Preparar-se para a Investidura no Templo

Manual de Sacerdócio Aarônico 3, 1995


Objetivo

Cada rapaz irá preparar-se para receber sua investidura no templo, tornando essa experiência bela e sagrada.

Preparação

  1. 1.

    Estude em espírito de oração Doutrina e Convênios 124:40–41 e 105:18.

  2. 2.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Obras-padrão (cada rapaz dever ter seus exemplares).

    2. b.

      Gravura 10, “Templo de Manila, Filipinas”; gravura 11, “Fonte Batismal do Templo” e gravura 12, “Sala Celestial do Templo”.

    3. c.

      Talvez possa conseguir gravuras de diversos templos na biblioteca da capela.

    4. d.

      Uma folha de papel e um lápis para cada rapaz.

    5. e.

      Lápis para marcar as escrituras.

  3. 3.

    Escreva em tiras de papel as sete declarações a respeito do propósito dos templos (encontradas no começo da lição).

  4. 4.

    Escreva em tiras de papel as nove perguntas do final da lição.

  5. 5.

    Providencie com antecedência para que o bispo ensine esta lição, especialmente a seção “Apresentação pelo bispo”. Forneça-lhe o esboço da lição e ajude-o em tudo o que ele precisar, preparando a sala, providenciando auxílios visuais ou ensinando partes da lição. Ele pode ensinar a todos os quóruns juntos ou separadamente. Talvez ele até queira reunir os rapazes e as moças. Por tratar-se de um assunto tão importante, esta lição é mais longa do que o normal e possui mais material de apoio; portanto você ou o bispo devem selecionar em espírito de oração os materiais a serem utilizados. Certifique-se de reservar tempo para o período de perguntas e respostas no final da lição. Esta é uma lição que trata apenas da investidura e não do casamento no templo (Ver a lição 33, “Casamento Celestial—Uma Preparação para a Eternidade”). Esta lição talvez precise ser dada em duas semanas, dependendo das circunstâncias e da orientação do Espírito.

Sugestão para o desenvolvimento da lição

O Propósito dos Templos

Gravuras, folhas de trabalho e debate Mostre gravuras de vários templos e salas de ordenança. Distribua aos membros da classe as tiras de papel contendo as seguintes declarações extraídas de um artigo do Élder John A. Widtsoe (“Com o Templo em Vista”, A Liahona, junho de 1968, p. 19). Peça aos rapazes que leiam uma citação por vez, e debata-as com eles.

  1. 1.

    O templo é a casa ou lar do Senhor. Caso o Senhor visitasse a Terra, Ele viria a Seu templo.”

  2. 2.

    O templo é um lugar de instrução. Ali os princípios do evangelho são recapitulados e profundas verdades do reino de Deus são reveladas.”

  3. 3.

    O templo é um lugar de paz. Ali podemos deixar de lado os cuidados e preocupações do turbulento mundo exterior.”

  4. 4.

    O templo é um lugar de convênios, que nos ajudarão(…)a sair do templo com a firme determinação de levar uma vida digna dos dons do evangelho.”

  5. 5.

    O templo é um lugar de bênçãos. Recebemos promessas condicionadas tão somente à nossa fidelidade.”

  6. 6.

    O templo é um lugar onde cerimônias pertinentes à Divindade são apresentadas. Os grandes mistérios da vida, com todas as perguntas humanas não respondidas, são ali esclarecidos: (1) De onde vim? (2) Por que estou aqui? (3) Para onde irei quando esta vida terminar?”

  7. 7.

    O templo é um lugar de revelações. O Senhor poderá ali conceder revelações e qualquer pessoa poderá recebê-las com relação à própria vida.”

Debate com uso do quadro-negro

Aliste no quadro-negro algumas das ordenanças que são realizadas dentro do templo:

  1. 1.

    Batismo pelos mortos.

  2. 2.

    Ordenações ao sacerdócio pelos mortos.

  3. 3.

    Investidura para os vivos e pelos mortos.

  4. 4.

    Selamento de casais para a eternidade para os vivos e pelos mortos.

  5. 5.

    Outras ordenanças seladoras para os vivos e pelos mortos.

Esclareça que as ordenanças realizadas no templo possuem significado simbólico. Na ordenança do batismo, por exemplo, somos sepultados na água e levantados novamente. Isto simboliza a morte, sepultamento e ressurreição do Senhor. Todas as ordenanças do templo são símbolos de verdades do evangelho. No templo é ensinado mais do que podemos compreender em uma visita; por isso, os membros dignos devem voltar ao templo tão freqüentemente quanto possível.

A Investidura é Vital para a Exaltação de Cada Pessoa

História

As ordenanças do templo eram tão importantes para uma jovem SUD que ela fez um grande sacrifício para sentir o espírito do templo. Conte a seguinte história com suas próprias palavras:

A dedicação do Templo de Nauvoo aconteceu no dia 30 de abril de 1846 e nos três dias subseqüentes. Poucos dos que já estavam a caminho de Winter Quarters voltaram para a dedicação, e um dos que o fizeram foi Elvira Stevens, uma jovem de quatorze anos de idade. Tendo perdido os pais em Nauvoo, ela viajava para o oeste com sua irmã e seu cunhado. Elvira foi a única da sua companhia de carroções a atravessar o rio Mississipi três vezes para assistir às cerimônias de dedicação. Ela escreveu: “O poder dos céus era tão grande que, para ser beneficiada por ele, cruzei e tornei a cruzar o rio, mesmo sendo tão jovem.” Elvira ainda não havia recebido as ordenanças do templo, mas o poder espiritual do próprio edifício e as circunstâncias de sua dedicação tornaram-se lembranças proeminentes de sua breve e tumultuada vida em Nauvoo. [Ver Carol Cornwall Madsen, In Their Own Words (Em Suas Próprias Palavras) (Salt Lake City: Deseret Book Co., 1994), p. 23.)

Debate com uso do quadro-negro

Esclareça aos rapazes que quanto mais preparados estiverem melhor entenderão a investidura quando forem ao templo. Esta lição ajudará nessa preparação e dará sugestões de como fazê-lo.

Escreva a palavra investidura no quadro-negro. Peça aos rapazes que a definam.

• O Senhor promete aos élderes da Igreja que, se eles se santificarem, serão “investidos de poder” (D&C 43:16). O que isso significa?

• O Senhor prometeu aos élderes da Igreja: “Tenho preparado para derramar sobre eles uma grande investidura” (D&C 105:12). O que Ele estava prometendo? (Muitos dons ou bênçãos.)

Escreva no quadro-negro: Investidura significa uma dádiva de bênçãos espirituais.

Escritura e debate

Peça aos rapazes que expliquem por que acham que a investidura é necessária. Peça que leiam, marquem e debatam Doutrina e Convênios 124:40–41.

Citação

Leia a seguinte declaração

“Permiti-me dar-lhes uma breve definição. Vossa investidura é receber todas as ordenanças na Casa do Senhor que são necessárias para que possais, depois de haverdes deixado esta vida, caminhar de volta à presença do Pai, passando pelos anjos que estão de sentinela, podendo apresentar-lhes as palavras-chave, os sinais e símbolos pertencentes ao santo sacerdócio, e ganhar a vossa exaltação eterna, a despeito da Terra e do inferno.” (Brigham Young, Discursos de Brigham Young, p. 416.)

Debate com uso do quadro-negro

Escreva Doutrina e Convênios 124:40–41 no quadro-negro. Coloque as seguintes palavras e frases abaixo da referência, desta maneira:

Doutrina e Convênios 124:40–41

  • Exaltação na presença de Deus

  • Fidelidade contínua Casamento eterno

  • Investidura no templo

  • O santo sacerdócio

  • Dom do Espírito Santo

  • Batismo

  • Arrependimento

  • Fé em Jesus Cristo

Preste testemunho de que a investidura no templo é essencial para a exaltação de cada pessoa. É um passo necessário para ganhar a exaltação no reino celestial e chegar à divindade.

Requisitos para uma Recomendação para o Templo

Apresentação pelo bispo

O bispo poderá mostrar seu livro de recomendações para o templo aos rapazes (e às moças, se estiverem presentes) e esclarecer que foi ordenado para ser um juiz comum em Israel. Para obter uma recomendação para o templo, um membro da Igreja precisa passar anualmente por uma entrevista pessoal de dignidade com um membro do bispado e com um membro da presidência da estaca. O bispo talvez queira ler, no livro de recomendações para o templo, as perguntas específicas que serão feitas, ou pode resumi-las em frases simples. Ele deve convidar os membros da classe a examinarem sua própria vida para ver se poderiam qualificar-se para uma recomendação para o templo. Se não puderem, devem começar a tornar-se dignos.

O bispo poderia explicar que a honestidade na entrevista é vital. Os jovens estarão, na realidade, respondendo ao Pai Celestial por intermédio de Seus representantes.

O bispo pode explicar que cada jovem será entrevistado individualmente e que deve assinar a recomendação para indicar que respondeu a todas as perguntas correta e honestamente. O bispo endossa aquela assinatura. Posteriormente, um membro da presidência da estaca entrevistará o indivíduo e também deverá assinar a recomendação.

Debate

Debata como os jovens podem preparar-se para serem entrevistados para essa recomendação para o templo e para receberem sua própria investidura. Relacione os preparativos para a investidura já debatidos anteriormente na lição e ajude os membros da classe a mencionarem os seguintes pontos:

  1. 1.

    Estude as escrituras, examinando especialmente Gênesis 1–3; Doutrina e Convênios 124:40–41; 132; Moisés 1–5 e Abraão 4–5.

  2. 2.

    Ore sempre.

  3. 3.

    Obedeça à Palavra de Sabedoria.

  4. 4.

    Leve uma vida moralmente limpa.

  5. 5.

    Pague o dízimo integral.

  6. 6.

    Apóie as Autoridades Gerais e as autoridades locais da Igreja.

  7. 7.

    Seja honesto em todos os seus negócios. 8. Evite grupos ou ensinamentos apóstatas.

  8. 9.

    Arrependa-se de seus erros.

  9. 10.

    Ame seu próximo.

Testemunho

Preste seu testemunho da alegria e satisfação obtidas por aqueles que vivem dignamente para entrar no templo e receber suas investiduras e que continuam dignos dessas bênçãos por toda a vida.

Perguntas Referentes ao Templo

Debate

Esta é a oportunidade ideal para responder a qualquer pergunta apropriada que os jovens tenham com respeito à investidura. Incluídas aqui estão nove questões freqüentemente levantadas pelos jovens em sua preparação para irem ao templo. Use quaisquer das informações a seguir.

Distribua as tiras de papel com as perguntas. Peça aos membros da classe que leiam uma pergunta de cada vez e depois discuta as respostas.

  1. 1.

    Que tipo de ajuda pode um rapaz esperar quando for ao templo?

    “É conveniente saber que, na primeira visita ao templo, nenhuma pessoa fica entregue a si mesma. Os oficiais, recepcionistas e outras pessoas designadas para trabalhar no templo ajudá-la-ão a tornar o evento uma experiência maravilhosa e significativa.” (ElRay L. Christiansen, “Algumas Coisas que Devemos Saber sobre o Templo”, A Liahona, novembro de 1971, p. 24.)

  2. 2.

    Minha família, minha noiva ou meus amigos podem acompanhar-me na cerimônia?

    Certas atividades no templo são realizadas em separado. Mas qualquer um que vá ao templo pela primeira vez pode ser acompanhado pelo pai, mãe, irmão, irmã, professor ou amigo que possua uma recomendação válida para o templo.

  3. 3.

    O que precisarei levar para o templo?

    Uma recomendação para o templo e um “garment” novo, do modelo autorizado.

  4. 4.

    Precisarei de roupas especiais para o templo?

    Todas as roupas necessárias estão disponíveis no templo, ou podem ser compradas na loja de “garments”.

  5. 5.

    Que roupas devemos vestir para entrar no templo?

    Ao entrar no templo, devemos vestir roupas recatadas. As roupas que usamos nas reuniões dominicais são apropriadas. Depois de receber a investidura, devemos ter um guarda-roupa recatado, seja para usar no templo ou não.

    As pessoas que entram no templo para participarem de ordenanças sagradas trocam suas roupas comuns por outras simples, limpas e brancas. O Élder Hugh B. Brown explicou:

    “Aqui não deixaremos de lado apenas as roupas usadas na rua, mas também os pensamentos mundanos, tentando não somente vestir nosso corpo com puro tecido branco, mas também a mente em pureza de pensamento. Possamos tirar proveito da palavra falada e, o que é ainda mais duradouro e impressivo, receber instrução do Espírito. (Citado por ElRay L. Christiansen, “Algumas Coisas que Devemos Saber sobre o Templo”, A Liahona, novembro de 1971, p. 24.)

  6. 6.

    Por que todos vestem o mesmo tipo de roupa nos templos?

    “Nos templos, todos se vestem igualmente de branco. O branco é o símbolo da pureza. Nenhuma pessoa impura tem o direito de entrar na casa de Deus. Além disso, o traje uniforme simboliza que, perante Deus, nosso Pai nos céus, todos os homens são iguais. O pobre e o banqueiro, o erudito e o iletrado, o príncipe e o mendigo sentam-se lado a lado no templo e são igualmente importantes, se viverem retamente perante o Senhor Deus, o Pai de seus espíritos. No templo, recebemos aptidão e entendimento espiritual. Todos ocupam lugar igual diante do Senhor. (John A. Widtsoe, “Com o Templo em Vista”, A Liahona, junho de 1968, p. 20.)

  7. 7.

    Por que é tão essencial vestir o “garment” do templo constantemente?

    O “garment” do templo identifica-se com a investidura do templo e com os convênios feitos ali. Em Apocalipse, João escreveu: “Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.” (Apocalipse 16:15)

    O Presidente Joseph F. Smith também declarou:

    “O Senhor nos deu os ‘garments’ do santo sacerdócio e vocês sabem o que eles significam. Ainda assim há entre nós muitos que os cortam para seguir as tolas, vãs e (permitam-me dizer) indecentes práticas do mundo. Para que possam seguir a moda, não hesitam em mutilar o que deveriam ter como (…) sagrado. (…) Devem considerar essas coisas que Deus lhes confiou sagradas e mantê-las inalteradas, com o mesmo padrão com que as receberam de Deus. Que tenhamos a coragem moral de permanecer contra as opiniões da moda, especialmente quando nos compelirem a quebrar um convênio e, assim, cometer um grande pecado.” [“Fashion and the Violation of Covenants and Duty” (“A Moda e a Violação de Convênios e Deveres”), Improvement Era, agosto de 1906, p. 813.]

  8. 8.

    Por que a investidura no templo não é pública?

    As ordenanças do templo são tão sagradas que não são abertas à visão do público. Estão disponíveis apenas para aqueles que se qualificam por meio de uma vida reta. São realizadas em locais dedicados especialmente para esse propósito. Sua natureza sagrada é tal que um debate detalhado fora do templo não é apropriado.

    “Muitas bênçãos se derramam sobre quem recebe e respeita essas ordenanças sagradas, tão necessárias à exaltação. A participação na obra do templo proporciona instrução dinâmica, vívida e proveitosa dos princípios do evangelho, pois o templo é um lugar de contemplação e oração.

    O templo é um santuário apartado do mundo, um pedaço do céu na Terra, e devemos continuar a viver dignamente para irmos ao templo com freqüência e renovarmos nossos convênios.” (ElRay L. Christiansen, “Algumas Coisas que Devemos Saber sobre o Templo”, A Liahona, novembro de 1971, p. 25.)

  9. 9.

    Por que as cerimônias do templo são tão diferentes de nossa adoração normal do domingo?

    Porque são de natureza mais simbólica. Portanto quando formos ao templo, devemos preparar-nos para uma experiência bem diferente de nossos serviços de adoração comuns.

Conclusão

Escritura e testemunho

Peça aos rapazes que leiam e marquem Doutrina e Convênios 105:18. Preste testemunho da verdade dessa escritura, bem como da importância da investidura.

Desafio

Desafie cada rapaz a comprometer-se a fazer escolhas corretas com respeito a encontros e namoro e a viver os mandamentos de Deus, para ser digno de uma recomendação para o templo.