Blog

Esforçar-se constantemente para “ouvir o Senhor”

Joy D. Jones
Presidente geral da Primária
02/08/21 | 4 min ler

Quando ouvi o presidente Russell M. Nelson compartilhar o tema “ouvir o Senhor”, parei por um instante.

Nesse momento, prestei muita atenção às palavras “ouvir o Senhor”. Com certa facilidade, não damos o devido valor ao fato de que o Senhor está sempre ao nosso lado, falando conosco, guiando-nos e orientando-nos. Personalizar o belo convite do presidente Nelson me deu a oportunidade de ponderar, examinar minhas experiências de vida e pensar: “Como posso ouvir o Senhor?”

Isso me ajudou a estar ainda mais presente naqueles momentos em que O ouço ao examinar as escrituras e as palavras dos profetas atuais, ouvir música inspiradora, expressar gratidão, passar tempo com as crianças, servir e testificar Dele. Estou buscando, assim como tantas pessoas, ouvi-Lo o mais eficazmente possível. Nem todos temos que ouvir o Senhor da mesma maneira. Creio que o que é significativo é ouvir e reconhecer Sua voz para que possamos aprender a prestar atenção Nele com mais frequência. Permitam-me compartilhar algumas das maneiras pelas quais me esforço constantemente para “ouvir o Senhor”.

Ouço-O por meio de pensamentos e impressões

Recentemente, recebi a carta de uma mulher de outro estado, alguém que eu não conhecia. Na carta, aquela irmã expressou a gratidão que sentia por sua professora da época da Primária e pela influência que ela teve em sua vida. Ela admitiu: “Irmã Jones, não sei por que estou escrevendo isso para você, mas sinto que alguém precisa saber além de mim como essa mulher é maravilhosa”. Ela explicou que sua antiga professora estava enfrentando um câncer em estágio quatro e estava em uma casa de repouso.

Entrei em contato com a mulher que escreveu a carta, e ela me deu o número do telefone do marido de sua antiga professora. Decidi que ligaria para ele depois de minhas reuniões. Depois de algumas reuniões, ouvi o nome daquela mulher em minha mente, seguido por um “Ligue agora!”. Peguei o telefone e liguei imediatamente; aquele marido maravilhoso me disse que sua esposa estava acordada. Li a carta para ela, e compartilhamos uma experiência muito terna e significativa. Eu nunca aceitaria o crédito pelo amor de Deus, que é terno e perfeito, mas como sou grata por Ele permitir que eu seja uma pequena peça de Seu quebra-cabeça.

Ouço o Senhor por meio do Espírito Santo

A história dessa mulher ilustra que a voz do Senhor pode ser ouvida por qualquer pessoa, em qualquer lugar, em qualquer momento da vida. Quando eu tinha 11 anos de idade, participei de uma reunião da Igreja no Oregon. Meus pais estavam sentados ao púlpito e eu estava com meus irmãos mais novos. Enquanto ouvia um dos discursos, senti o Espírito por meio do orador. Eu estava completamente empenhada em ouvi-lo e sentir seu vigoroso testemunho.

Senti como se o Senhor dissesse: “Joy, Eu conheço você. Eu amo você. Eu Me importo com você. Sei onde você está e o que está fazendo”. Isso mudou meu coração e me ajudou a crescer espiritualmente naquele dia. Sou grata por essa experiência, porque ela me faz lembrar que as crianças podem ouvir o Senhor. Deus fala às crianças porque elas têm grande fé e estão abertas para receber revelação por meio do Espírito Santo e agir de acordo com ela.

Ouço-O no silêncio da noite

Assim como uma criança está aberta para receber revelação, eu estou aberta a aprender novas maneiras de ouvir ao Senhor. Tive a experiência de acordar à mesma hora durante várias noites pensando em uma pergunta específica que eu precisava fazer a alguém. Eu não tinha certeza se era o momento certo para falar disso com aquela pessoa, por isso orei ao Pai Celestial pedindo orientação. Quando senti que devia, fiz a pergunta. E, surpreendentemente, aquela pessoa disse que aquele era o momento exato no qual precisávamos conversar sobre aquilo e me confirmou que o que eu estava sentindo era o Espírito.

Cheguei a um ponto em minha vida em que frequentemente me pego acordada à noite. São momentos de paz durante os quais eu O ouço por meio de sussurros suaves e gentis que abençoam e guiam minha vida. Percebo que o que é importante para mim é ouvir a inspiração, anotá-la e agir sem ignorá-la.

Ouço-O em meio à natureza

Outra maneira tranquila pela qual posso ouvi-Lo é quando estou em meio à natureza. Moro perto de um belo desfiladeiro com uma floresta por onde posso caminhar. Quando estou ao ar livre, sinto que tudo testifica do Senhor: as árvores, a grama, o céu azul e as belas flores e plantas. Sinto-me perto Dele e tenho maior capacidade de ouvir Sua voz nessa quietude. Todas as Suas criações são um lindo lembrete do quanto Ele me ama e do quanto está feliz em compartilhar Suas criações comigo. Sei, sem sombra de dúvida, que Ele quer que eu seja feliz.

Ouço-O ao prestar bastante atenção

Por mais que o Senhor esteja disposto a falar conosco, sempre é desafiador praticar o ouvir com atenção e o responder com prontidão. Às vezes, sinto-me inspirada a entrar em contato, telefonar ou visitar alguém, apenas para descobrir mais tarde que era tarde demais. O momento tinha passado e perdi a oportunidade de ajudar ou fazer a diferença. Eu estava ouvindo, mas não segui com a prontidão necessária, ou considerei outras coisas mais importantes. Aprendi por meio dessas experiências que é crucial agir quando a inspiração vem. Mas, como todas as outras pessoas, estou em processo de aperfeiçoamento.

Ouço-O por meio da prática e do esforço

Há muitos anos, quando meu marido estava na faculdade, ele levou seu estetoscópio para casa. Ele me pediu para tentar descobrir o que eu podia ouvir por meio do instrumento. Coloquei-o nos ouvidos, escutei o coração de meu marido e disse: “Sim, você está vivo. Posso ouvir seu coração bater!” Ele me incentivou a ouvir mais de perto para descobrir o que mais poderia ouvir e descreveu todas as coisas que ele podia ouvir. Ele desenvolveu uma capacidade mais refinada, por meio da prática, de ouvir coisas que eu não podia ouvir. Isso foi uma lição para mim, pois isso me fez lembrar de buscar a voz do Senhor mais intensamente. Acredito que fica mais fácil à medida que prosseguimos com um esforço sincero.

Podemos ouvir mais do que apenas batimentos cardíacos com nossos estetoscópios espirituais; podemos ouvir os sussurros silenciosos do Espírito. Podemos ouvir e prestar atenção a essas ternas orientações que o Senhor procura nos conceder. Meu desejo é continuar a praticar o “ouvir” para que, por fim, eu sempre O ouça quando Ele falar comigo.


Joy D. Jones
Joy D. Jones é a 13ª presidente geral da Primária de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. A Primária é uma organização da Igreja que hoje conta com 1 milhão de crianças com 11 anos ou menos.
Comentários
0