Tornar-se a Verdadeira Geração do Milênio

O Presidente Russell M. Nelson Fala a Nós

Devocional Mundial para Jovens Adultos • 10 de janeiro de 2016 • Brigham Young University — Havaí


 

Irmãos e irmãs, este ano sem dúvida será especial! No início deste ano, Wendy e eu já nos despedimos de minha querida irmã Marjory, que partiu desta vida mortal. Já demos as boas-vindas a dois bebês em nossa família: Wade Richard Walker e Isaac Russell McDonough. E agora temos o privilégio de falar a vocês, excelentes jovens adultos de todo o mundo. Somos muito gratos por vocês.

Sou muito grato a Wendy por sua importante mensagem e por seu exemplo inspirador! Reconheço com gratidão a presença do Élder Kim B. Clark, dos Setenta, e Comissário de Educação da Igreja; de sua esposa, Sue; e de Chad H. Webb, administrador dos Seminários e Institutos de Religião, e de sua esposa, Kristi.

Transmito-lhes os cumprimentos e o amor da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos. Somos gratos por sua devoção ao Senhor e a Seu evangelho restaurado. Somos gratos por cada momento em que defendem a verdade — especialmente quando ela não é popular.

Muitos se referem a vocês como a Geração do Milênio. Vou admitir que quando os pesquisadores se referem a vocês usando essa frase e descrevem o que os estudos deles revelam sobre vocês — suas preferências e desinteresses, seus sentimentos e inclinações, seus pontos fortes e fracos — sinto-me pouco à vontade. Há algo sobre a maneira como eles usam o termo Geração do Milênio que me incomoda. E, para ser sincero, estou menos interessado no que os especialistas têm a dizer a seu respeito do que no que o Senhor me diz sobre vocês.

Quando oro a respeito de vocês e pergunto ao Senhor quais são os sentimentos Dele por vocês, sinto algo bem diferente do que os pesquisadores dizem. As impressões espirituais que recebi a seu respeito me levam a acreditar que o termo Geração do Milênio pode realmente ser perfeito para vocês! Mas por um motivo muito diferente, que talvez os especialistas jamais entendam.

O termo Geração do Milênio é perfeito para vocês se esse termo for uma lembrança de quem vocês realmente são e qual é realmente seu propósito na vida. A Verdadeira Geração do Milênio é aquela que foi ensinada e realmente ensinou sobre o evangelho de Jesus Cristo na vida pré-mortal, e que fez convênios com nosso Pai Celestial de que fariam coisas que envolveriam coragem enquanto estivessem aqui na Terra — inclusive as que exigem coragem moral — que vocês fariam enquanto estivessem aqui na Terra.

A Verdadeira Geração do Milênio é composta de homens e mulheres em quem Deus confiou o suficiente para enviar à Terra durante a dispensação mais atrativa da história deste mundo. A Verdadeira Geração do Milênio é composta de homens e mulheres que vivem hoje para ajudar a preparar o povo deste mundo para a Segunda Vinda de Jesus Cristo e para Seu reino milenar. Não se enganem sobre isso — vocês nasceram para ser a Verdadeira Geração do Milênio.

A pergunta é: “Como vocês vão reagir e viver como a Verdadeira Geração do Milênio?” Tenho quatro sugestões.

Aprendam Quem Vocês Realmente São

Minha primeira sugestão é a seguinte: Aprendam quem vocês realmente são.

Reservem um tempo para ponderar os seguintes fatos:

  • Vocês são filhos ou filhas especiais de Deus.

  • Vocês são criados à Sua imagem.

  • Vocês foram ensinados no mundo espiritual para estar preparados para qualquer coisa que encontrassem durante essa última parte destes últimos dias.1 Esse ensinamento permanece com vocês!

Vocês estão vivendo na “décima primeira hora”. O Senhor declarou que esta é a última vez que ele vai chamar trabalhadores para Sua vinha a fim de reunir os eleitos dos quatro cantos da Terra.2 E vocês foram enviados para participar desta reunião. Muitas e muitas vezes já vi em primeira mão a poderosa influência da Verdadeira Geração do Milênio, ao trazer outras pessoas ao conhecimento da verdade. Isso faz parte de sua identidade e propósito como a semente de Abraão!3

Há vários meses, Wendy e eu tivemos uma experiência extraordinária na longínqua Sibéria. Entre os que viajavam conosco em nosso dia de preparação em Irkutsk estavam o presidente da missão, Gregory S. Brinton; sua esposa, Sally; e seu filho ex-missionário, Sam, que tinha servido missão na Rússia. Visitamos o lindo Lago Baikal e um mercado que ficava à sua margem.

Quando voltamos para o carro, notamos que Sam não estava lá. Ele voltou momentos depois, acompanhado de uma mulher de meia-idade chamada Valentina. Em russo, seu idioma natal, Valentina exclamou com entusiasmo: “Quero conhecer a mãe deste rapaz. Ele é tão educado, inteligente e atencioso! Quero conhecer a mãe dele!” Valentina foi atraída pelo semblante radiante e cheio de luz de Sam.

Sam apresentou Valentina ao seu pai e à sua mãe, deu a ela um folheto sobre o Salvador e providenciou para que os missionários a visitassem. Quando os missionários voltaram mais tarde com um exemplar do Livro de Mórmon, ela prometeu que o leria. Várias mulheres que trabalhavam no mesmo mercado também ficaram entusiasmadas com o novo livro que Valentina recebera. Ainda não sabemos o final dessa história, mas por causa da clara luz que irradiava de Sam, o evangelho foi apresentado à Valentina e a alguns de seus amigos.

A Verdadeira Geração do Milênio, assim como Sam, sabe quem realmente é. São dedicados discípulos de Jesus Cristo que instintivamente aproveitam cada oportunidade de ajudar a si mesmos e a outras pessoas a se prepararem para o reino milenar de nosso Salvador.

Portanto, minha primeira sugestão é a de que aprendam por si mesmos quem vocês realmente são. Perguntem ao Pai Celestial, em nome de Jesus Cristo, quais são os sentimentos Dele a respeito de vocês e de sua missão aqui na Terra. Se pedirem com real intenção, com o tempo o Espírito vai sussurrar a verdade que mudará sua vida. Registrem essas impressões, examinem-nas com frequência e sigam-nas com exatidão.

Prometo-lhes que quando começarem a ter um vislumbre de como o Pai Celestial os vê e de que Ele está contando com você para fazer algo por Ele, sua vida nunca mais será a mesma!

Preparem-se e Esperem Realizar o Impossível

Minha segunda sugestão: Preparem-se e esperem realizar o impossível.

Deus sempre pediu a Seus filhos do convênio que fizessem coisas difíceis. Por serem filhos e filhas de Deus que guardam convênios, vivendo na última parte destes últimos dias, o Senhor pedirá a vocês que façam coisas difíceis. Vocês podem esperar por isso — os testes abraâmicos não terminaram com Abraão.4

Sei como é intimidador quando lhes é exigido que façam algo que parece estar bem além de sua capacidade. Depois de 19 meses que fui chamado como membro do Quórum dos Doze Apóstolos, o Presidente Spencer W. Kimball faleceu. Na primeira reunião da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos após a ordenação do Presidente Ezra Taft Benson, ele fez designações específicas para os Doze. Uma de suas instruções para mim era: “Você deve abrir os países do Leste Europeu para a pregação do evangelho”.

Isso foi em 1985. Durante os anos politicamente frios que chamamos de Guerra Fria, eles não somente fizeram um muro para dividir a cidade de Berlim, como todo o Leste Europeu estava sob o jugo opressor do comunismo. Igrejas foram fechadas e a adoração religiosa era muito limitada.

Eu tinha passado grande parte de minha vida profissional realizando cirurgias de peito aberto que salvariam vidas, mas não tinha experiências que me levassem a crer que eu podia abrir países para a pregação do evangelho. Ainda assim, um profeta havia me dado uma designação, então, saí para fazer o que parecia totalmente impossível.

Desde o início, obstáculos foram colocados em meu caminho. Cheguei na maioria dos países sem saber para onde ir. Mesmo quando eu conseguia encontrar o nome de um determinado oficial do governo, não era incomum ter uma reunião cancelada ou adiada no último minuto. Em certo país, quando um compromisso foi adiado por dois dias, uma série de tentações foram intencionalmente colocadas em meu caminho para me testar — inclusive armadilhas para trocar dinheiro no mercado negro e outras atividades ilegais. Em outra ocasião, uma reunião foi iniciada com o pedido de que eu partisse imediatamente!

Mas o Senhor é capaz de fazer Sua própria obra,5 e tive o privilégio de ver o desenrolar de um milagre após o outro — sempre, e somente, após ter trazido minhas melhores ideias, meus esforços mais ousados e minhas orações mais fervorosas para tais tarefas.

A Igreja foi reconhecida por alguns desses países antes de o muro de Berlim ser derrubado. Outros reconheceram-na posteriormente. No ano de 1992, pude relatar ao Presidente Benson que a Igreja estava estabelecida em todos os países do leste europeu a partir daquele momento!

Sendo a Verdadeira Geração do Milênio, com quem o Senhor pode contar, vocês também farão parte da história! Vocês precisarão aceitar designações difíceis e terão de se tornar um instrumento nas mãos do Senhor. E Ele vai permitir que vocês realizem o impossível.

Como vocês podem realizar o impossível? Ao fazer o que for preciso para fortalecer sua fé em Jesus Cristo, ao aumentar sua compreensão da doutrina ensinada em Sua Igreja restaurada, e ao buscar a verdade incessantemente. Sendo a Verdadeira Geração do Milênio, alicerçada na pura doutrina, quando lhes for pedido que façam coisas impossíveis, vocês serão capazes de dar um passo adiante com fé, com persistência constante e, com alegria, fazer tudo o que está em seu poder para cumprir os propósitos do Senhor.6

Haverá dias em que vocês estarão completamente desanimados. Então, orem pedindo coragem para não desistir! Vocês precisarão dessa força porque cada vez mais será menos popular ser um Santo dos Últimos Dias. Infelizmente, aqueles que vocês pensavam ser seus amigos vão traí-los. E algumas coisas simplesmente parecerão injustas.

No entanto, prometo-lhes que ao seguirem Jesus Cristo, vocês encontrarão paz constante e verdadeira alegria. À medida que vocês guardam seus convênios com maior precisão e defendem a Igreja e o reino de Deus na Terra hoje em dia, serão abençoados pelo Senhor com força e sabedoria para realizar o impossível.

Aprendam a Ter Acesso ao Poder do Céu

Minha terceira sugestão: Aprendam a ter acesso ao poder do céu.

Cada um de nós tem perguntas. Esforçar-se para aprender, compreender e reconhecer a verdade é uma parte vital de nossa vida na mortalidade. Passei grande parte da minha vida fazendo pesquisas. Vocês também aprenderão muito mais por meio de perguntas inspiradas.

Neste exato momento alguns de vocês estão se questionando sobre o que devem fazer com sua vida. Outros devem estar se perguntando se seus pecados foram perdoados. A maioria de vocês está se perguntando quem é e onde está o seu companheiro eterno — e os que não estão deveriam estar.

Alguns podem questionar por que a Igreja faz as coisas que faz. Talvez muitos de vocês não sabem exatamente como obter respostas para suas orações.

Nosso Pai Celestial e Seu Filho estão prontos para responder a suas perguntas por intermédio do ministério do Espírito Santo. Mas cabe a vocês aprender a se qualificar para receber as respostas.

Por onde podem começar? Comecem passando mais tempo em lugares santos. O templo é um lugar santo. Assim como a capela, onde vocês fazem novos convênios sacramentais todos os domingos. Convido-os também a fazer de seu apartamento, de seu quarto ou de sua casa um lugar santo, onde podem se refugiar em segurança das distrações obscuras do mundo.

A oração é uma chave. Orem para saber o que devem parar de fazer e o que devem começar a fazer. Orem para saber o que incluir em seu ambiente e o que remover, para que o Espírito possa estar com vocês em abundância.

Supliquem ao Senhor pelo dom do discernimento. E depois, vivam e trabalhem para ser dignos de receber esse dom, para que quando eventos confusos surgirem no mundo, vocês saibam exatamente o que é verdadeiro e o que não é. 7

Sirvam com amor. O serviço amoroso para aqueles que se perderam ou que estão feridos espiritualmente abre seu coração para a revelação pessoal.

Passem mais tempo — muito mais tempo — em lugares onde o Espírito esteja presente. Isso significa mais tempo com amigos que estejam buscando ter o Espírito com eles. Passem mais tempo de joelhos em oração, mais tempo com as escrituras, mais tempo no trabalho de história da família, mais tempo no templo. Prometo-lhes que ao oferecer constantemente ao Senhor uma generosa porção de seu tempo, Ele vai multiplicar o tempo restante.

Apoiamos 15 homens que são ordenados como profetas, videntes e reveladores. Quando surge um problema complicado — e eles parecem ser mais complicados a cada dia — esses 15 homens enfrentam o problema, tentando ver todas as ramificações de vários cursos de ação, e procuram diligentemente ouvir a voz do Senhor. Depois de jejuar, orar, estudar, ponderar e aconselhar-me com as Autoridades Gerais sobre assuntos de grande importância, não é raro eu despertar durante a noite com mais impressões sobre questões com as quais estamos preocupados. E as outras Autoridades Gerais têm a mesma experiência.

A Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos aconselham-se mutuamente e partilham de tudo o que o Senhor ordenou-nos entender e sentir, individual e coletivamente. E então, vemos o Senhor agir sobre o Presidente da Igreja para que ele proclame a vontade do Senhor.

Esse modo profético foi seguido em 2012, com a mudança na idade mínima para os missionários e também agora com os últimos acréscimos ao Manual da Igreja, correspondentes à legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em alguns países. Cheios de compaixão por todos, especialmente pelas crianças, lutamos muito para compreender a vontade do Senhor sobre esse assunto. Cientes do Plano de Salvação de Deus e de Sua esperança de vida eterna para cada um de Seus filhos, levamos em consideração inúmeras variantes e combinações de possíveis situações que poderiam surgir. Reunimo-nos repetidas vezes no templo em jejum e oração e procuramos maior orientação e inspiração. E então, quando o Senhor inspirou Seu profeta, o Presidente Thomas S. Monson, para declarar a mente e a vontade do Senhor, cada um de nós naquele sagrado momento sentiu uma confirmação espiritual. Era nosso privilégio como apóstolos apoiar o que havia sido revelado ao Presidente Monson. A revelação do Senhor a Seus servos é um processo sagrado, da mesma forma que é sagrado seu privilégio de receber revelação pessoal.

Queridos irmãos e irmãs, vocês têm tanto acesso à mente e à vontade do Senhor para sua própria vida como nós, os apóstolos, temos para Sua Igreja. Assim como o Senhor requer que nós busquemos e ponderemos, jejuemos e oremos, estudemos e lidemos com questões difíceis, Ele requer que vocês façam o mesmo ao procurar respostas para suas próprias perguntas.

Vocês podem aprender a ouvir a voz do Senhor por meio dos sussurros do Espírito Santo.8 Não importa se o Google, o Twitter e o Facebook pareçam úteis, eles simplesmente não fornecem as respostas mais importantes!

Queridos jovens amigos, vocês podem conhecer a mente e a vontade do Senhor para sua própria vida. Vocês não precisam se perguntar se estão onde Senhor precisa que vocês estejam ou se estão fazendo o que Ele precisa que vocês façam. Vocês podem saber! O Espírito Santo lhes dirá “todas as coisas que [devem] fazer”.9

Sigam os Profetas

Minha quarta sugestão: Sigam os profetas.

Em 1979, enquanto servia como presidente geral da Escola Dominical, fui convidado para participar de um seminário de Representantes Regionais, durante o qual o Presidente Spencer W. Kimball fez um discurso inspirador sobre abrir as portas das nações que estavam fechadas para a Igreja, tal como a China. Ele desafiou a todos os presentes a estudar a língua mandarim para que pudéssemos oferecer nossas habilidades profissionais a fim de ajudar o povo da China.

Para mim, o desafio do Presidente Kimball parecia ser um mandamento profético. Então, naquela mesma noite, perguntei à minha esposa, Dantzel, se ela estaria disposta a estudar mandarim comigo. Ela concordou, e então encontramos um instrutor para nos ajudar. É claro que não aprendemos a falar mandarim tão bem, mas aprendemos o suficiente. Tanto é que, quando fui convidado, em meio a vários acontecimentos inesperados, para ir à China no ano seguinte como professor visitante para ensinar sobre a cirurgia de peito aberto, eu me encontrava em uma posição melhor para aceitar o convite.

Avançarei seis anos, para o ano de 1985, um ano após ter sido chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos. Certo dia, recebi um pedido urgente para ir à China para realizar uma cirurgia de peito aberto em um famoso cantor de ópera, considerado por toda a China como um herói nacional. Expliquei que minhas responsabilidades eclesiásticas de tempo integral me impediriam de ir, mas os médicos na China me suplicaram para que eu fosse imediatamente para realizar a cirurgia que o salvaria.

Conversei sobre o assunto com meu presidente de quórum e com a Primeira Presidência. Eles tiveram a impressão de que, como um favor ao povo da China, eu deveria fazer a viagem e realizar a cirurgia.

Foi o que fiz. Felizmente, a cirurgia foi um sucesso. Aliás, aquela foi a última cirurgia de peito aberto que realizei. Isso aconteceu em Jinan, na China, no dia 4 de março de 1985.

Agora, avançarei novamente, desta vez para outubro de 2015, há apenas três meses. Wendy e eu fomos convidados para voltar à Escola de Medicina da Universidade de Shandong, em Jinan. Ficamos impressionados quando fui calorosamente recebido como “um velho amigo” da China e estava reunido com cirurgiões que havia ensinado 35 anos antes. O ponto alto de nossa visita foi nos reunir com o filho e o neto daquele famoso astro da ópera. Todas essas experiências incríveis se tornaram possíveis por um motivo: Obedeci ao conselho de um profeta de estudar mandarim!

Os profetas veem adiante. Eles enxergam os assustadores perigos que o adversário colocou ou ainda vai colocar em nosso caminho. Os profetas também preveem as grandes possibilidades e privilégios reservados para aqueles que ouvem com a intenção de obedecer. Sei que isso é verdade! Tenho vivenciado essas coisas repetidas vezes.

O Senhor nos prometeu que ele jamais permitirá que o profeta nos desvie do caminho. O Presidente Harold B. Lee declarou: “Talvez nem tudo o que provenha das Autoridades da Igreja seja de seu inteiro agrado. Pode ser que vá de encontro a seus pontos de vista políticos ou sociais. Algumas coisas talvez interfiram em sua vida social. Mas se vocês ouvirem tais palavras como se saíssem da boca do próprio Senhor, com paciência e fé, a promessa é que ‘as portas do inferno não prevalecerão contra vós; sim, e o Senhor Deus afastará de vós os poderes das trevas e fará tremerem os céus para o vosso bem e para a glória de seu nome’ (D&C 21:6)”.10

Talvez nem sempre compreendam todas as declarações de um profeta vivo. Mas quando sabem que um profeta é um profeta, podem se achegar ao Senhor com humildade e fé e podem rogar por seu próprio testemunho sobre qualquer coisa que Seu profeta proclamou.

Por volta de 41 a.C., muitos nefitas se uniram à Igreja, e a Igreja prosperou. Mas combinações secretas também começaram a se intensificar, e muitos de seus astutos líderes se esconderam entre as pessoas e era difícil detectá-los. Enquanto as pessoas se tornavam mais e mais orgulhosas, muitos dos nefitas estavam zombando de tudo quanto era sagrado, negando o espírito de profecia e de revelação”.11

Essas mesmas ameaças estão entre nós hoje em dia. A triste realidade é a de que há “servos de Satanás”12 infiltrados na sociedade. Então tenham muito cuidado quanto a que conselhos darão ouvidos.13

Amados irmãos e irmãs, vocês nasceram para ser a Verdadeira Geração do Milênio! Vocês fazem parte de uma geração escolhida,14 — predeterminada por Deus para fazer um trabalho extraordinário — para ajudar a preparar as pessoas deste mundo para a Segunda Vinda do Senhor.

Neste momento, como apóstolo do Senhor Jesus Cristo, abençoo cada um de vocês, como se minhas mãos estivessem sobre sua cabeça, com a capacidade de se tornar a Verdadeira Geração do Milênio, a qual vocês nasceram para ser. Eu os abençoo para que tenham o desejo e a capacidade de aprender sua verdadeira identidade e propósito; que se preparem para realizar e esperem realizar coisas “impossíveis”; que não sintam temor em seu empenho em aprender a como ter acesso aos poderes do céu para ajudá-los a resolver seus problemas e a responder a suas perguntas. E eu os abençoo para que sigam os profetas com exatidão, para que sintam paz em seu coração ao proceder dessa forma. Eu os abençoo para que saibam e sintam o quanto o Senhor os ama e a grande confiança que Ele deposita em vocês.

Eu amo e apoio o Presidente Thomas S. Monson nesta sagrada obra do Deus Todo-Poderoso. Jesus Cristo é nosso Salvador. Esta é Sua Igreja. Somos Seu povo! Presto testemunho disso em nome de Jesus Cristo. Amém.