em cada lar santo dos últimos dias, houvesse no dormitório de cada rapaz e cada garota, ou na sala de visitas, um retrato de bom tamanho de um templo, que os ajudaria a se lembrarem, freqüentemente, do propósito desses belos edifícios? Creio que haveria muito mais casamentos no templo do que há hoje, porque os filhos teriam, como parte de suas experiências no crescimento, a figura de um de nossos templos, constantemente diante deles como lembrete e objetivo. Recomendo isso aos santos.” (“As Coisas Pertinentes à Eternidade—Expomo-nos a Perigos?”, A Liahona, maio de 1977, p. 4.)

  7. Cante ou leia “As Famílias Poderão Ser Eternas” (Músicas para Crianças, p. 98).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho das grandes bênçãos do casamento no templo. Exprima gratidão pelo amor que o Pai Celestial tem por todos nós. Incentive as crianças a desenvolverem as boas qualidades que lhes permitirão ser parte de uma família eterna.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversarem com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou lerem com a família a “Designação de Leitura Sugerida”.

Designação de Leitura Sugerida

Sugira às crianças que estudem, em casa, Gênesis 24:42–51, 58 para recapitularem a lição.

Convide uma criança para fazer a última oração.